Posted by Carlos Miranda

ESTUDO SOBRE AS MULHERES :

1 aos 5 anos:
=========
Não têm a mínima ideia do que são.
5 aos 10 anos:
=========
Sabem que são diferentes dos meninos mas não entendem porquê.
10 aos 15 anos:
==========
Sabem exatamente porque são diferentes, e começam a tirar partido
isso.
15 aos 20 anos:
==========
Sabem o que querem ser, porém continuam a ser o que não querem ser, e
mesmo assim provocam distúrbios emocionais nos rapazes.
Nesta fase dividem-se em 4 grupos distintos:
G1: Tipo difícil (geralmente as bonitinhas);
G2: Topa tudo (as meigas);
G3: As Louras (as preferidas);
G4: As Inteligentes.
20 aos 25 anos:
==========
Esses são os anos dourados; sabem exatamente o que são, e tiram o
máximo de proveto disso. Tem uma meta definida e dificilmente o
seu alvo será poupado, nada vai atrapalhar a realização dos seus
desejos (casar é claro). Nesta fase mudam o perfil de amizades com relação a
suas amigas:
As que são bonitas:
Procuram ser muito amigas das mulheres que são piores do que ela.
As que são feias:
Procuram ser muito amigas de mulheres bonitas para ficarem com as
sobras.
As que são louras:
Tanto faz, afinal elas são minorias e são as preferida pelos homens.
As Inteligentes:
Andam com as loiras, para se destacarem intelectualmente.
25 aos 30 anos:
==========
Nesta fase formam 5 grupos distintos:
G1 : As que casaram por dinheiro;
G2 : As que casaram por amor;
G3 : As que não casaram;
G4 : As que simplesmente casaram;
G5 : As inteligentes.
Porém todas não se conseguem satisfazerem plenamente, pois as do:
G1 : descobrem que dinheiro não é tudo na vida, e sentem falta de uma paixão;
G2 : descobrem que a paixão não é tudo na vida, e sentem falta do dinheiro;
G3 : Não interessa o dinheiro e a paixão, sentem mesmo falta é de um homem;
G4 : Não entendem por que se casaram;
G5 : Descobrem que ser inteligente não é tudo na vida.
Não importa o grupo a que pertencem, a desilusão é evidente e então
começam a apresentar os primeiros sintomas de uma doença muito crónica
denominada: RDT (Reclamam De Tudo), na qual os homens acabam por ser as maiores
vitima dessa paranóia.
30 aos 35 anos:
=========
Sabem exatamente onde erraram, ficam sem saída, e num acto de
desespero pintam o cabelo de loiro e tentam ser mais burras que o
normal.
Vão para a aeróbica, tentam voltar a ser a menininha, porém o esforço não dá
resultado. Cai a auto-estima, o peito, o rabo, a barriga....Agrava-se
ainda mais o sintoma RDT(Reclamam De Tudo).
35 aos 40 anos:
==========
Pioram a sua situação. Entram na fase da comparação. Não entendem
porque é que as loiras burras tiveram tanto sucesso e elas não.
Novamente num acto de desespero cortam o cabelo curto, mantendo o
colorido loiro, porém não conseguem evoluir o seu nível de burrice.
Agrava ainda mais o sintoma RDT (Reclamam De Tudo), e começam a
culpar o parceiro pelas suas frustrações. Procuram ajuda espiritual.
40 aos 45 anos:
==========
Não suportam mais as loiras naturais, principalmente as que se deram
bem na vida. Tudo desmorona à sua volta. Agrava-se ainda mais o sintoma RDT
e agora estão convictas de que o seu parceiro foi realmente o culpado por
tudo o que de mau aconteceu com elas, desprezando totalmente os bons momentos
que tiveram na vida.
Abandonam a ajuda espiritual e procuram ajuda médica, com analistas
e cirurgiões plásticos.
45 aos 50 anos:
==========
Chega a nova fase da sua vida, parece que tudo vai ficar bem, graças
aos cirurgiões.
O rabo e a barriga voltaram ao normal, o peito ficou melhor do que
era e explode uma paixão pelo analista. Acha que ele é a única pessoa que
conheceu durante toda sua vida que a entende, e tem paciência quando conversa
com ela. Porém esquece que o analista conversa com ela somente 1 hora por
semana e cobra 7Cts, enquanto o seu parceiro atura as lamentações, o mínimo
40 horas por semana e ainda tem um gasto de aproximadamente 280Cts por
mês.
Após os 50 anos:
===========
Começam a ter comportamento diferentes e bem definidos porém
continuam com
o
RDT até o fim dos seus dias...
E para os homens "HAJA PACIÊNCIA para suportar tudo isso".
Dados Sobre a Pesquisa:
===========
As pesquisa foi realizada num grupo muito pequeno de mulheres, pois
afinal de contas são todas iguais.

0 comentários: