O que é Ufoarqueologia?

Posted by Carlos Miranda

O que é Ufoarqueologia?





O termo ufoarqueologia designa a área de estudo dentro da ufologia que considera a possibilidade de ter havido visitas de extra-terrestres na mais remota antiguidade e sua interação com habitantes terrestres de então.

Embora não seja o criador de tal hipótese, foi o escritor Erich Von Daniken que a tornou popular com o lançamento de seus primeiros livros ao final da década de 1960. Mesmo ainda na ativa como pesquisador, outros ufólogos têm acrescentado mais amplas e profundas pesquisas na área, fazendo com que tal idéia se torne hoje quase uma unanimidade na comunidade ufológica.

E no que se baseia esse conceito? Antes de mais nada, temos que levar em consideração que cada sociedade, em diferentes épocas, viam de forma diferente e adequada às suas limitações de conhecimento e entendimento os objetos voadores não identificados. Não é de se estranhar, então, que antigos povos vissem fenômenos perfeitamente comuns, como o raio, o trovão e outros mais, como manifestações divinas.

No entanto, registros escritos, pictóricos e de tradição oral de muitos povos, levam a crer que inúmeros fenômenos vistos então não se encaixam naquilo que poderíamos chamar de naturais. Entre os registros pictóricos, encontramos várias pinturas rupestres nos cinco continentes que em muito se assemelham aos modernos UFOs. Essas pinturas têm suas idades que variam de poucos milhares a dezenas de milhares de anos. Mais que isso, muitas figuras mostram o que parecem ser ocupantes de tais UFOs interagindo com humanos.

A despeito de controvérsias surgidas nos últimos anos, um dos casos de tradição oral que mais chama a atenção dos pesquisadores é, sem dúvida, o da tribo africana dos Dogons. Segundo os remanescentes desse antigo povo, seus ancestrais teriam recebido a visita de deuses em passado remoto. Esses deuses teriam interagido com os humanos, ensinado-lhes técnicas de agricultura, comportamento social e outras coisas básicas para auto-sustentação. Teria passado em branco como mais uma lenda, não fosse o fato dos dados deixados por esses deuses. A tradição oral reza que eles disseram ter vindo do sistema binário (formado por duas estrelas que giram uma em torno da outra) chamado Sírius. Teriam também passado informações astronômicas sobre esse sistema. O importante para os ufólogos é que todas essas informações se mostram verdadeiras. E, o mais incrível, é que tais dados somente puderam ser descobertos pelos astrônomos, com seus potentes telescópios, apenas no século 20 (incluindo o fato de Sírius ser um sistema binário, impossível de ser detectado a olho nu).

Mas, talvez, os relatos mais impressionantes são os escritos tido como sagrados no oriente e no ocidente. A partir do momento que o homem desenvolveu a escrita, obviamente ficou mais fácil registrar fatos para a posteridade com mais detalhes. À guisa de exemplo, poderíamos citar a Bíblia judaico-cristã e os antigos textos sagrados da Índia.

No primeiro, para os analistas, temos uma infinidade de relatos de contatos com UFOs e seus ocupantes, desde o Pentateuco (cinco primeiros livros da Bíblia e atribuídos a Moisés) até o novo testamento. Como em outras religiões, as antigas manifestações divinas em muito se assemelham à moderna casuística ufológica. As visões de Moisés, especialmente durante o êxodo, do profeta Ezequiel e de Saulo (Paulo), já no novo testamento, são casos clássicos dentro dessa área de estudo.

Quanto aos livros hindus, temos os relatos freqüentes de naves de deuses, os Vimanas, armas que muito lembram nossas modernas armas de destruição em massa, além de pontos em comum com outras tradições no que se refere à aparência dos UFOs e seus ocupantes, comportamento e objetivos dos mesmos.

Vale ressaltar que em quase a totalidade dos mencionados textos e dos de outras antigas culturas há pontos importantes em comum. Os deuses teriam vindo ao nosso planeta e, ao se depararem com uma raça "promissora" em termos de desenvolvimento, teriam de alguma forma influenciado nessa evolução, fazendo-a mais rápida através de "intervenção divina", criando uma raça mais inteligente e desenvolvida. Após essa intervenção, tendo ensinado novas normas sociais e religiosas, foram embora deixando a promessa de um dia voltarem.

Não poderíamos deixar de citar os antigos monumentos dos povos pré-colombianos, egípcios, europeus e asiáticos, deixados por civilizações que já não mais existem. No entanto, as construções ainda estão lá, com referências astronômicas, matemáticas, químicas e biológicas que intrigam aqueles que se debruçam sobre elas.

É fácil perceber que embora a ufologia como um todo seja muito instigante, a ufoarqueologia é um ponto por demais polêmico, visto que, sem se confirmando um pequeno número de informações como sendo de origem extra-terrestre, vários dogmas religiosos, culturais e científicos iriam por água abaixo. Fato esse que o ser humano ainda parece não saber muito bem como lidar.

0 comentários: