a ilusão, a realidade secreta

Posted by Carlos Miranda

a ilusão, a realidade secreta



"O conhecimento é o antídoto contra o medo."
12/12/2012: Uma Nova Era
DIAS DE DECISÃO

Nós estamos no auge de uma mudança global incrível. Uma encruzilhada onde nós tomamos decisões que influenciarão enormemente a vida na Terra em um futuro próximo. Nós podemos arremessar para bem longe as portas das prisões mentais e emocionais que limitaram a raça humana por milhares de anos. Ou nós podemos permitir que os manipuladores completem a sua agenda para a escravização mental, emocional, espiritual e física de cada homem, mulher e criança do planeta com um governo mundial, um exército, um banco central, uma moeda corrente e uma população controlada por microchips.
Eu sei que soa fantástico, mas se a raça humana erguesse os seus olhos da mais recente novela ou game show por tempo suficiente para empenhar seu cérebro, veria que estes eventos não estão para acontecer - eles estão acontecendo. O impulso para o controle centralizado da política global, dos negócios, dos bancos, do exército e da mídia está aumentando a passos largos. A implantação de microchips nas pessoas já está sendo sugerida e, em muitos casos, a caminho. Sempre que uma agenda escondida está a ponto de ser implementada sempre há o período quando o escondido tem que subir à superfície para o empurrão final na realidade física. Isto é o que nós estamos vendo agora na explosão de fusões entre bancos globais e impérios empresariais, e a velocidade pela qual o controle político e econômico está sendo centralizado através da União européia, das Nações Unidas, da Organização Mundial do Comércio, do Acordo Multilateral de Investimentos, e uma corrente de outros corpos de globalização como o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional e o G-7/G-8. Por trás desta constante e coordenada centralização está uma tribo de linhas genéticas que cruzam entre si que podem ser relacionadas ao antigo Oriente Médio e Próximo Oriente. Elas emergiram de lá para se tornar a realeza, a aristocracia e o sacerdócio da Europa antes de expandir o seu poder pelo mundo, principalmente através do "Grande" Império britânico. Isto permitiu que a tribo exportasse suas linhagens genéticas a todos os países que os poderes britânicos e europeus ocuparam, inclusive os Estados Unidos onde eles continuam dirigindo o espetáculo nestes dias. Os Estados Unidos tiveram apenas 40 Presidentes e 33 deles têm sido geneticamente relacionados com duas pessoas: o Rei de Inglaterra, Alfred o Grande e Carlos Magno, o famoso monarca da França do século IX. Ao longo de todo esse período a agenda desta linhagem genética tem sido implementada gradualmente até que nós alcançamos o ponto hoje onde o controle global centralizado é possível.
Se você quer saber como será a vida aqui na Terra a menos que nós acordemos bem depressa, então dê uma olhada na Alemanha Nazista. Este é o mundo que espera a população global na medida em que o plano que eu chamo de a Agenda dos Reptilianos se desdobra pelo ano 2000 e nos primeiros 12 anos do novo século. 2012, particularmente, parece ser um ano crucial por razões que nós discutiremos a seguir. As pessoas não têm nenhuma idéia do abismo que nós estamos fitando ou a natureza do mundo que nós estamos deixando para nossas crianças suportarem e a maioria delas parece não se importar. Elas vão ignorar o óbvio e entrar em negação de uma verdade que está bem em frente dos seus olhos. Eu me sinto como uma vaca que corre no campo gritando: "Ei, você sabe aquele caminhão que leva embora alguns de nossos amigos todos os meses? Bem eles não os levam a outro campo como nós pensávamos. Eles atiram na cabeça deles, os sangram, os cortam, e colocam os pedaços em pacotes. Então esses humanos os compram e os comem!" Imagine qual seria a reação do resto do rebanho: "Você está louco cara. Eles nunca fariam isso. De qualquer maneira, eu tenho ações naquela companhia de caminhão e eu consigo um bom retorno. Cale-se, você está fazendo ondas."
A Agenda que eu estou expondo tem se desdobrado por milhares de anos até o seu ponto atual, perto da conclusão, porque a humanidade entregou sua mente e sua responsabilidade. A Humanidade preferiria fazer o que ela acha ser certo para si mesma no momento do que considerar as futuras conseqüências de seu comportamento para a existência humana. Ignorância é felicidade, nós dizemos, e isso é verdade - mas só durante algum tempo. Pode ser felicidade não saber que um tornado está vindo porque você não tem nenhuma necessidade de preocupar-se ou de tomar providências. Mas enquanto sua cabeça está dentro da areia seu traseiro está no ar, e o tornado ainda está vindo.
Figura 1: O conhecimento está nas Mãos de poucos e o resto é mantido ignorante. A clássica estrutura para manipulação e controle.
Se você erguesse a sua cabeça e o enfrentasse, o desastre poderia ser evitado, mas ignorância e negação sempre asseguram que você terá a força completa e as mais extremas conseqüências, porque o tornado vem quando menos se espera e quando você está menos preparado. Como eu disse, ignorância é felicidade - mas só por algum tempo. Nós criamos nossa própria realidade  através dos nossos pensamentos e ações. Para toda ação ou omissão há uma conseqüência. Quando nós entregamos nossas mentes e nossa responsabilidade nós entregamos nossas vidas. Se bastante de nós fizermos isto, nós entregamos o mundo e isso é precisamente o que nós temos feito ao longo da história humana conhecida. É por isto que poucos sempre controlaram as massas. A única diferença hoje é que poucos estão agora manipulando o planeta inteiro por causa da globalização dos negócios, dos bancos e comunicações. A fundação deste controle sempre foi a mesma: mantenha as pessoas em ignorância, medo e em guerra contra elas mesmas. Divida, governe e conquiste mantendo o conhecimento mais importante pra você (veja a Figura 1). E como nós veremos neste site, aqueles que usaram estes métodos para controlar a humanidade por milhares de anos, são membros da mesma força, da mesma tribo de cruzamentos, seguindo uma Agenda de longo prazo que está alcançando agora um ponto principal na sua jornada. O estado global fascista está sobre nós. E ainda, não tem que ser assim. O real poder está nas mãos de muitos, não de poucos. Realmente poder infinito está dentro de todo indivíduo. A razão porque nós somos tão controlados não é que nós não temos o poder para decidir nosso próprio destino, é que nós entregamos este poder a cada minuto de nossas vidas. Quando algo acontece que nós não gostamos, nós procuramos outra pessoa para culpar. Quando há um problema no mundo, nós dizemos "o que é que ELES vão fazer sobre isso". Neste ponto ELES, que secretamente criaram o problema em primeiro lugar, respondem a esta exigência apresentando uma "solução" - mais centralização de poder e erosão de liberdade. Se você quer dar mais poderes para a polícia, agências de segurança e exército, e você quer que o público exija que você faça isso, então assegure que haja mais crime, violência e terrorismo, e então é uma brincadeira de criança alcançar suas metas. Uma vez que as pessoas estão com medo de serem roubadas, assaltadas ou bombardeadas, elas vão exigir que você tome a liberdade delas para as proteger do que foram manipuladas para temer. O atentado à bomba em Oklahoma é um clássico exemplo disso, como eu detalho em... E A Verdade O Libertará. Eu chamo esta técnica de Problema-Reação-Solução. Crie o problema, encoraje a reação "algo precisa ser feito", e então ofereça a solução. Isto é resumido pelo lema Maçônico 'Ordo Ab Chao' - ordem vinda do caos. Crie o caos e então ofereça uma maneira para restabelecer a ordem. Sua ordem.
As massas são agrupadas e dirigidas por muitas e variadas formas de controle mental e emocional. É o único modo que isto poderia ser feito. Poucos não podem controlar bilhões de pessoas fisicamente, da mesma maneira que animais de fazenda não podem ser controlados fisicamente a menos que um grande número das pessoas esteja envolvido. Dois porcos escaparam de um matadouro na Inglaterra e iludiram a captura por tanto tempo, apesar dos esforços de muitas pessoas para pegá-los, que eles se tornaram celebridades nacionais. Controle físico da população global não pode funcionar. Mas isto não é necessário quando você pode manipular a maneira como as pessoas pensam e sentem ao ponto em que elas "decidem" fazer o que você quer que elas façam e exigem que você introduza leis que você quer introduzir. Há um provérbio velho, bem velho que diz: "se você quer que alguém faça algo, faça com que ele acredite que a idéia é dele". a mente da Humanidade está controlada e só ligeiramente mais consciente do que um zumbi. Longe disso? Não. Eu defino controle mental como a manipulação da mente de alguém de forma que ele pense, e então aja, do modo que você quiser. Depois desta definição, a questão não é quantas pessoas têm suas mentes controladas, mas quantas não têm. Todos são controlados em uma maior ou menor extensão. Quando você é persuadido por um anúncio ou exagera na compra de algo que você realmente não quer ou precisa, sua mente está sendo controlada. Quando você lê ou ouve uma notícia viciada e permite que ela afete sua percepção de uma pessoa ou evento, você está sendo controlado. Olhe só para o treinamento das forças armadas. É puro controle da mente. Desde o primeiro dia dizem para você aceitar ordens sem questionar e se alguém com um boné pontudo lhe diz para atirar em alguém que você nunca encontrou e não sabe nada sobre ele, você tem que atirar sem questionar. Esta é a mentalidade do "Sim senhor!". E isto também penetra o mundo não-militar. "Bem, eu sei que não está certo, mas o chefe me disse que fizesse isto e eu não tive escolha." Não teve escolha? Nós sempre temos uma escolha. Nós temos escolhas que gostaríamos e escolhas que não gostaríamos de fazer. Mas sempre temos uma escolha.
A lista de técnicas de manipulação da mente é infinita. Eles querem sua mente porque quando eles a têm, eles têm você. A resposta está em pegar nossas mentes de volta, pensando por nós mesmos e permitindo que os outros façam o mesmo sem medo do ridículo ou de condenação pelo crime de ser diferente. Se nós não fizermos isso, A Agenda que eu estou expondo será implementada. Mas se nós recuperarmos o controle de nossas mentes e alcançarmos soberania mental, A Agenda não poderá acontecer porque a fundação de sua existência terá sido tomada. Eu tenho falado e pesquisado em mais de 20 países e eu vejo o mesmo processo em todos eles. Políticas e estruturas idênticas são introduzidas em linha com uma Agenda Global, contudo ao mesmo tempo há um despertar global bastante óbvio. Cada vez mais pessoas ouvem o despertador espiritual e emergem de suas sonecas mentais e emocionais, do transe terrestre. Qual força vai prevalecer nestes anos do Milênio até 2012? Isso é com a gente. Nós criamos nossa própria realidade por nossos pensamentos e ações. Se nós mudamos nossos pensamentos e ações nós mudamos o mundo. Simples assim.
Tudo é consciência em diferentes manifestações e nós estamos interagindo com outros campos de energia vibracionais a cada momento de nossas vidas. Nós sentimos isto freqüentemente quando encontrarmos alguém e sentimos suas "vibrações" ou quando vamos para uma casa e ou sentimos incomodados ou imediatamente em casa. É a energia da pessoa ou do lugar que nós estamos sentindo. Como nós estamos vivendo dentro dos campos de energia da Terra, somos constantemente afetados pelo seus estados vibracionais. Os reptilianos sabem disto e aqui você tem outra razão para o simbolismo e ritual deles em uma escala tão obsessiva. Tudo ressona a uma freqüência, e símbolos são exemplos muito poderosos disto. Um símbolo é uma representação física de um pensamento. O que aquele símbolo significa pra você é a energia que ele ressonará. Um obelisco simboliza a energia sexual masculina e, dessa forma, é a energia que ele gera e atrai. A cúpula representa o útero, a fêmea, e essa é a energia que ela gera e atrai. O mesmo com um pentagrama, uma tocha iluminada, o que quer que seja. Se eles são colocados em pontos de vórtice particularmente poderosos e em pontos sobre os cruzamentos magnéticos da Terra, afetarão o estado vibracional do campo de energia global mais eficientemente. Acontece o mesmo com as plantas geométricas de ruas e a colocação geométrica de certos edifícios em relação uns aos outros. O assassinato do Presidente Kennedy em um ponto de vórtice poderoso como o Dealey Plaza, e a energia do pensamento humano de horror, aflição e medo focalizada lá, teve um efeito volumoso na ressonância vibracional da energia da Terra. O mesmo, ou até mais, com a morte da Princesa Diana naquele Local de energia lunar em Paris. tudo isso é parte do feitiço lançado pelo reptilianos nas emoções e na mente humana para nos desligar de nosso verdadeiro e infinito poder. Também, quanto mais nós somos manipulados a sentir emoções negativas por estes e por outros eventos, mais nós geramos nosso próprio medo nos campos da Terra, e a espiral descendente continua.
Há outro ponto aqui que é altamente relevante. Pesquisas têm mostrado que há um pulso, um sinal elétrico, que é gerado do centro, da Via-Láctea para nosso Sol (e outros sóis) e de lá para a Terra. esse pulso é apanhado então pelo coração humano, passa pelo cérebro, e de lá vai para as células do corpo. Quando esse pulso, que ressoa, passa por esse caminho intacto e inalterado, o ser humano está em harmonia com o cosmo. Cada célula está conectada, e em harmonia com o pulso cósmico. Porém, emoções de baixa vibração e desequilíbrio bloqueiam o caminho e quebram o circuito e, uma vez mais, nos desconecta da Terra e da amplitude do universo. A conexão coração-cérebro tem sido quebrada na maioria das pessoas pela separação da cabeça e do coração, do intelecto e da intuição, do físico e do espiritual. A razão pela qual os reptilianos estão acelerando a sua Agenda tão rapidamente hoje é que eles sabem que têm um desafio colossal em suas mãos. A criação é governada por ciclos de energia. Em um nível, nós os vemos nas estações da Terra, primavera, verão, outono e inverno. Mas há também ciclos muito maiores, e esses têm sido registrados em números e símbolos pelos povos antigos como os Sumérios, egípcios, hindus, chineses, os Mayas da América Central e os Americanos nativos como os Hopi do Arizona. Esses mediam os ciclos de energia solar, lunar e outras energias cósmicas que transformam os campos de energia da Terra e assim transformam a vida neste planeta. Nós estamos agora no meio de talvez o maior desses ciclos, um que acontece, segundo estimativas, só uma vez a cada 26.000 anos, e o calendário Maya prevê que o ponto crítico de mudança é 12 de dezembro de 2012. Esse é o real ponto focal da transformação, não o manufaturado Milênio. Estes ciclos de consciência são como entradas ou portais que se abrem para aqueles que estão pronto para passar para um estado muito mais alto de consciência. Eu vejo isto como um tipo de relógio cuco no qual, em certos momentos-chave, a porta ou portal se abre. Quando estes portais são perdidos, o ciclo começa novamente até outro portal abrir. Mas o que nós estamos encarando agora, ao que parece, não é um portal, mas sim um vasto abismo de oportunidades para uma transformação global que desafiará todas as crenças atuais. Textos de escolas religiosas e de mistério têm previsto isto abertamente ou simbolicamente por milhares de anos. Agora a evidência física, espiritual e, crescentemente, científica pode confirmar que a denominada "Grande Mudança das Eras" está sobre nós.
Uma série de eventos, descrita por Gregg Braden em Despertando Para o Ponto Zero, tem confirmado que os tempos estão mudando. Em 1991 foi identificada uma nova freqüência ressonando do centro da espiral de nossa Galáxia e em 1994 a sonda Ulysses foi enviada para investigar mudanças no Sol. Desde a metade dos anos 80, houve um tremendo aumento nas chamas solares e nas explosões de raios-x, e Ulysses descobriu que o campo magnético do Sol estava diminuindo rapidamente. As leituras nos pólo norte e no pólo sul e no equador estavam "muito mais baixas do que o esperado". Também, enquanto o Sol está esfriando, os planetas do sistema solar, especialmente os mais afastados, estão aquecendo. Isto sugere que a fonte de calor planetário vem de dentro, embora isto possa ser estimulado por mudanças magnéticas e elétricas no sol. Ao mesmo tempo em que estas mudanças estavam acontecendo no Sol, uma tempestade em Júpiter, primeiro documentada pelos chineses 3.000 anos atrás, também mostrou mudanças súbitas. Uma vasta espiral dentro desta tempestade começou a girar na outra direção. As ondas de choque e outros fenômenos causados pela colisão do cometa shoemaker-levy em Júpiter em 1994 também têm afetado todo o sistema solar, inclusive a Terra. O que está claro é que as mudanças no campo magnético do Sol têm se refletido aqui.
A Terra é um imã gigantesco com diferentes níveis girando para criar um campo magnético. Quanto mais rápido a Terra gira, mais poderoso e denso é o campo magnético. Dois mil anos atrás este campo magnético atingiu o ápice de sua intensidade no ciclo atual e vem caindo desde então, a medida em que o planeta tem girado cada vez mais lento, Braden diz. O campo está agora 50% menos poderoso do que estava 1.500 anos atrás e a velocidade desta queda está aumentando muito depressa. Não há nenhuma razão para pânico porque tudo isso é parte de um ciclo natural, uma versão mais longa e infinitamente mais poderosa das estações anuais. Junto com isso vem a notícia de que a freqüência de ressonância da Terra ou, se preferir, a sua pulsação, está aumentando rapidamente. Esta freqüência, chamada de Freqüência Ressonante de Base ou Ressonância de Cavidade de Schumann, foi identificada em 1899. Entre 1899 e a metade de 1980, manteve um pulso constante ao redor de 7.8 Hertz ou 7 ciclos por segundo. Mas de 1986-87 começou a acelerar. Ao final de 1995 tinha alcançado 8.6 de acordo com algumas estimativas e os últimos números que eu ouvi estavam acima de dez e ainda subindo. Gregg Braden acredita que no ano de transformação Maya de 2012, a ressonância da Terra poderia ser de 13 ciclos por segundo enquanto que o seu campo magnético poderia estar no zero ou próximo disso. Ele chama isso de Ponto Zero, quando o campo magnético da Terra desaparecerá porque o planeta terá parado de girar. Isto não significa que não haverá gravidade porque ela é criada por outros fenômenos, não pela rotação do planeta. Algo assim parece ter acontecido pelo menos 14 vezes nos últimos 4.5 milhões de anos. O último é calculado ter sido aproximadamente há 11-13.000 anos atrás, uma janela de tempo que corresponde com muitas estimativas do fim da Atlântida e o começo da recuperação daquele grande cataclismo depois de aproximadamente 10.500 AC. 13,000 anos atrás teria sido o ponto intermediário no Grande Ciclo de 26,000 anos que está terminando agora, outro tempo de grande mudança. Eu não estou dizendo que a Terra vai deixar de girar, mas eu certamente não descartaria essa possibilidade.
Porém, pode ser que tenha havido uma troca dos pólos magnéticos mais recentemente, aproximadamente 3.500 - 3.600 anos atrás, de acordo com o exame do gelo em Greenland e nas regiões polares. Toda vez que a Terra sofreu uma rápida queda no campo magnético como a que nós estamos vendo agora, resultou em uma troca de pólo que é quando o norte e o sul magnéticos trocam de lugar. Pessoas como Braden, estimam que a Terra deixará de girar durante alguns dias antes de começar a girar na direção oposta. Como você pode ver, quando o fluxo de eletricidade de uma barra de ferro é invertido, os pólos se invertem. A medida em que o planeta girar na direção oposta, o fluxo de eletricidade se inverterá e, conseqüentemente, os pólos também se inverterão. Se o planeta deixasse de girar, um lado da Terra estaria em constante claridade e o outro em constante escuridão nesse período, e isso é o que os antigos disseram que aconteceu há milhares de anos atrás. Os peruanos falam sobre a 'longa noite' de três dias e na Bíblia há referência a um dia durando 20 horas, o dia mais longo. A Tribo Hopi registra como o Sol nasceu duas vezes em um dia. Primeiro nasceu no oeste e se pôs no leste e depois nasceu no leste e se pôs no oeste - o ciclo que permanece desde então. Outros contos antigos dizem que o Sol costumava nascer no oeste e se pôr no leste, outra indicação de que a Terra costumava girar em outra direção. No começo dos anos 90, quando eu estava apenas acordando para essas coisas, me foram dadas algumas informações canalizadas por uma psíquica que disse: “O mundo está mudando e o norte se tornará o sul e o leste, oeste. Assim foi comandado desde o começo do tempo.” Brian Desborough, o cientista-investigador da Califórnia, também me falou que alguns importantes eventos geofísicos estão acontecendo, os quais estão sujeitando as telecomunicações a um blecaute. Ele confirma que o campo geomagnético da Terra está caindo rapidamente e logo alcançará o zero. Ele acredita, assim como eu, que nós estamos iniciando um passeio geologicamente muito acidentado. O Serviço Geológico dos EUA diz que o campo magnético da terra cai para zero a cada 500.000 anos, e então lentamente se reconstrói, e que estes são períodos de cataclísmicas mudanças na Terra, terremotos e vulcões, por causa da parada temporária na rotação do planeta. Eu acho que isso acontece mais freqüentemente do que se supõe.
De acordo com os contatos de Brian, o campo magnético do Sol já caiu pra zero e parece ter alcançado um nível mais alto de conversão de hidrogênio em hélio. Ele diz que as chamas solares estão sendo emitidas acima e abaixo do equador do Sol a uma latitude de 19.5 graus. Este é o ponto onde é trocada energia entre esferas giratórias e é nesta latitude na Terra que as pirâmides ficam situadas. A energia que é recebida do Sol a estas latitudes deve ser agora fenomenal.
Nós temos seguido a conexão entre mudanças na ressonância vindas do centro da galáxia, com as mudanças no sol e com as mudanças na Terra. Isso segue em frente de lá para o coração humano, e então para o cérebro e depois para cada célula do corpo. Quanto mais você abre o seu coração, mais poderoso este fluxo fica e mais rápido você se sincronizará com as vibrações ascendentes e alcançará um estado mais alto de consciência. Se você fechar o seu coração e sua mente, você estará resistindo a estas mudanças e uma quantidade cada vez maior de sua energia será gasta nessa luta contra as mesmas energias que transformarão sua vida e o libertarão. Também o seu corpo crescentemente sairá de sincronia com a energia ao seu redor e as conseqüências físicas, mentais e emocionais serão óbvias. Você pode tentar nadar contra a correnteza desse enorme oceano, ou você pode relaxar, deitar-se em uma bóia e deixar as coisas fluírem naturalmente. É sua escolha, e não importa o que aconteça, você sempre viverá. Se nós nos permitirmos sermos tocados por essa luz de alta freqüência, nossos corpos se consertarão e nós não envelheceremos. Nós viveremos em corpos físicos indefinidamente se nós assim desejarmos e nossos poderes mentais e psíquicos não conhecerão nenhuma limitação. Se também está correto que nós estamos entrando em um volumoso campo elétrico chamado de Cinturão de Fótons, nós vamos experimentar algumas coisas surpreendentes. Os antigos sabiam destes grandes ciclos de mudança e todos os calendários antigos dos egípcios, dos Mayas, dos Tibetanos, dos chineses e de outros terminam no período em que nós estamos vivendo agora. O calendário egípcio data de aproximadamente 39.000 anos atrás e o Maya talvez 18.000 anos. O Maya disse que haveria um período de transição entre o velho e o novo mundo, a medida em que uma versão de tempo fosse substituída por outra. Eles chamaram esse período de "Sem Tempo" e eles disseram que isso vai começar em julho de 1982 e conduzir à uma mudança no dia 12 de dezembro de 2012. O efeito de tudo isso na humanidade é fácil de ver. Eu visitei mais de 20 países nos últimos anos e há um despertar acontecendo em todos eles. Contudo, a maioria ainda não despertou, mas os números estão aumentando dia-a-dia a medida em que este despertador espiritual tira as pessoas de suas sonecas. É a aceleração da vibração da Terra, e da galáxia em geral, que está dando a impressão de que o tempo está passando cada vez mais rapidamente. Isso é uma ilusão porque, na verdade, não há nenhum tempo, mas nos sentimos dessa forma porque a freqüência está ficando mais rápida. Eu lembro que me foi dada uma comunicação canalizada por uma psíquica no começo dos anos 90, a qual disse que estava chegando o dia em que o tempo parecerá estar se movendo tão depressa que será assustador. Esse momento está próximo. Não há nada com o que se preocupar, é só um ciclo natural, mas apresentará muitos desafios e, conseqüentemente, oportunidades infinitas.
O universo, como o todo do mundo físico, é um holograma - colunas de luz colidindo para criar o aspecto de forma tridimensional. É como lançar pedras em uma lagoa e assistir as ondas colidirem e criarem padrões. Dois cientistas nos Estados Unidos, Terrance e Dennis McKenna, sugerem que o universo é um holograma de 64 ondas ou escalas de tempo e é por isso que nós temos os 64 hexagramas do I-Ching, 64 chaves da Árvore da Vida, e os 64 cordões do DNA. A análise do computador deles sugere que todas essas 64 ondas atingirão juntas o ápice em 2012. Isto fará com que os próximos anos sejam um período de mudanças estarrecedoras. Os McKennas dizem que a velocidade da mudança tem dobrado dentro de um período cada vez menor, se manifestando como os saltos no desenvolvimento tecnológico neste século. Projetando adiante, eles dizem que isto continuará pelo ano de transformação de 2012 quando em um período de 384 dias haverá mais transformações de consciência do que em todos os ciclos anteriores juntos. Depois disso, haverá um ciclo de seis dias dentro do qual eventos se moverão ainda mais rapidamente e nos últimos 135 minutos haverá outros dezoito enormes saltos na consciência humana, culminando no último 0.0075 de um segundo quando outros 13 acontecerão. Eu não acho que nós estaremos assistindo a alguma novela enquanto isto estiver acontecendo. “Querido, eu acho que acabei de passar por várias transformações existenciais enquanto estava assistindo àquele comercial. Aceita uma xícara de chá?”
Figura 2: O dramático aumento das chamas solares que estarão bombardeando a Terra pelos primeiros anos do Milênio. Estes são os números das principais explosões em cada mês.
Enquanto eu escrevo estas palavras o ciclo das chamas solares está aumentando rapidamente e rumando ao seu poder e efeito máximos entre 1999 e 2002 (veja a Figura 2). Essa não é a transformação, mas é parte do ciclo. É muito significante que o culto solar do reptilianos-humanos deveria criar uma medida de tempo que sincronizasse o ano 2,000 deles com o pico das explosões solares neste ciclo (ciclo 23 como é conhecido). Essas tempestades solares de energia altamente carregada provavelmente aumentarão a força de temporais, mudanças no tempo, incríveis espetáculos no céu ao nascer do Sol e, possivelmente, causarão cortes de energia e mau-funcionamento de satélites. As bases subterrâneas e cidades construídas pela Elite neste século estão em preparação para as mudanças monumentais que vão acontecer até 2012. O satélite Telstar 401 foi destruído por, aparentemente, densidades elétricas mais altas do que o normal e isso não é nada comparado com o que está por vir. Em março de 1989 a rede elétrica de Quebec, no Canadá entrou em colapso por dois minutos entre uma tempestade de energia solar semelhante e, novamente, são esperadas tempestades muito maiores. É esperado que as principais tempestades geomagnéticas atinjam o ápice entre 1999 e 2002; tempestades severas deveriam atingir o ápice entre 1999 e 2005; e o ano para o número máximo de pequenas tempestades por dia é predito para ser 2005, a medida em que o ciclo solar 23 entra em declínio. As maiores chamas deste ciclo solar são estimadas em serem 10.000 vezes mais poderosas do que as observadas na metade dos anos 90.
Os Reptilianos têm tecnologia para mexer com o clima e eles a usam, não há nenhuma dúvida sobre isso. Mas os fenômenos que eu descrevi até aqui são a verdadeira razão para as dramáticas mudanças nos padrões globais do clima, os quais estão ficando mais extremos a cada mês. Nós ainda não vimos nada. Como eu disse, entre grande ridículo público na Inglaterra no começo dos anos 90, mudanças enormes em padrões climáticos serão prováveis neste período, junto com efeitos geológicos a medida em que a Terra se reestrutura e prepara o seu corpo para a mudança, da mesma forma que os humanos estão tendo que fazer. Nós e a Terra estamos sendo desafiados a sincronizar nossa consciência e sua expressão física com as freqüências que estão se acelerando rapidamente e que estão agora inundando o planeta. Os Reptilianos estão buscando desesperadamente esconder estes fatos colocando a culpa pelas mudanças no clima no "efeito estufa" ou "El Nino". Eles sabem que uma vez que as pessoas percebam que algo muito diferente está acontecendo, os dominós cairão e o jogo estará acabado. Foram os Reptilianos que criaram o Movimento New Age para desviar o despertar. O termo New Age é o nome de uma revista Maçônica. Uma escrava mente-controlada do Governo americano, agora recuperada, me confirmou que o movimento New Age foi secretamente lançado por Henry Kissinger e outros, enquanto ela estava sobre o seu controle na década de 70. Sempre que eu faço estas observações, os "New Agers" rejeitam a idéia porque eles dizem que os Reptilianos não iriam querer que as pessoas tivessem uma visão diferente da vida. Não, não em um mundo ideal, mas este não é um mundo ideal para eles porque as mudanças de energia estão acordando as pessoas. Os Reptilianos sabiam que essas mudanças estavam vindo e qual seria o seu efeito. Eles não puderam pular para dentro de uma espaçonave e mexer com o Sol ou ir até o centro da galáxia para desligar essa nova vibração. A única alternativa deles era seqüestrar esse despertar de consciência e conduzi-lo para uma outra religião-de-regras-e-regulamentos, onde ele não seria nenhuma ameaça à Agenda dos Reptilianos. Eles têm feito isso com o Movimento New Age. Há algumas pessoas muito sensatas e conscientes dentro do movimento fazendo um grande trabalho, mas tantos outros estão em negação do que está acontecendo no mundo. Eles estão sendo enganados por outras entidades dimensionais, por transmissões dos Reptilianos nas freqüências psíquicas e por comunicações canalizadas vindas dos níveis mais baixos da quarta dimensão. Eles se sentam ao redor de suas velas ou esperam que um "comando Ashtar" extraterrestre venha e os arrebatem para fora do planeta em uma espaçonave. Ashtar é uma mistura, um jogo de palavras com deidades antigas como Ashteroth e Ishtar, outro nome para a Rainha Semiramis. Muitos da mentalidade New Age nem mesmo falarão sobre a manipulação dos Reptilianos porque "é negativo". Sim é, e ficará desse jeito até nós tomarmos conhecimento e mudarmos isto. Correr ou ficar pairando perto do teto não fará diferença. A maior parte do movimento New Age não busca espiritualidade como mudança, mas espiritualidade como escapismo. Ele está suprimindo e desviando o despertar, não avançando.
Nós estamos claramente sendo preparados para revelações sobre os reptilianos, porque as energias de freqüência mais altas e altamente carregadas, aumentarão dramaticamente o número de pessoas que vêem os reptilianos da mais baixa quarta dimensão. Arizona Wilder me falou que o número de rituais de sacrifício tem aumentado maciçamente desde os anos oitenta porque os reptilianos precisam de cada vez mais sangue humano e energia para manter a sua forma humana. Eles precisam que as pessoas estejam micro-controladas antes deles serem vistos abertamente como répteis por causa do avanço das mudanças vibracionais. As mudanças estão tirando a máscara vibracional dos reptilianos e a verdade terá que vir à tona. Em preparação para isto há uma lista muito longa de filmes e programas de televisão para os adultos e crianças sobre répteis-humanóides, amigos e inimigos. Eu tenho mencionado A Chegada e V: A Batalha Final, mas existem muitos mais. Em Stargate, a história da viagem no tempo para um Egito antigo controlado por extraterrestres, a possível natureza réptil do "alien" é revelada quando a pele dele é arrancada fora no fim. Stargate: SG-1 continua o tema dos reptilianos ocupando forma humana; Mina Inimiga e Dreamscape, ambos estrelados por Dennis Quaid, mostram répteis-humanóides; Theodore Rex é sobre um dinossauro vertical-ambulante de sete pés de altura; Babylon 5, a série de televisão, inclui os répteis-humanóides chamados de Narns e o mesmo tema pode ser visto em Jornada nas Estrelas; Jornada nas Estrelas - A Próxima Geração; Zona Espacial; Busca Marítima DSV; Limites Siderais, e em muitas outras. O Parque dos Dinossauros e O Mundo Perdido, ambos de Steven Spellberg, trazem os dinossauros de volta à vida e a sua animação de vídeo para crianças, Nós Estamos de Volta, mostra dinossauros falantes de duas pernas. Em uma cena um T-Rex é levado para uma espaçonave, dotado de inteligência e levado adiante no tempo até o presente. Filmes e séries de televisão para crianças estão cheios de imagens de répteis. Mario Brothers é baseado na idéia de que os dinossauros não foram extintos pelo meteorito e que, na realidade, o impacto criou uma dimensão paralela onde os dinossauros continuaram a viver e prosperar e evoluíram para humanóides inteligentes. Os heróis do filme entram em uma passagem subterrânea onde eles caem nessa outra dimensão e lutam com dinossauros-humanóides para impedir a invasão desta dimensão. Dinotopia e Dinotopia: O Mundo Subterrâneo, os livros para crianças por James Gurney, conta histórias sobre um mundo intraterreno no qual reptilianos inteligentes e dinossauros vivem debaixo do chão com humanos. A Terra Dos Perdidos mostra uma família que volta no tempo para uma terra dominada por dinossauros onde eles são atacados por uma raça de humanóides-répteis chamados de Sleestak. Em um episódio, um humanóide reptiliano estuda humanos que irradiam "calor emocional" - a energia emocional humana na qual os reptilianos prosperam. A série para crianças, Barney, é sobre um amigável réptil e Tartarugas Ninjas Mutantes são as lutadoras anfíbio-répteis contra o crime e a injustiça. Dinossauros, no começo dos anos 90, foi um programa de televisão para crianças sobre uma amável família de dinossauros, interessantemente chamada de família Sinclair! Um deles é chamado de Earl! (Conde). Desenhos como Dinosaucers; Liga Mutante; G. L. Joe e Dino Power House Também incluem seres répteis inteligentes. Uma coincidência? É Claro que não.
Por muito tempo os Reptilianos têm se preparado para impedir a humanidade de fazer a mudança de consciência. A natureza hierárquica da estrutura de controle deles, tem lhes permitido promover o mesmo plano por incontáveis instituições e agências diferentes. Primeiro eles nos atacaram no nível físico com drogas, suplementos alimentares e fluoreto na água. Os métodos antigos de curar (conhecidos hoje como alternativos ou complementares) estão sobre constante agressão dos estabelecimentos médicos que estão cheios de Maçônicos e sobre o controle do cartel farmacêutico dos Reptilianos. O império Rockefeller sozinho agora possui mais que 60% da indústria farmacêutica dos Estados Unidos. Este, e as outras asas do cartel farmacêutico global, patrocinam as "pesquisas" de novos tratamentos e, é claro, estes "tratamentos" sempre acontecem de serem drogas. Há um livro excelente que documenta isto chamado A Máfia Médica escrito por um doutor canadense, Guylaine Lanctot que está disponível através da Bridge of LovePublicações. O cartel farmacêutico se integra com os principais produtores mundiais de "comida" como a Nestlé, Kellogg, Proctor e Gamble e o resto. Por esta rede os Reptilianos podem orquestrar um ataque combinado no corpo humano e nos seus processos mentais através de drogas, vacinas e suplementos alimentares. Animais e comida geneticamente modificados também fazem parte disto. Quando um dos cientistas britânicos envolvido no desenvolvimento de comida geneticamente modificada questionou sua segurança publicamente, ele foi imediatamente despedido. E isso aconteceu em um país supostamente com liberdade de expressão. O Flúor que é colocado na água e em outros produtos é um supressor mental, bem como os adoçantes como o aspartame que você acha hoje em quase todas as bebidas suaves. Estes suplementos são projetados para tornar mais difícil para o cérebro e para as células se sintonizarem nas novas freqüências. Os Trabalhadores das fábricas de comida não têm nenhuma idéia do que eles estão fazendo, porque eles só seguem ordens. As decisões estão sendo tomadas em um nível muito mais alto. O mesmo acontece com as vacinações, uma das maiores de todas as fraudes médicas. Os doutores (a maioria deles) e as enfermeiras não têm nenhuma idéia do dano que eles estão fazendo ao corpo, à mente e ao sistema imunológico de uma criança quando eles administram as vacinas. Mas esses que orquestram os programas de vacinação certamente sabem. Os Reptilianos também criaram uma rede altamente complexa de tecnologia para capturar a consciência coletiva humana e desligá-la do resto do seu eu multi-dimensional. Isso começa no espaço com a tecnologia de "Guerra nas Estrelas" que é parte de uma vasta teia eletromagnética dentro e ao redor da Terra. Ela inclui: Transmissores de Freqüência Extremamente Baixa (ELF) que estão difundindo os seus sinais por todo o mundo; transmissões de microonda as quais incluem ataques diretos naqueles que os Reptilianos desejam matar ou desacreditar por manipulação da mente; as redes de telefones móveis que causam um enorme dano mental e físico e permitem que o dono seja localizado até mesmo quando o telefone está desligado; emissões de televisões, fornos de microondas e outras tecnologias; e, é claro, o microchip. A razão principal para a campanha por uma população micro-controlada é para suprimir o despertar e nos desconectar dos pulsos que estão nos libertando. Um cientista da CIA me contou que a implantação de microchips dará o controle dos pensamentos, das emoções e da saúde física das pessoas aos Reptilianos.
Um contato no mundo financeiro, que aceita a conexão reptiliana por sua própria experiência, me deu algum pano de fundo interessante para os sistemas de energia modernos. Ele tinha trabalhado com vários inventores de energia livre (grátis), e ele percebeu que essa tecnologia de energia livre trabalhava na direção "horária", e assim, estava em harmonia com o giro dos chakras. Mas, a maioria da tecnologia elétrica convencional era "anti-horária", portanto em conflito com os chakras. Ele acreditava que isto estava ajudando a fechar o sistema de chakras e desligar a humanidade de outros níveis de consciência. Esta é uma razão por que os Reptilianos têm suprimido, freqüentemente através de assassinatos, o desenvolvimento da tecnologia de energia livre. Os sistemas mais comuns de instalação elétrica nas casas funcionam a 60 ciclos por segundo que é muito prejudicial ao corpo e afeta a atividade das ondas cerebrais.
 

Figura 3: Os Reptilianos buscam aprisionar a psique humana no cérebro esquerdo, a parte "racional" que só acredita no que pode ver, tocar, ouvir ou cheirar. O sistema de "educação" e a mídia são estruturados com essa intenção e a maioria dos professores, conferencistas, cientistas e jornalistas também são prisioneiros do cérebro esquerdo.
Figura 4: quando nós abrimos nossos corações e mentes nós ativamos o cérebro direito e, conseqüentemente, a intuição e a inspiração que nos conecta com o cosmos.
Brian Desborough me falou como as pessoas desenvolvem doenças e outros problemas se a cama delas é colocada contra uma parede que tem instalação elétrica interna. As suas reclamações freqüentemente desaparecem se eles movem a cama alguns pés pra longe da parede. Nós vivemos em um oceano pulsante de eletromagnetismo gerado pela "moderna" tecnologia e isto está constantemente afetando a saúde física, mental e emocional humana. A mente, o corpo e as emoções humanas estão sofrendo uma incrível agressão na contagem regressiva para a Grande Mudança porque os Reptilianos estão desesperados para assegurar que a humanidade como um todo não faça o salto de consciência que nos levará além das freqüências reptilianas.
Os Reptilianos também têm estruturado o sistema de "educação" e a mídia para fechar as pessoas no que eu chamo a prisão do cérebro esquerdo. O cérebro esquerdo é a área que lida com a visão física do mundo, pensamentos "racionais" e tudo aquilo que pode ser visto, tocado, ouvido e cheirado (veja a Figura 3). O cérebro direito é nossa intuição e nossa conexão com dimensões mais altas. É onde você acha o artista e a criatividade, inspirados por nossa singularidade de pensamento e expressão (veja a Figura 4). O sistema de ensino e seus parceiros, como a mídia e a ciência, são projetados para falar ao cérebro esquerdo e para desligar os pensamentos do direito. É por isso que os gastos com as artes nas escolas estão sendo cortados por todo o mundo e programas rígidos para o cérebro esquerdo estão sendo impostos. A "educação" enche o cérebro esquerdo com informações, muitas das quais são mentirosas e inexatas, e exige que elas sejam armazenadas e então regurgitadas na hora da prova. Se você faz isso como um robô você passa. Porém, se você filtra a informação pelo cérebro direito e diz “Ei, essa droga não pode ser verdade", você não passará, apesar de que você estará dizendo a verdade. A educação não é maravilhosa?
Com o medo como a maior arma dos reptilianos, o plano é criar eventos, reais e fabricados, que criarão muito medo pelos anos que faltam para 2012. Isto inclui um plano para começar uma terceira guerra mundial através ou da estimulação do mundo muçulmano a uma "guerra santa" contra o Ocidente, ou usando os chineses para causar um conflito global. Talvez ambos. As bombas colocadas perto das embaixadas dos EUA na África em 1998 e a resposta americana com bombardeios de alvos islâmicos é tudo parte disto. Um dos planos-chave deles é chamado Projeto Bluebeam. Um dos elementos desse projeto é usar satélites geradores de lasers na rede "Guerra nas Estrelas" em diferentes partes do mundo para projetar imagens holográficas no céu de OVNI's, Jesus, Maomé, Buddha, Khrishna, etc. Com cada sistema de crença convencido de que o salvador deles chegou, o potencial para enormes conflitos religiosos é óbvio. Mensagens serão transmitidas (como elas já estão sendo) na Freqüência Extremamente Baixa (ELF), na Freqüência Muito Baixa (VLF), na Freqüência Baixa (LF) e nas faixas de microondas que podem ser recebidas pelo cérebro humano. Esta tecnologia está altamente sofisticada hoje em dia, e muitas pessoas acreditarão que "Deus" e o seu salvador está falando com eles, quando na verdade serão os manipuladores reptilianos. Muitas informações canalizadas já estão vindo desta fonte. O Projeto Bluebeam também envolve a manifestação de fenômenos "sobrenaturais" de muitos tipos para aterrorizar a população e entre o terror e o conflito, também por imagens holográficas no céu, o "Salvador" fabricado pelos Reptilianos virá. Também deve ser enfatizado, quando nós consideramos o Projeto Bluebeam, que os fenômenos dos círculos nas plantações não têm que ser necessariamente extraterrestres ou "sobrenaturais", como a maioria dos investigadores acredita. Poderia ser, mas não tem que ser. No período anterior ao primeiro aparecimento dos complexos padrões nas plantações nos anos 80, a tecnologia que poderia criá-los já tinha sido desenvolvida. Era um dispositivo que projetava uma coluna de raios-gama de alta freqüência que foi desenvolvido para o exército. Algumas das principais características dos círculos genuínos (muitos são uma fraude) são: os talos dobram na junta mais baixa e não quebram; a estrutura da célula muda; os padrões dos círculos emitem microondas; animais mortos dentro dos círculos são carbonizados; um som de alta freqüência ou um barulho de click é ouvido quando o padrão é formado; luzes de plasma às vezes são vistas. Cada um destes efeitos seria causado pela coluna de raios-gama do dispositivo. O cientista e pesquisador Brian Desborough diz:
“A coluna de raios-gama de alta freqüência faria com que a umidade nas juntas fervessem, inchando e amolecendo as células das juntas e fazendo com que a palha dobrasse na direção do raio. Tais colunas são capazes de criar detalhes extremamente precisos; o som de alta freqüência que é emitido dos círculos recentemente formados sugerem fortemente que os sistemas de colunas empregados neste ato enganoso integram a tecnologia de Mossbaur. O solo dentro do círculo emitiria radiação e qualquer criatura infeliz o bastante que fosse irradiada pela coluna de raios seria carbonizada... antes de começar um círculo na plantação, a coluna de raios-gama precisaria de ajuste para o foco e intensidade. Isso poderia ser a explicação para as depressões circulares menores normalmente encontradas adjacentes ao círculos nas plantações.”
Algumas pessoas perguntarão por que, se eles são feitos pelas autoridades, tal esforço teria sido feito para os desacreditar com fraudadores, até o ponto onde a mídia agora os ignora. É uma pergunta muito boa, mas o fato de que a tecnologia humana pode fazê-los permanece, e nós deveríamos saber disso. Desborough sugere que o vôo 800 da TWA, o jumbo que explodiu logo após a sua partida de Nova Iorque, foi atingido por uma coluna de raios de Mossbaur. A autópsia nas vítimas revelou que o sangue delas tinha coagulado nas veias e os seus cérebros tinham virado uma "pasta". Isso é o que a arma produziria, e na ocasião a aeronave estava voando perto da Base Naval de Pesquisas Brookhaven, onde esta mesma arma foi desenvolvida.
A fraude OVNI
A ambição principal do Projeto Bluebeam é convencer as pessoas de que a Terra está sendo invadida por extraterrestres. É vital que nós não acreditemos nisso. Os extraterrestres não estão invadindo, eles têm estado aqui por milhares de anos e eles se parecem, na superfície, com você ou comigo. Em 1938 o ator Orson Welles disse estar transmitindo ao vivo de um local em New Jersey onde os "aliens" haviam aterrissado. Ele não estava em New Jersey, estava transmitindo de um estúdio de uma rádio usando atores e efeitos especiais. O programa, uma radiodifusão do "romance" A Guerra dos Mundos por H. G. Wells, causou pânico no lugar em que os marcianos estavam supostamente invadindo. Um sujeito cometeu suicídio e houve engarrafamentos de pessoas tentando escapar porque eles pensaram que os marcianos tinham chegado. Welles disse que foi só uma brincadeira e que as pessoas tinham entendido mal. Isso foi na verdade um experimento para ver como as pessoas reagiriam à uma situação como essa e eles usaram uma história escrita por H. G. Wells, um clone dos Reptilianos que defendeu a Agenda reptiliana, incluindo o controle mental em massa. Pense nisso. Se você quisesse uma desculpa para centralizar globalmente todos os governos, as finanças, os exércitos, a polícia e outras instituições, você precisaria de uma ameaça à todo o planeta. Que melhor desculpa do que inventar que as pessoas estão sendo invadidas por seres do espaço? Você teria um problema global, uma exigência global de que “Algo precisa ser feito” e uma oportunidade para oferecer uma solução global: um governo mundial e um exército para enfrentar essa ameaça. Esse é o plano para o qual nós estamos sendo preparados.
De volta aos anos 60 durante a administração Kennedy, é reivindicado que um grupo de 15 experts nos seus vários campos foram reunidos para produzir um relatório sobre maneiras de controlar a população e centralizar o poder sem o uso de guerras. Ele ficou conhecido como o Relatório da Montanha de Ferro, uma instalação subterrânea no Estado de Nova Iorque onde eles celebraram os seus primeiros e últimos encontros. Dizem que um dos menbros vazou o conteúdo das reuniões para um amigo que o vazou mais amplamente. Eu detalho esse relatório em ...E A Verdade o Libertará. Muitos acreditam que ele seja uma fraude, se isto está correto, então foi uma fraude bem inspirada. Duas das recomendações que ele fez para centralizar o poder foram: uma ameaça para o meio-ambiente mundial e uma ameaça de uma invasão extraterrestre. O relatório foi completado em 1966, a história continua, e em 1968 veio o Clube de Roma, a fachada reptiliana de que eu falei anteriormente, que criou o movimento ambiental. A recomendação ambiental do Relatório da Montanha de Ferro claramente aconteceu. Agora eles estão jogando a carta extraterrestre. Por décadas a idéia da existência de extraterrestres foi desmentida e ridicularizada pela mídia, mas de repente, agora é a hora certa, eles estão levando isso cada vez mais seriamente. "Pesquisas" sobre OVNI's nos Estados Unidos têm sido fundadas por Laurance Rockefeller e ele incluiu um painel de nove cientistas conduzidos pelo físico da Universidade de Stanford, Peter Sturrock. Sturrock disse à Televisão americana que eles tinham achado compelentes evidências físicas de que algo está acontecendo que eles não entendem. Agora, eu fico me perguntando o que isso pode ser? E olhe para a corrente de programas de televisão baseados no medo extraterrestre e filmes como Independency Day (produzido pela 20th Century Fox propriedade de Rupert Murdoch), Alien - A Ressurreição (produzido pela 20th Century Fox propriedade de Rupert Murdoch) e arquivos-x (produzido pela Fox Television propriedade de Rupert Murdoch). E, eu deveria acrescentar, Rupert Murdoch é propriedade dos Reptilianos.
Para apoiar estas mensagens existem os incontáveis relatos de OVNI's sendo vistos e as experiências de grandes números de pessoas que dizem terem sido seqüestradas por extraterrestres. Eu não estou dizendo que isto não acontece, mas algumas coisas nós podemos dizer. Os "abduzidos" invariavelmente se recordam de uma, algumas ou de todas as seguintes sensações: lapso de tempo, barulhos de clique ou zumbidos, sentimentos sexuais e um odor sulfuroso. Brian Desborough mostra que todas essas sensações são típicas de contato com intensos campos eletromagnéticos e são causadas por mudanças neuroquímicas no cérebro como ele explica em detalhes. Em 1930, Professor Cazamalli descobriu que alucinações poderiam ser induzidas por freqüências eletromagnéticas de 500 Megahertz. Estes fenômenos podem ser estimulados até mesmo através de áreas de tensão geopáticas na Terra e por fios de alta tensão, ambos produzem campos eletromagnéticos e eles certamente podem ser produzidos pela tecnologia eletromagnética usada pelos Reptilianos nos seus projetos de controle mental. O efeito e o potencial de campos eletromagnéticos para levar as pessoas para estados alterados de consciência e para ativar muitos fenômenos "sobrenaturais" são enormes. A menos que nós entendamos isso, explicações extraterrestres podem ser dadas para eventos bem terrestres. Isso se aplica às bolas de plasma e às luzes no céu que são comumente causadas por projeções eletromagnéticas da Terra. A moderna explosão de avistamentos de OVNI's não começou até depois da Segunda Guerra Mundial, época em que os alemães tinham desenvolvido formas de "discos voadores". O Projeto Paperclip foi a operação da inteligência americana-britânica para retirar os principais cientistas, engenheiros, geneticistas e manipuladores da mente nazistas da Alemanha e levá-los para a América do Norte ou do Sul. Isso teria transferido o conhecimento "OVNI" pelo Atlântico, e logo em seguida o número de avistamentos de discos voadores nos Estados Unidos começou a crescer. O famoso incidente Roswell aconteceu em 1947. Mutilações de gado foram atribuídas aos extraterrestres porque, como dizem, nenhuma tecnologia humana poderia dissecar o gado e drenar o sangue deles da maneira que tem sido feita. Mas Brian Desborough mostra que isso não é verdade. Um laser portátil do tipo apropriado foi desenvolvido pelo laboratório Phillips da Força aérea dos EUA para uso pelo pessoal das forças especiais e foi depois disso que as mutilações de gado começaram. Algumas das primeiras mutilações aconteceram perto do laboratório de guerra química em Dulce, Novo México e Desborough sugere que o gado está sendo seqüestrado como parte desta pesquisa.
Isto explicaria por que muitos deles são marcados com pintura luminosa que só pode ser vista à noite. O gado pode ser levado a bordo de uma nave, ter algumas partes do corpo removidas, e ser deixado em uma área diferente do campo, não deixando nenhuma pegada e criando um grande "Mistério". Muitos investigadores de OVNI's desinformados (ou que fazem parte da conspiração), dizem que naves como a de Roswell têm que ser extraterrestres porque elas são feitas de um material com uma estrutura não cristalina que não pode ser produzida na Terra ou cortada com ferramentas humanas. Novamente, isso não é verdade. Desborough diz que o processo de produzir tais metais é chamado de resfriamento cortado. “Metal fundido é depositado em uma superfície resfriada criogenicamente resultando em um produto não cristalino. Semelhantemente, quando o metal é comprimido a temperaturas próximas do zero absoluto, ele atinge a dureza de um diamante.”
A comunidade de "pesquisas" de OVNI's está cheia de desinformantes dos Reptilianos e de pessoal da inteligência. Vários dos principais "whistle-blowers" (agentes que denunciam as tramas das agências para as quais trabalham) e autores que falam de OVNI's, são membros de uma unidade da inteligência conhecida como o Aviário, porque todos os seus codinomes são nomes de pássaros. Isso faz você se perguntar como "ex"-agentes da inteligência podem falar livremente sobre projetos secretos quando fazer isso deveria significar ações severas contra eles e a perda do direito à todas as pensões por violações ao seu juramento de segredo. E ainda há a tecnologia conhecida como EDOM (Dissolução Eletrônica da Memória) que é usada em ex-agentes da inteligência para extinguir o conhecimento que as autoridades não querem revelado. Outros membros do Aviário incluem muitos dos hipnotizadores que "ajudam" os "abduzidos" a recuperarem a "memória" do rapto "alienígena". Alguns dos mais "importantes" contatados têm conexões com projetos secretos. George Adamski estava envolvido com cientistas no Laboratório de Eletrônica Naval Point Loma e em uma operação semelhante em Pasadena, quando ele anunciou seus contatos extraterrestres ao mundo. Os microchips, que são ditos terem sido implantados em abduzidos por extraterrestres são, na realidade, bem terrenos. Eles foram desenvolvidos por um consórcio de engenheiros da Motorola, General Eletric, IBM e o Centro Médico de Boston. Um exemplo disso é o chip IBM 2020 usado no programa de controle mental Projeto Monarca. Eles também são implantados em pacientes desavisados pelos médicos e dentistas sobre contrato com as agências de inteligência. Cada vez mais livros estão agora sendo publicados sobre aliens malignos que estão invadindo o planeta. Pra onde tudo isso está nos conduzindo? Eu deixarei Henry Kissinger responder a essa pergunta em uma passagem de seu discurso no encontro Bilderberg em 1992 no Evian-Les-Bains, na França. Ele foi escrito, ao que parece, por um delegado suíço. Kissinger disse:
“Hoje, a América ficaria enfurecida se tropas da ONU entrassem em Los Angeles para restabelecer a ordem; amanhã ela agradecerá. Isso seria verdade especialmente se fosse dito a eles que havia uma ameaça vinda de fora, tanto faz se real ou não, que ameaçava a nossa existência. É então que todos os povos do mundo pedirão aos líderes mundiais para livrá-los deste mal."
“Uma coisa que todo mundo teme é o desconhecido. Quando apresentado com este cenário, os direitos individuais serão renunciados de boa vontade para a garantia do seu bem estar pelo governo mundial.”
Essa é a razão para a fraude OVNI. Problema-Reação-Solução. Os extraterrestres não estão invadindo, eles já estão aqui e são os que, operando através de corpos físicos, se oferecerão para nos salvar! O conferencista e investigador de OVNI's Nono Hayakawa, diz que este plano é chamado "Projeto Pânico" e que equipamentos de alta tecnologia serão usados para criar uma ilusão óptica de uma invasão alienígena. Isto dará aos governos e às Nações Unidas a desculpa para decretar um estado de emergência global e todos aqueles poderes de emergência e ordens executivas serão implementados. O "vírus" de computador Y2K, que é esperado para trazer caos pelo Milênio é outro manipulado "problema" com isso em mente. Como eu detalhei antes, as ordens executivas passadas neste século por Presidentes dos Estados Unidos sem aprovação ou debate no Congresso permitirão que o Governo assuma o controle do transporte, da energia, da sua casa e de toda a mídia. Estas ordens executivas permitem que o Governo lhe diga onde você viverá e permitem que o coloquem para trabalhar de qualquer forma que eles quiserem. Suas crianças podem ser levadas pra longe de você, qualquer coisa pode acontecer quando essas ordens forem exigidas para lidar com uma fabricada "emergência". Você descobrirá que poderes semelhantes estão disponíveis pra todos os governos nestas circunstâncias. Outros aspectos da Agenda dos reptilianos, pelo "Milênio" e até o ano de 2012, incluem: um colapso financeiro global para introduzir uma única moeda eletrônica mundial; conflitos e terrorismo em abundância; e uma gama inteira de outros eventos para aterrorizar e desanimar a população humana e colocá-la em servidão.
Mas não tem que ser assim. Você não é um ser humano 'comum' e 'impotente'. Você é um aspecto da consciência eterna, um gênio esperando para acontecer. Tudo que você precisa fazer é abrir o seu coração, abrir a sua mente, reconectar-se com aquele gênio e abraçar o seu infinito poder para criar o seu próprio destino. Esse é o nosso desafio nessa incrível fase de oportunidades e nós vamos ver a liberdade retornar para este planeta pela primeira vez em muito, muito tempo.
David Icke






Nova Ordem Mundial: O Plano dos Illuminati

Introdução


Em 1990, Steve Jackson, inventor de RPGs, estava planejando seu mais novo jogo, que chamaria de "Illuminati: A Nova Ordem Mundial", ou "INWO", da abreviação em inglês. Jackson estava criando um jogo que iria reproduzir muito de perto o verdadeiro plano dos Illuminati de encaminhar o mundo para a Nova Ordem Mundial.

Como Steve Jackson conhecia o plano dos Illuminati tão precisamente? De fato, ele conhecia o plano tão bem que recebeu uma visita de surpresa do Serviço Secreto, que tentou fazer de tudo para tirá-lo de circulação e impedi-lo de lançar o jogo. Como vocês verão nos excertos do relato de Jackson sobre a batida, os agentes federais estavam muito interessados nos seus arquivos intitulados "Illuminist BBS". Leia os relatos de Jackson sobre a batida em http://www.sjgames.com/SS/:

"Na manhã do dia primeiro de março, [1990] sem aviso prévio, uma força dos agentes do Serviço Secreto - acompanhados pela polícia de Austin e por pelo menos um 'perito' civil da companhia telefônica - ocuparam os escritórios da Steve Jackson Games e começaram a examinar os computadores. A residência... do autor de GURPS Cyberpunk, também foi invadida. Muitos equipamentos foram apreendidos, incluindo quatro computadores, duas impressoras a laser, alguns disquetes soltos e considerável quantidade de hardware de computador. Um dos computadores era o que armazenava e rodava o Illuminati BBS."

A empresa, S. J. Games, foi à Justiça e ganhou a ação, mas quase quebrou financeiramente. A investigação se concentrou em uma fraude supostamente cometida pela empresa por causa das atividades de hackers (invasores de sistemas de informática) e o fato de que a empresa promovia um boletim informativo destinado a hackers, intitulado "Prack". Entretanto, tudo isso é tão fraco que não faz o menor sentido; de fato, a acusação fazia tão pouco sentido que o juiz concedeu à Steve Jackson Games 50 mil dólares de indenização, mais 250 mil dólares de honorários advocatícios. Isso é muito dinheiro do contribuinte para pagar por um caso estúpido e sem sentido algum!

No entanto, isso enfatiza o fato que o governo iluminista dos EUA, e o Serviço Secreto, chefiado na época por George Bush (pai) estava preocupado com alguma coisa que a S. J. Games estava prestes a fazer, e formulou um motivo para invadir os escritórios da empresa e apreender seus equipamentos. Depois que você analisar este material, acreditará, assim como nós, que a verdadeira razão por que o Serviço Secreto invadiu a S. J. Games foi para tirá-los de circulação, de modo que não lançassem o jogo "A Nova Ordem Mundial dos Illuminati" (INWO), já que revelava muito do plano que ainda estava onze anos adiante no tempo. Seja você o juiz.

Esse jogo estava nos estágios iniciais em 1990 e foi finalmente lançado em 1995, tornando-se um campeão de vendas. O "INWO" ganhou o prêmio Origins Awards de 1995 com o melhor jogo de cartas. Com essas datas em mente, vamos agora tomar as cartas pertinentes em ordem e discuti-las, demonstrando como contam completa, minuciosa e precisamente o plano dos Illuminati para produzir o Anticristo por meio de desastres sociais, guerras, conflitos religiosos e apostasia, além do controle do tempo e da guerra climática. Você será bastante esclarecido por essas incríveis cartas de jogo, e dirá a si mesmo ao analisar as cartas: "Eu não sabia que esses eventos tinham sido planejados pelos Illuminati"!

Lembre-se que o fato de Jackson tê-los incluído em seu maço de cartas significa que ele sabia que esses eventos foram planejados pelos Illuminati com o propósito expresso de derrubar a antiga sociedade para que a Nova Ordem Mundial possa ser estabelecida com seu rei final, o Cristo - o bíblico Anticristo.

Eventos Planejados que Armam o Cenário


Carta Vermes na Internet - A parte inferior da carta diz: "Todos os dados... estão perdidos! Perdidos! Escolha um de seus rivais para sofrer sua ira... Jogue esta carta a qualquer momento. Ela requer uma ação de seus Illuminati ou de grupo(s) Computador com um Poder total de 3 ou mais."

Você consegue imaginar? Os vírus de computador foram planejados pelos Illuminati, provavelmente para fazer com que os proprietários de computadores que se apaixonaram pela Internet aceitem novos controles do governo. Os governos já puseram em funcionamento novas regras para o uso da Internet ou propuseram essas regulamentações. Uma vez que a Internet é um dos últimos meios restantes de comunicação global verdadeiramente livres, o governo está muito interessado em obter o controle. Qual a melhor forma de obter tal controle regulador do que utilizar a técnica clássica do embate dialético: "O conflito controlado produz mudança controlada"? Esse processo também é chamado às vezes de "Criar um problema e propor a solução (dos Illuminati)".

Se os Illuminati são a força propulsora por trás dos vírus de computador, quantos vírus já foram lançados sobre o público? Você ficará surpreso:

Resumo da Notícia: "Vírus e Vermes: O Que Há no Nome?", Michelle Delio, Wired News, 4/9/2003.

"Desde que Brain, o primeiro vírus de computador, foi criado em 1986, os pesquisadores de antivírus que descobrem um novo verme ou vírus geralmente recebem a honra de nomeá-lo. Agora, 65.000 vírus depois e contando, esses intrépidos pesquisadores ainda conseguem inventar novas alcunhas para os programas malignos."

Dá para acreditar? Os Illuminati criaram 65.000 vírus de computador desde 1986! E o FBI simplesmente prendeu um pobre e infeliz hacker de computador, acusando-o de ser o criador do sofisticadíssimo vírus SoBig-F! Agora, permita-nos observar alguns dos nomes criativos desses vírus:

"Há os sempre populares nomes intimidadores: Blaster, Chernobyl, Code Red, Hybris, Goner, Slapper e Slammer. Menos populares hoje em dia são os nomes jocosos e divertidos: Pretty Park, Birthday, Happy Monday, Smile, New Love e Teddy Bear."

"Há as sedutoras, sempre na moda - Deep Throat, Hooker, FunLove, Love Letter, NakedWife, Paradise - e aqueles que parecem se referir à pessoa que criou o verme: Annoying, Brat, Coma, Faker, Glitch, SadHound, Slacker, Small, TheThing e Yo Momma."

"E também existem nomes que parecem não fazer sentido algum: Gokar, Klez, Nimda, Welyah, Yaha."

Carta Acidente Nuclear - A parte inferior da carta diz: "Desastre! Este é um ataque instantâneo para Destruir Qualquer Localidade... Seu poder é 14 contra uma Localidade Grande e 18 contra qualquer outra Localidade... As Companhias de Energia perdem suas fichas de ação quando essa carta é usada em qualquer Localidade."

O mundo já testemunhou dois acidentes em usinas nucleares, não é mesmo? Em Chernobyl e em Three Mile Island. Vamos analisar a época e a ocasião suspeitas em que ocorreu o acidente em Three Mile Island.

"A FEMA (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências, agora operando sob o comando da Secretaria de Segurança Interna) tem autoridade para... ordenar a evacuação em massa dos residentes no perímetro das usinas nucleares... É uma coincidência interessante que o incidente em Three Mile Island ocorreu somente um dia após a FEMA ter se tornado operacional. A FEMA chegou à cena do acidente na usina nuclear e provocou uma atmosfera de pânico, além de ter interferido para provocar evacuações em massa que lhe dariam autoridade sobre todos os demais corpos governamentais locais, estaduais e federais... Existem evidências de que... Three Mile Island foi uma ato de sabotagem." [The Unseen Hand, de A. Ralph Epperson, pg 411.

Neste ponto, tenho uma dúvida: Quando Steve Jackson criou esse jogo IWNO, os acidentes em ambas as usinas nucleares, em Chernobyl e em Three Mile Island já haviam ocorrido; dessa forma, já que Steve Jackson incluiu um "acidente nuclear" no jogo, isso significa que teremos um acidente nuclear planejado - ou um "ataque terrorista" - ainda para acontecer no futuro?

Carta Subliminares - A parte inferior da carta diz: "As mensagem secretas deles de alteração da mente estão escondidas por toda a parte. O número de grupos de Mídia que você controla é somado ao Poder e Poder Global das mensagens subliminares."

As mensagens subliminares de todos os carros-chefe da mídia de massa - televisão, filmes, publicações impressas - são tão eficientes que o público tem sido repetidamente condicionado a acreditar que subliminares não existem ou que são ineficazes e não mais utilizadas. Entretanto, no Seminário 1, "A Liderança dos EUA na Nova Ordem Mundial", demonstramos que as mensagens subliminares realmente existem e são muito eficientes. Mostramos diversos exemplos ilustrados de subliminares em publicações impressas para que você possa ver por si mesmo!

Verdadeiramente, quando souber o que procurar, você jamais olhará para as publicações impressas da mesma forma novamente!

Carta Suprema Corte - A parte inferior da carta da "Suprema Corte" diz: Usando sua ação, a Suprema Corte pode cancelar a ação de qualquer outro grupo governamental. Sim, isso inclui grupos governamentais fora dos EUA. Não pergunte. Você não quererá saber."

Observe o triângulo satânico com o Olho Que Tudo Vê na parte superior, supervisionando as ações da Suprema Corte. Jackson está nos dizendo que Suprema Corte age sob o olhar atento dos Illuminati. Lembra-se do presidente Franklin Roosevelt? Diversos programas-chave do seu New Deal foram barrados pela Suprema Corte durante os anos iniciais de seu governo, quando os juizes se mostraram mais conservadores do que o presidente. Irritado, Roosevelt ameaçou fazer o Congresso aprovar uma emenda constitucional que aumentaria o número de juizes na corte, permitindo-lhe indicar outros nomes de sua confiança.

Felizmente, os obstáculos constitucionais para aprovar tal emenda provaram-se intransponíveis, o que fez Roosevelt abandonar a idéia. Entretanto, os Illuminati aprenderam a lição; é preciso controlar os juizes para que a Suprema Corte marche em sincronia com os poderes executivo e legislativo. Uma vez que os juizes da Suprema Corte têm cargo vitalício, essa transição para uma corte iluminista demorou. No entanto, à época em que os presidentes iluministas Truman e Eisenhower cumpriram seus mandatos, já haviam ocorrido mudanças suficientes para os Illuminati dominarem a Suprema Corte. Eles a controlam hoje.

Os Illuminati perceberam que o sistema jurídico detém um grande potencial para criar mudanças maciças de paradigma nas atitudes por meio de sua capacidade de criar novas leis simplesmente por édito! Já que todos sabem que os juizes da Suprema Corte têm cargos vitalícios, a revolta contra alguma decisão específica é muito mais tímida do que contra o Congresso ou contra o presidente. As pessoas sabem que "elegeram" os presidentes e senadores e, portanto, estão muito mais aptas a se manifestar contra eles do que contra os juizes.

Tremendas mudanças ocorreram como resultado de sentenças judiciais em geral e de sentenças da Suprema Corte especificamente. Vamos relacionar apenas três dessas terríveis decisões que mudaram tanto os valores e atitudes dos americanos que hoje estamos prontos para entrar na satânica Nova Ordem Mundial:

* 1963 - ABINGTON SCHOOL DIST. versus SCHEMPP, 374 U.S. 203 (1963) - "Devido à proibição da Primeira Emenda contra a elaboração, por parte do Congresso, de qualquer lei 'referente ao estabelecimento de uma religião', que se torna aplicável aos Estados pela Décima Quarta Emenda, nenhuma lei estadual ou de conselho escolar pode exigir a leitura de passagens da Bíblia ou a oração do Pai Nosso nas escolas públicas de um Estado no início do dia letivo, mesmo que os alunos possam ser dispensados de presenciar ou participar de tais práticas por meio de um solicitação escrita de seus pais. Pg. 205-227."

A leitura da Palavra de Deus foi proibida nas escolas públicas.

* 1973 - ROE versus WADE, 410 U.S. 113 (1973) (USSC+) - "A Corte declara os estatutos sobre o aborto inválidos por serem vagos e por infringirem os direitos da Nona e Décima Quarta Emendas do requerente. A corte declara que a queixa é injustificável."

Os juizes declararam que o aborto é legal nos EUA, uma decisão mais sombria do que o abismo do Inferno! Posteriormente, outras decisões abriram a porta dessa prática anteriormente proibida para incluir o aborto sob demanda. De 1963 a 2003, os EUA mataram mais de 42 milhões de bebês! Além disso, os EUA exportaram essa prática para diversos países de todo o mundo.

Lembre-se que, aos olhos de um satanista, os bebês abortados são a forma mais sublime possível de sacrifício humano, pois tira a vida dentro do útero.

* 2003 - LAWRENCE et al versus TEXAS, pedido de esclarecimento à corte de apelação do Texas, Décimo Quarto Distrito, Número 02-102. Debatido em 26 de março de 2003 - Julgado em 26 de junho de 2003. "Veredicto: A legislação do Texas de tornar um crime duas pessoas do mesmo sexo se envolverem em determinadas condutas sexuais íntimas viola a Cláusula do Processo de Obrigação. Pp. 3-18."

Em uma simples ação, a Suprema Corte legalizou a sodomia em todo o país, posicionando, dessa forma, os EUA inteiramente na mira do julgamento físico aniquilador de Deus. No artigo NEWS1830 (não traduzido), demonstramos biblicamente que o julgamento de Deus sobre os EUA já se tornou inevitável e deverá ser tão aniquilador quanto a descrição da destruição da Babilônia econômica de Apocalipse 18.

Portanto, você pode ver que a Suprema Corte atuou sob o olhar dos Illuminati, exatamente como a carta do jogo INWO demonstra. Considere os anos:

* 1963 - Excluiu a Palavra de Deus das escolas públicas.

* 1973 - Legalizou o aborto e preparou o terreno para o aborto sob demanda, resultando na morte de cerca de 42 milhões de bebês.

* 2003 - Legalizou a sodomia, completando, dessa forma, a rebelião nacional contra Deus.

Steve Jackson compreende a "suprema" importância que a Suprema Corte tem no plano para derrubar a Antiga Ordem de modo que a Nova Ordem Mundial possa ser estabelecida e o "homem do pecado" - o Anticristo - possa aparecer no cenário mundial. 

Carta Controle de Armas - A parte inferior da carta diz: "Aumente o Poder de todos os Grupos Violentos do Governo em 3. Aumente o Poder de todos os Grupos Criminosos em 1."

Steve Jackson está discretamente comunicando um fator muito importante. Historicamente, o controle de armas tornou muito mais fácil para um governo tornar-se mais violento na maneira como trata seus cidadãos; de fato, a primeira ação que uma nova ditadura adota é tomar todas as armas da população. Tanto Lênin quanto Hitler tomaram as armas individuais sob a mesma falsa premissa de que estavam "aumentando a segurança" dos cidadãos; a realidade é que tornaram seus cidadãos mais indefesos diante de uma ditadura brutal. O autor da Nova Era, Bill Cooper, tem coisas muito pertinentes a dizer sobre esse assunto:

"O governo incentiva a produção e importação de armas de fogo militares para os criminosos usarem. A intenção é estimular um sentimento de insegurança que leve a população americana a voluntariamente desarmar-se por meio da aprovação de leis contra o porte de armas. Usando drogas e hipnose em pacientes mentais em um processo chamado Orion, a CIA inculcou nessas pessoas o desejo de atirar contra as escolas e, assim, inflamou o lobby anti-armas... A classe média está implorando que o governo anule a Segunda Emenda. Nota do autor: Percebi que esses eventos têm, de fato, acontecido no país inteiro. Em cada ocorrência que investiguei - a escola feminina no Canadá, o shopping center no Canadá, o massacre em Stockton, na Califórnia, o assassinato do rabino Meir Kahane - os atiradores eram todos ex-pacientes ou pacientes mentais e TODOS ESTAVAM TOMANDO A DROGA PROZAC! Essa droga, quando tomada em certas doses, aumenta o nível de serotonina do paciente, gerando uma violência extrema. Combine isso com uma sugestão ou controle pós-hipnótico por meio de um implante eletrônico no cérebro, ou com a intrusão de microondas ou E. L. F. (freqüência extremamente baixa), e você terá um assassinato em massa, terminando em todos os casos com o suicídio do perpetrador." [Behold a Pale Horse, pg 225, ênfase no original

Eu poderia prosseguir indefinidamente, mas você entendeu o recado. Nas últimas duas ou três décadas, os EUA foram varridos por assassinatos em massa, porém agora você sabe que os Illuminati planejaram isso de modo a enfraquecerem a Antiga Ordem e trazerem à tona a Nova Ordem Mundial.

Carta Poderes Emergenciais - A parte inferior da carta diz: "Esta carta pode ser usada a qualquer momento, e conta como a ação do grupo que ela afeta… O Poder de um grupo Governo é aumentado em +6. Vincule essa carta ao grupo Governo de sua escolha."

Novamente, vemos que esta carta imediatamente aumenta o controle e o poder do governo. Conforme a gravura indica claramente, esses Poderes Emergenciais foram concebidos para serem impostos pelas agências governamentais. Observe que o soldado nessa gravura está tratando de forma violenta uma pessoa de um grupo racial minoritário; entretanto, não seja enganado quanto a quem os Poderes Emergenciais serão direcionados, pois o principal "grupo minoritário" que os Illuminati temem é o dos cristãos fundamentalistas nascidos de novo.

O plano dos Illuminati prevê a incitação deliberada de terríveis calamidades, trazidas à tona por guerras, desastres naturais e criminalidade urbana; como meio de restaurar a ordem que interromperam, nossos líderes anunciarão que precisarão impor a Lei Marcial, suspendendo a Constituição e as liberdades individuais. Eles explicarão que terão de tomar "temporariamente" essas liberdades para poderem restaurar "a lei e a ordem". E isso nos leva à próxima carta:

Carta Lei e Ordem - A parte inferior da carta diz: "Aumente o poder de todos os grupos conservadores em +2. Aumente o poder de todos os grupos tradicionais em 2. Aumente o poder de todos os grupos conservadores tradicionais em +3. Esta carta substitui qualquer carta NOM Amarela em jogo."

À primeira vista, fiquei intrigado pelo fato de essa carta dar poderes adicionais aos grupos conservadores, pois eles são um dos primeiros na lista de alvos. Entretanto, lembrei-me como Adolf Hitler redefiniu o termo "conservador" quando chegou ao poder. Seus brutamontes de camisa marrom e demais apoiadores tornaram-se repentinamente os novos "conservadores", enquanto os grupos patriotas que eram conhecidos como conservadores foram subitamente desvalorizados e tornaram-se alvo de intimidação ou destruição. Essa é a realidade atual, pois a Nova Ordem Mundial de Bush/Clinton/Bush é o nazismo restaurado [leia o artigo NEWS1004 no site da Cutting Edge].

Observe a advertência severa da última frase: "Esta carta substitui qualquer carta NOM Amarela em jogo."

A carta "Lei e Ordem", uma vez em jogo, substituirá todas as demais estratégias para impor a ditadura global, pois será a "mão de ferro" que irá golpear a oposição até a morte para que a Nova Ordem Mundial possa ser instituída. Todas as demais estratégias foram delineadas para nos levar à mão de ferro do estágio da "Lei e Ordem".

Carta Chip Grampeador - A parte inferior da carta diz: "Todos os grupos governamentais na sua Estrutura de Poder ganham a capacidade de ouvir as conversações telefônicas em todo o mundo... Aumente o Poder de todos os seus grupos governamentais em +2. Você também está totalmente imune aos trotes telefônicos. Se você nunca teve grupos governamentais, deve descartar este Recurso."

Conforme caminhamos rumo à invasiva sociedade de controle, pense nesta carta e no plano geral de vigilância que ela representa. Considere os seguintes pontos:

1. "Todos os grupos governamentais na sua Estrutura de Poder ganham a capacidade de ouvir conversações telefônicas em todo o mundo" - Todos os governos - local, estadual e federal - podem ouvir suas conversações telefônicas! "Todos" os governos! Hoje, o governo pode monitorar seus telefones, seus celulares, seus faxes e seus e-mails. Embora os cristãos não estejam preocupados, uma vez que não fazemos nada que infrinja a lei, resta o fato de que nenhuma sociedade pode permanecer livre se o governo espiona agressivamente os cidadãos. Como isso pode ser verdade, você pergunta, se o governo está simplesmente tentando pegar os bandidos, os corruptos e os terroristas? A resposta é simples: o governo NÃO está apenas interessado em pegar esses grupos de pessoas, mas muito mais interessado em reprimir todos os cidadãos com quem tenha discordâncias, tanto na religião como na política.

Carta Fusões Bancárias - Quando a fusão sem precedentes de bancos começou a ocorrer no final dos anos 80, prosseguindo durante toda a década de 90, eu soube que o plano da Nova Ordem Mundial estava em ação. A meta econômica final da Nova Ordem Mundial é o fascismo. Existem três formas de economia no mundo: capitalismo, comunismo e fascismo.

* Capitalismo é o tipo de economia em que os indivíduos detêm os meios de produção, ou seja, as fábricas e as minas. As empresas fundadas por esses indivíduos concorrem entre si no mercado. Ninguém diz aos proprietários o que produzir, ou quanto produzir, ou quanto cobrar. Basicamente, é a concorrência que determina os preços, e a atenção cuidadosa às necessidades e desejos das pessoas que vivem nesse tipo de economia determina o quanto deve ser produzido. O capitalismo pode ter suas falhas, mas proporcionou o mais elevado padrão de vida da história para os seus cidadãos.

* Comunismo é o tipo de economia em que o Estado detém os meios de produção. O governo diz às empresas o que produzir, quando produzir e quanto podem cobrar. Esse tipo de controle é supostamente exercido de acordo com os interesses da população, para garantir que ela seja tratada de forma "justa". Entretanto, a história demonstrou que o comunismo não funciona; ao contrário, proporciona as mais miseráveis condições de vida para seus cidadãos.

* Fascismo era o sistema econômico da Alemanha nazista, da Itália nacional-socialista e do Japão imperial. Hoje, somente o Japão mantém esse sistema. No fascismo, os indivíduos retêm o controle sobre os meios de produção, garantindo, dessa forma, que o elemento-chave que faz o capitalismo funcionar tão bem esteja presente. Entretanto, o governo intervém para controlar quanto é produzido de cada item, quantos concorrentes podem produzir o mesmo item e quanto pode ser cobrado. Portanto, o potencial para o maior benefício reside na economia fascista! As experiências na Alemanha nazista e no Japão imperial provaram que o fascismo funciona. Vimos que a coordenação adequada entre governo e capitalismo efetivamente funciona.

A economia planejada para a Nova Ordem Mundial é fascista; assim sendo, os barões privados da indústria ocidental estão extremamente ansiosos que esse novo sistema entre em funcionamento, para que possam começar a colher os frutos dos lucros tremendamente aumentados. Já que um governo fascista regula rigidamente quantos concorrentes podem fabricar o mesmo produto, o número de empresas diminuirá muito. Por exemplo, poderão existir apenas um ou dois fabricantes de automóveis em todo o mundo! Assim sendo, no "período preparatório" que levará ao reinado do Anticristo, faz sentido que o processo de apenas umas poucas empresas produzirem o mesmo tipo de produto ou oferecerem o mesmo tipo de serviço comece voluntariamente por meio das fusões, incorporações e até mesmo falências! Esta carta da fusão bancária é um acréscimo perfeito ao jogo de cartas INWO.

Carta Manipulação do Mercado - A parte inferior diz: "Esta carta pode ser usada a qualquer momento. Remova as fichas de Ação de qualquer grupo Corporativo (caso queira) e qualquer ou todos os grupos Bancos. Isso não conta como uma ação."

Verdadeiramente, o mercado acionário está sendo manipulado. Os planejadores da Nova Ordem Mundial definitivamente têm um colapso econômico global planejado que os ajudará tremendamente a trazer seu Cristo maçônico ao cenário mundial. Permita-nos examinar uma citação interessante do autor cristão de Nova Era, Bill Cooper:


"... descobriu-se que a economia obedece às mesmas leis que a eletricidade, e que toda a teoria e prática matemáticas e toda a experiência com computadores desenvolvida no campo eletrônico podem ser diretamente aplicadas ao estudo da economia... a vida humana é avaliada em dólares... os recipiendários tornam-se propriedade do estado... aqueles que ficam viciados na droga econômica devem procurar a elite em busca da recuperação. Aqui, o método de introduzir grandes quantias de capacitância estabilizadora é feito emprestando-se o futuro 'crédito' do mundo. Isso... consiste em executar uma ação e abandonar o sistema antes que a reação reflexa retorne ao ponto de ação - uma reação adiada. O meio de sobreviver à reação é mudar o sistema antes que a reação possa começar... e a faísca elétrica gerada quando se aciona um interruptor conectado a um indutor ativo é matematicamente análoga à deflagração de uma guerra." [Behold a Pale Horse, pg 45

Assim que os Illuminati compreenderam que a economia age diante de um estímulo da mesma forma que um circuito elétrico, começaram a planejar primeiro como construir essa economia e depois destruí-la para apavorar tanto as pessoas que elas aceitem a intervenção "sobrenatural" do Cristo. Veja, antes das dívidas acumuladas dos consumidores e dos países chegarem ao ponto de colapso absoluto, a Terceira Guerra Mundial está programada para acontecer, análoga ao "acionamento de um interruptor conectado a um indutor ativo". Do meio da fumaça, poeira e destruição dessa guerra, o Anticristo surgirá caminhando, apresentando-se como a figura religiosa messiânica que tantas religiões estão esperando, e apresentando-se como o "Messias econômico" que colocará ordem na nova economia global. Nesse modelo, a deflagração de uma guerra é comparável ao acionamento de um interruptor para permitir que a corrente elétrica flua para um indutor ativo.

Essa é uma das razões por que a Terceira Guerra Mundial precisará ser deflagrada; nossa carga de débitos atingiu um nível que não pode mais ser suportado. Como uma guerra mundial ajuda a aliviar a carga de débito? Cooper novamente explica o raciocínio dos Illuminati:


"Eles precisarão eventualmente recorrer à guerra para 'equilibrar as contas', pois a guerra, em última instância, é simplesmente o ato de destruir o credor... Já que a maioria do público em geral não exercerá moderação, há apenas duas alternativas para reduzir a 'indução econômica' do sistema. 1) Deixar a população golpear-se mutuamente até à morte em uma guerra, o que apenas resultaria na destruição total da vida na Terra; ou 2) Apoderar-se do mundo por meio do uso de 'armas econômicas silenciosas' numa espécie de 'guerra silenciosa' e reduzir a indução econômica do mundo a um nível seguro por meio do processo de escravidão e genocídio benevolentes."

Assim sendo, quando a Terceira Guerra Mundial ocorrer, você saberá que a "conta" estará meramente sendo equilibrada por meio de um "processo de escravidão e genocídio benevolentes". Esse é o raciocínio dos Illuminati!

Muito embora os mercados financeiros existentes em todo o mundo sofrerão um colapso durante a Terceira Guerra Mundial, o período de tempo do colapso será curto o suficiente para que, quando o Anticristo aparecer, a confiança nele e em seu programa de governo seja suficientemente forte para que ele e os banqueiros internacionais possam ressuscitar uma economia global baseada em uma moeda global.

O ex-satanista Doc Marquis me disse que os Illuminati concluíram que o povo americano jamais aceitaria o reinado do Anticristo a não ser que se sentisse próspero até imediatamente antes da Terceira Guerra Mundial. Então, assim que o Anticristo entrar no cenário mundial, os americanos o apoiarão entusiasticamente conforme ele prometer restaurar sua riqueza! Marquis disse que os Illuminati estavam tão determinados a manter as Bolsas de Valores norte-americanas em alta que chegariam ao extremo de utilizar a mais poderosa feitiçaria do mundo para mantê-las em alta. A quebra das Bolsas de Valores só poderá ocorrer no momento exato em que a guerra política estiver para acontecer; além disso, as religiões do mundo também deverão estar no ponto em que um líder carismático, apoiado pelo Falso Profeta religioso, possa levar o mundo a um sistema religioso unificado. Assim que as situações política e religiosa estiverem no ponto certo, o colapso das Bolsas de Valores será de fato provocado e terá "surgido do nada" para a maioria dos investidores.

Com os Illuminati tão determinados a evitar que as Bolsas de Valores entrem em colapso prematuramente, antes que as outras áreas estejam prontas, você pode ver o quanto eles controlam o mercado. Verdadeiramente, o simbolismo da carta está correto: o poder dos Illuminati é muito maior que todo o dinheiro e demais ativos do mercado juntos! O detalhe mais interessante dessa carta é que o Olho Que Tudo Vê iluminista aparece dentro de uma pirâmide que é mais pesada que todo o dinheiro no mercado! Observe que o prato da balança em que está a pirâmide é mais pesado que todo o dinheiro que está no outro prato.

Acredito que estamos testemunhando o ponto em que todas as três principais áreas estão prontas para entrar em ação ao mesmo tempo. Os mercados estão patinando no gelo fino; a política parece quase pronta para provocar a deflagração da Terceira Guerra Mundial; O Anticristo parece estar muito próximo.

Carta Humanistas Seculares - A parte inferior da carta diz: "Enquanto você controlar este grupo, todos os grupos Conservadores estarão tão distraídos que qualquer ataque que fizerem contra outros grupos seus terão um Poder de -3."

Certamente, o humanismo secular tem sido grandemente instrumental em toda a sociedade ocidental que atualmente rejeita Jesus Cristo, a Bíblia e os valores judaico-cristãos. Até agora, o impacto mais grave tem sido no campo da educação pública. C. F. Potter e Thomas Dewey abriram o caminho no período entre a Primeira e a Segunda Guerras Mundiais para reescrever completamente o currículo escolar - gradualmente, a princípio - de modo que os valores bíblicos fossem derrubados. No Seminário 1, "A Liderança dos EUA na Nova Ordem Mundial", demonstramos como esse ataque sutil ao nosso sistema de valores foi executado. O resultado é que, agora, os pais cristãos precisam remover seus filhos das escolas públicas, pois estão sendo condicionados a se tornarem bom cidadãos no sistema global do Anticristo!

Veja a explicação do educador cristão Samuel Blumenthal:


"Foi, portanto, Dewey quem começou a forjar uma nova religião materialista na qual a humanidade é venerada no lugar de Deus. Essa é basicamente a religião do humanismo secular, e ela se tornou a religião oficial dos EUA, pois é a única religião permitida nas escolas públicas e totalmente mantida por verbas governamentais." [NEA: Trojan Horse In American Education, Samuel Blumenthal, pg 55]

O Dr. Blumenthal prossegue:


"Mas o solapamento da tradição judaico-cristã estava bem encaminhada quando, em 1933, John Dewey e outros 33 humanistas liberais elaboraram e assinaram aquele extraordinário documento conhecido como Manifesto Humanista, que refletia todas as influências da ciência, da evolução e da nova psicologia que estavam reestruturando a educação americana. Ele propunha o abandono da religião tradicional e a substituía por uma nova religião secular mais capaz de acomodar o novo relativismo moral em um mundo ateísta e centrado no homem." [Ibidem, pg 226]

Conforme as igrejas cristãs caíam perante o encanto do Manifesto Humanista, as denominações tradicionais começaram a se afastar dos fundamentos da fé cristã, até que atingimos o ponto atual em que a apostasia da igreja é tão profunda e ampla que o Anticristo já pode aparecer [2 Tessalonicenses 2:3].

Assim como os Illuminati planejaram, o humanismo secular abriu o caminho. Agora, olhe atentamente para a imagem que Steve Jackson desenhou. Atrás dos dois rapazes, aparece a sombra de um palhaço, ou será o Diabo? Seja você o juiz. Ambas as figuras seriam adequadas para uma população inteira que rejeitou o Deus Único e Verdadeiro para abraçar um falso deus.

Carta Loterias Estatais

 A parte inferior da carta diz: "É um imposto sobre a estupidez e o dinheiro jorra para dentro dos cofres do governo."

Neste ponto, você pode protestar! As loterias são o resultado do planejamento dos Illuminati para enfraquecer a sociedade até derrubá-la? Exatamente. Veja alguns dos malefícios das loterias:

* Distorcem o fluxo normal do dinheiro dentro da economia, tirando de circulação uma enorme quantidade de dinheiro e concentrando-a nas mãos dos governos, cujos gastos públicos sempre agravam ainda mais a economia. Economicamente, é sempre melhor manter o dinheiro nas mãos de muitos consumidores, que gastarão na base da economia e a estimularão muito mais do que os gastos pesados do governo.

* As loterias incentivam as pessoas que menos poderiam arriscar seu dinheiro em jogos de azar. Novamente, o dinheiro é retirado dos canais normais de gastos dos consumidores. Veja:

"… quem vive nas regiões mais marginalizadas do estado de Nova York gasta oito vezes mais de sua renda com bilhetes da loteria do que aqueles que vivem nos setores mais abastados." ["Lotteries in the United States: A Brief Overview", por Ronald A. Reno, Citizen Link, Focus On The Family).

Além disso, muitos varejistas descobriram que as pessoas estão gastando seu dinheiro com bilhetes da loteria, em vez de comprar mantimentos e mercadorias em geral! Muitas crianças passam fome à noite por que seus pais gastam dinheiro demais com bilhetes da loteria. Portanto, as loterias prejudicam o comércio varejista, que sempre foi visto como o esteio da nossa economia.

* As loterias promovem a mentalidade "Fique rico depresssa", estimulando as pessoas a tentarem a sorte para enriquecer, ao invés de aumentarem gradualmente sua riqueza pessoal por meio do trabalho árduo e de um bom gerenciamento dos gastos. A maioria das pessoas não percebe que a Revolução Industrial americana ocorreu em grande parte por que os trabalhadorem possuiam a "ética protestante", uma compreensão de que o homem não trabalha em seu emprego apenas para o patrão, mas também "para o Senhor". Essa ética do trabalho estava tão disseminada que até mesmo os incrédulos adotavam esses valores. Portanto, os empregadores contavam com trabalhadores honestos que se esforçavam em seu trabalho em troca do salário.

Essa ética de trabalho está enraizada no cristianismo - não no catolicismo romano -, e não em qualquer outra religião. Essa realidade é uma das principais razões pelas quais a "experiência americana" mostrou-se virtualmente impossível de ser replicada em outros países do mundo. Entretanto, os EUA estão perdendo essa ética de trabalho e sua condenação econômica é certa. As loterias desencorajam as pessoas de trabalharem árdua e continuamente, dando o melhor de si no trabalho em troca do salário.

*As loterias estatais geraram uma nova forma de vício mental. Veja:

"Loterias nos EUA: Uma Rápida Visão Geral", Ronald A. Reno, Citizen Link, Focus On The Family.

"Muitos vêem as loterias como uma forma relativamente benigna de jogo de azar. No entanto, 43% dos telefonemas da linha nacional do 1-800-GAMBLER (operado pelo Conselho de Jogo Compulsivo de Nova Jersey) indicam problemas com apostas na loteria... Muitas loterias investem agressivamente nos pobres... 'preços' promocionais são oferecidos bem no início do mês (quando os benefícios sociais, os salários, aposentadorias e pensões são pagos)... uma alta porcentagem de adolescentes menores de idade aposta na loteria."

Se você quiser derrubar a Antiga Ordem para poder substituí-la pela Nova Ordem Mundial, as loterias estatais são uma ótima ferramenta para ter à sua disposição!

Conclusão


De maneira impressionante, essas cartas específicas demonstram que Steve Jackson conhecia bem o plano dos Illuminati para criar a Nova Ordem Mundial e seu super-homem, o Anticristo. Quando você vir um evento específico de uma dessas cartas, saberá com certeza que esse evento foi realizado pelos Illuminati com o objetivo de derrubar a Antiga Ordem e estabelecer a Nova.

Os Illuminati planejam para causar tanto pânico que a população aceitará qualquer plano que o super-homem deles apresente como uma "solução" para os mesmos desastres que foram criados. Os ataques de 11/9/2001, os desastres naturais planejados, as guerras ao redor do mundo, o colapso econômico e os demais desastres foram todos planejados para derrubar a Antiga Ordem Mundial de modo que ela possa ser substituída pela Nova Ordem Mundial.

O mundo está à beira do precipício dos atos finais.

Esse jogo "Illuminati: A Nova Ordem Mundial", ou "INWO" é a prova fumegante de que o plano dos Illuminati para produzir o Anticristo era muito bem conhecido em certos círculos já em 1995, quando o jogo foi lançado. Muitos detalhes são apresentados por essas cartas de uma forma precisa demais para ser apenas uma coincidência. O jogo apresenta os eventos de 11/9/2001 com grande acuidade e também revela os eventos planejados do bioterrorismo que estão nos noticiários diariamente.

Se você alguma vez duvidou da existência de uma conspiração global, não pode mais duvidar. Esse jogo demonstra tanto a existência de uma conspiração como seus principais pormenores.


Nota: Apesar da fonte ser um site evangélico, devo reconhecer que as informações encontradas estão documentadas e com os devidos links que comprovam os fatos, é ver para crer.
Infelizmente a grande maioria dos católicos prefere acreditar no papai noel e no coelhinho da páscoa, do que nos sinais visíveis do fim dos tempos.
Retirado do site www.portalanjo.com



Nota do Site Uma Nova Era: o artigo acima, que é uma tradução do site The Cutting Edge, está em parte "contaminada" com idéias que já deveriam ter sido descartadas há muito tempo. A The Cutting Edge, mesmo possuindo um grande conhecimento da parte operacional da maioria das conspirações, ainda não conseguiu (ou não quis) enxergar uma das principais: a fraude religiosa, que incluí a Bíblia e, conseqüentemente, Jesus Cristo, Satanás, a idéia de que precisamos de salvação/Salvador e etc. Nas palavras de David Icke: "religiões são a mais poderosa forma de controle mental em massa já inventada." Para mais detalhes veja a seção Fraudes Religiosas.

   

O Plano dos Ataques às Torres Gêmeas e ao Pentágono já era conhecido desde 1995.

O inventor do RPG "INWO - Illuminati: A Nova Ordem Mundial", lançado em 1995, conhecia de antemão os acontecimentos que envolveriam os ataques de 11/9/2001 e os efeitos resultantes. Nove cartas do jogo apresentam detalhes de uma forma precisa demais para ser apenas uma coincidência. O jogo também revela os eventos planejados envolvendo o bioterrorismo, desastres combinados e a anarquia provocada nas grandes cidades, como forma de derrubar a velha ordem estabelecida. Se você alguma vez duvidou da existência de uma conspiração global, não pode duvidar mais.
Em 1990, Steve Jackson, inventor de RPGs, estava planejando seu mais novo jogo, que chamaria de "Illuminati: A Nova Ordem Mundial", ou "INWO", da abreviação em inglês. Jackson estava criando um jogo que iria reproduzir muito de perto o verdadeiro plano dos Illuminati de encaminhar o mundo para a Nova Ordem Mundial - também conhecido como o Reino do Anticristo. Conforme mostraremos, Jackson lançou um jogo de cartas, três das quais predizem os eventos de 11 de setembro, outras três predizem corretamente os acontecimentos que estão adiante de nós no futuro, e duas mostram exatamente os dois últimos acontecimentos que a Bíblia afirma que acontecerão durante as últimas dores de parto que produzirão o Anticristo!
Como Steve Jackson conhecia o plano dos Illuminati tão precisamente? De fato, ele conhecia o plano tão bem que recebeu uma visita de surpresa do Serviço Secreto, que tentou fazer de tudo para tirá-lo de circulação e impedi-lo de lançar o jogo. Como vocês verão nos excertos do relato de Jackson sobre a batida, os agentes federais estavam muito interessados nos seus arquivos intitulados "Illuminist BBS". Leia os relatos de Jackson sobre a batida em http://www.sjgames.com/SS/:
"Na manhã do dia primeiro de março, [1990] sem aviso prévio, uma força dos agentes do Serviço Secreto - acompanhados pela polícia de Austin e por pelo menos um 'perito' civil da companhia telefônica - ocuparam os escritórios da Steve Jackson Games e começaram a examinar os computadores. A residência... do autor de GURPS Cyberpunk, também foi invadida. Muitos equipamentos foram apreendidos, incluindo quatro computadores, duas impressoras a laser, alguns disquetes soltos e considerável quantidade de hardware de computador. Um dos computadores era o que armazenava e rodava o Illuminati BBS."
A empresa, S. J. Games, foi à Justiça e ganhou a ação, mas quase quebrou financeiramente. A investigação se concentrou em uma fraude supostamente cometida pela empresa por causa das atividades de hackers (invasores de sistemas de informática) e o fato de que a empresa promovia um boletim informativo destinado a hackers, intitulado "Prack". Entretanto, tudo isso é tão fraco que não faz o menor sentido; de fato, a acusação fazia tão pouco sentido que o juiz concedeu à Steve Jackson Games 50 mil dólares de indenização, mais 250 mil dólares de honorários advocatícios. Isso é muito dinheiro do contribuinte para pagar por um caso estúpido e sem sentido algum!

No entanto, isso enfatiza o fato que o governo iluminista dos EUA, e o Serviço Secreto, chefiado na época por George Bush (pai) estava preocupado com alguma coisa que a S. J. Games estava prestes a fazer, e formulou um motivo para invadir os escritórios da empresa e apreender seus equipamentos. Depois que você analisar este material, acreditará, assim como nós, que a verdadeira razão pela qual o Serviço Secreto invadiu a S. J. Games foi para tirá-los de circulação, de modo que não lançassem o jogo "Illuminati - A Nova Ordem Mundial" (INWO), já que revelava muito do plano que ainda estava onze anos adiante no tempo. Seja você o juiz.

O Jogo INWO - "Illuminati: A Nova Ordem Mundial"



O ocultista praticante de magia branca David Icke (illuminaticards.jpg), tirou as cartas mais relevantes dentre as cem cartas que esse jogo contém; Icke selecionou essas cartas por que contam com um significado muito grande a história dos Illuminati para produzir as guerras, o pânico e as epidemias necessárias para produzir o Anticristo. Esse jogo estava em seu estágio inicial em 1990 e foi finalmente lançado em 1995, obtendo um grande sucesso de vendas. Como o próprio Steve Jackson diz em seu site: "Em 1994, ele adaptou o antigo Illuminati para ingressar no negócio da troca de cartas. INWO (Illuminati: New World Order) tornou-se o maior sucesso da empresa, e rendeu-lhe seu primerio milhão de dólares." Na verdade, o INWO ganhou o Prêmio Origins de 1995 como o Melhor Jogo de Cartas.

Com essas datas em mente, vamos agora colocar algumas cartas pertinentes em ordem, para avaliá-las, demonstrando como contam perfeita e meticulosamente o plano dos Illuminati para produzir o Anticristo. Você verá agora diversos fatores:

  • Os Illuminati produziram um plano que cumpre exatamente a profecia Bíblica.
  • As duas últimas cartas mostradas estão em sua sequência corrreta, ou seja, na sequência em que David Icke as apresentou.

"Carta Reescrevendo a História" - Jesus Cristo predisse que haveria uma tremenda enganação no fim dos tempos. Ele advertiu:

  • "Acautelai-vos, que ninguém vos engane." [Mateus 24:4]
  • "E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos." [Mateus 24:11]
  • "Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." [Mateus 24:24]

Os Illuminati perceberam que teriam de enganar a população inteira se tivessem esperança de atingir a tão desejada Nova Ordem Mundial. Eles então observaram que as Escolas Públicas estavam formando alunos que liam e que sabiam se expressar muito bem. Esses alunos geralmente desconfiavam do Grande Governo e da autoridade governamental. Estava claro que os Illuminati tinham de obter o controle do sistema da Escola Pública desde de seu alicerce até o topo, para que pudessem ter alguma esperança de instituir um governo unificado que servisse ao Cristo Maçônico da Nova Era.

Já em 1911, os Illuminati começaram a adquirir as editoras que publicavam os livros didáticos, até serem os donos de tudo depois da Primeira Guerra Mundial. Uma vez que obtiveram o controle dos livros didáticos, gradualmente começaram a "imbecilizar" o currículo e a reescrever a história. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, os alunos das Escolas Públicas, recebem uma educação de qualidade cada vez menor. Hoje, academicamente falando, o nível da população é inferior; politicamente, é um rebanho de carneiros, e religiosamente, é ignorante sobre a verdade de Jesus Cristo. (poucos conhecem a Palavra de Deus)

David Icke está correto em selecionar essa carta e mostrá-la em primeiro lugar. Reescrever a história foi o primeiro passo para alcançar a Nova Ordem Mundial.

"Carta Ataque Terrorista" - Esta carta é uma das mais chocantes de todas, especialmente à luz do fato que esse jogo chegou às lojas especializadas em 1995! Como Steve Jackson podia saber que as Torres Gêmeas do World Trade Center seriam atacadas? De fato, a carta reproduz precisamente o ataque ao World Trade Center em grande detalhe. Essa carta reproduz vários fatos de 11/9/2001 - uma carta criada em 1995! A gravura mostra claramente:

  • Que uma torre seria destruída primeiro; a gravura reproduz exatamente o momento entre o ataque à primeira e à segunda torre.
  • A carta reproduz exatamente que o local do impacto é uma certa distância do topo das Torres Gêmeas. O avião atingiu a primeira torre nessa mesma área, aproximadamente. Como Steve Jackson podia saber isso?
  • A carta reproduz com exatidão a liderança dos Illuminati, mostrando um dos seus símbolos, pois no lado esquerdo da figura aparece uma pirâmide com o olho-que-tudo-vê no centro.
  • A legenda no alto corretamente identifica os perpetradores do ataque como "terroristas".





"Carta Pentágono" - Quando vi esta carta, imediatamente depois de ter visto a figura das Torres Gêmeas, meu sangue gelou! A menos que alguém tivesse conhecimento prévio do plano dos Illuminati, não haveria nenhuma hipótese de poder criar gravuras em 1995 que reproduzem precisamente o desdobrar dos acontecimentos de 11/9/2001! O Pentágono aparece em chamas; sabemos que, segundo se alega, um avião caiu em uma das alas do Pentágono, que foi quase completamente destruída pelas chamas. Todavia, o restante do Pentágono ficou fora de perigo e suas funções e atividades continuaram sem nenhuma interrupção.

Não é a mesma situação reproduzida na figura? A carta mostra que o fogo está queimando com toda força no centro do jardim interno do Pentágono, mas o restante do prédio está a salvo o suficiente para que suas atividades continuem sem interrupção!

Assim, essas duas cartas mostram literalmente os dois choques de 11 de setembro: contra as Torres Gêmeas primeiro e contra o Pentágono.

Esse tipo de precisão seis anos antes dos ataques só é possível se alguém conhecesse o Plano dos Illuminati com grande detalhe.



"Carta Controle da População" - Mesmo que no alto desta carta esteja escrito, "Controle da População", a cena apresentada mostra claramente as Torres Gêmeas atacadas. Com as Torres Gêmeas sob ataque, e o topo delas escondido pela fumaça preta, o New York Empire State é novamente o edifício mais alto na cidade! Além disso, observe que a fumaça forma a cara de um demônio. Isso é altamente significativo por diversas razões:












* Durante a filmagem que mostrava as Torres Gêmeas em chamas, várias câmeras captaram o que parecia ser a cara de um demônio na fumaça. Embora muitas pessoas não levaram isso em conta, dizendo ser mera coincidência, dois ex-satanistas declararam que essas imagens mostradas na televisão, que aquelas caras pareciam-se exatamente com os demônios que eles viam nos rituais em que demônios se manisfestavam materialmente nesta dimensão. Cisco Wheeler disse que alguns dos demônios mais poderosos no reino de Satanás eram conhecidos como Demônios do Fogo; eram para esses demônios que os povos antigos - incluindo os israelitas apóstatas - sacrificavam seus filhos a Moloque. O aparecimento da cara desses demônios pode ser a prova daquilo que tenho dito - o ataque às Torre Gemeas do World Trade Center foi um Ritual de Sacrifício de Fogo perpetrado pelos Illuminati.

* Esse ataque às Torres Gêmeas foi também um perfeito Sacrifício Satânico Pelo Fogo. Várias fotos das torres em chamas mostram a cara de demônios. Esse fenômeno não foi uma coincidência acidental.

* O fato de essa carta mostrar a cara de um demônio formado na fumaça das Torres Gêmeas em 1995 demonstra que os Illuminati planejaram fazer das Torres Gêmeas um Sacrifício de Fogo que iria invocar os Demônios do Fogo. Essa carta predisse isso, e os demônios se manifestaram no meio do fogo. Assim como Waco e Oklahoma City foram sacrifícios de fogo, assim também ocorreu com as Torres Gêmeas.

* Esta carta retrata uma conexão simbólica entre o ataque às Torres Gêmeas de New York com o plano global dos Illuminati para efetuar uma mudança dramática na população! Qual possível conexão poderia haver? Essa carta pode estar nos dizendo que os ataques de 11/9/2001 às Torres Gêmeas foi o golpe inicial na campanha de reduzir dramaticamente a população global. Já sabemos que os ataques de 11/9/2001 foi o golpe de partida para iniciar as "dores de parto" finais no estágio que permitirá o aparecimento do Anticristo na cena mundial, quando ele surgirá no meio da fumaça, da poeira e das ruínas da Terceira Guerra Mundial. Bem, essa carta parece dizer que os ataques de 11/9 foram a salva de abertura no estágio final da redução populacional. Já que o objetivo é reduzir a população de forma dramática em quatro bilhões de pessoas, exatamente o nível predito no Apocalipse, não devemos ficar muito surpresos em saber que os julgamentos previstos no Quarto Selo estão agora no horizonte, nas notícias do dia a dia. Quais são esses julgamentos? Apocalipse 6:8:

Carta Desastres Combinados



  • Espada - Guerra, Terceira Guerra Mundial
  • Fome - claramente a caminho
  • Mortandade - literalmente, pode significar pragas, pestilências
  • Feras da terra - literalmente significa "criaturas vivas". Isso pode se referir aos vários agentes patogênicos que estão prestes a serem espalhados pelo mundo, como aconteceu com o virus da AIDS.

"Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo..." Lucas 21:26

Que tipo dos planejados desastres os Illuminati têm planejado em combinação?

Os ataques terroristas contra os Estados Unidos seriam o início dos terrores planejados para acompanhar a Terceira Guerra Mundial?

Guerras - A Terceira Guerra Mundial consistirá de três guerras:

1) Com o ataque dos Estados Unidos ao Iraque, o Oriente Médio caminha em direção à guerra total.
2) Na Península Coreana, a Coréia do Norte atacará a Coréia do Sul com armas não-convencionais e a China lhe dará apoio, causando uma situação similar à Crise dos Mísseis Cubanos.
3) Ataque Chinês para Conquistar Taiwan.

Se os Estados Unidos atacou o Iraque sem se preocupar com a ONU, porque outros países não poderão fazer a mesma coisa? (a justificação é válida)

A Coréia do Norte está se preparando para a guerra, embora negocie a paz.
A Coréia do Norte já mobilizou seu exército de mais de um milhão de soldados e que 70% dele está nas proximidades da Zona Desmilitarizada! O segundo pavio da Terceira Guerra Mundial poderá ser aceso em bem pouco tempo!

As intenções da China contra Taiwan dispensam comentários. (a China parece aguardar o momento certo para começar a guerra e tomar Taiwan definitivamente)

"A Terceira Guerra Mundial vai acontecer, gostemos ou não...onze de setembro foi apenas o começo..." (Declaração do Assessor do primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, em 27/4/2002)

Igualmente neste período deverá acontecer os desastres combinados:
1) Ataques Terroristas Maciços Contra as Cidades do Mundo.
2) Colapso Econômico Mundial (bancos e bolsa de valores)
3) Aumento de doenças contagiosas. (que surgem misteriosamente)

O autor de Nova Era Bill Cooper resume toda essa ameaça de um modo claro e sucinto:

"Você pode imaginar o que acontecerá se Los Angeles for atingida por um terremoto de 9.0 graus na escala Richter, Nova York for destruída por uma bomba atômica plantada por terroristas, a Terceira Guerra Mundial explodir no Oriente Médio, os bancos e as Bolsas de Valores entrarem em colapso, a comida desaparecer dos supermercados, um falso messias se apresentar ao mundo, e tudo isso em um período muito curto? Você pode imaginar? A estrutura de poder mundial pode, e irá, se necessário, fazer algumas ou todas essas coisas acontecerem, como forma de trazer à tona Nova Ordem Mundial." (Behold a Pale Horse, pg 177-8)

Esse jogo "Illuminati: A Nova Ordem Mundial", ou "INWO" é a prova fumegante de que o plano dos Illuminati para produzir o Anticristo era muito bem conhecido em certos círculos já em 1995, quando o jogo foi lançado. Muitos detalhes são apresentados por essas cartas de uma forma precisa demais para ser apenas uma coincidência. O jogo apresenta os eventos de 11/9/2001 com grande acuidade e também revela os eventos planejados do bioterrorismo que estão nos noticiários diariamente.

Se você alguma vez duvidou da existência de uma conspiração global, não pode mais duvidar. Esse jogo demonstra tanto a existência de uma conspiração como seus principais pormenores.


Nota: Apesar da fonte ser um site evangélico, devo reconhecer que as informações encontradas estão documentadas e com os devidos links que comprovam os fatos, é ver para crer.
Infelizmente a grande maioria dos católicos prefere acreditar no papai noel e no coelhinho da páscoa, do que nos sinais visíveis do fim dos tempos.
Retirado do site www.portalanjo.com

"A maioria das pessoas preferiria morrer à pensar. De fato, muitas o fazem."
COISAS INCRÍVEIS ACONTECEM NA AMÉRICA…
1°) Dobre uma nota de $20 no meio…
 


2°) Dobre de novo, tomando o cuidado para que ela fique exatamente como está abaixo.
 
 
3°) Dobre a outra ponta, exatamente como você fez antes.
E voilà, o PENTÁGONO em chamas!!

 
4°) Agora, simplesmente vire-a do outro lado…
E você terá as Torres Gêmeas pegando fogo….

 
Que coincidência! uma simples dobra geométrica cria uma premonição da catástrofe imprimida em todas as notas de $20!!!

COINCIDÊNCIA? VOCÊ DECIDE.

Como se isso não fosse o bastante… aqui está o que você viu…
 
Primeiro o Pentágono em chamas...
Depois as duas torres...
… e agora… dê uma olhada nisso!
TRIPLA COINCIDÊNCIA EM UMA SIMPLES NOTA DE $20!!!

"A grande notícia é que mais e mais pessoas estão acordando. A transformação está começando." - David Icke
A Verdade Sobre a chegada do homem à Lua
(Traduzido do site www.moontruth.com)
Se você chegou a esta página porque acabou de ver uma parte surpreendente da gravação mostrando que a chegada da Apollo 11 na Lua foi feita em um estúdio, então continue lendo. Se você não viu o clipe, clique no link no fim da página, e se prepare para ficar assombrado.

No dia 20 de julho de 1969 às 4:17 p.m., Neil Armstrong foi visto na televisão por milhões de pessoas ao redor do mundo aparentemente caminhando na superfície da lua, e dando um gigantesco salto nas páginas da história. MAS, ELE REALMENTE FEZ ISSO? Teorias de conspiração abundam na Internet.

A parte da gravação que você acabou de ver responde a pergunta - mas traz muitas outras. Nós não sabemos as respostas pra todas estas perguntas - mas aqui está o que nós sabemos:

1) é real?
Sim. Esta gravação foi feita claramente em um estúdio, e tem a clara intenção de representar a chegada na Lua da Apollo 11. A atenção para os detalhes é cambaleante. A intenção é claramente a de enganar os espectadores para que acreditem que a gravação é genuína.

2) é conclusivo?
Não. Não há nenhuma prova de que porque essa gravação foi feita em um estúdio, a chegada à lua foi necessariamente uma falssificação. Mas nós sabemos que a gravação não-digital original foi destruída e que certas pessoas (perigosas) estão muito bravas com o fato desse clipe ter vazado.

3) como nós o conseguimos?
Nós não o obtivemos diretamente de uma fonte da NASA. Nossa fonte está bem colocada para atestar a autenticidade da gravação e teve ligações com os produtores de 2 recentes documentários, um para a BBC e um para a CNN sobre as conspirações envolvendo a chegada do homem à Lua. Nós não podemos revelar a identidade dele, e provavelmente nunca seremos capazes disso. A posição dele é mais perigosa do que você poderia imaginar.

4) por que eu não vi isto antes?
A gravação foi enterrada durante mais de 30 anos. Todos os originais, exceto essa parte, foram destruídos. Nós a temos há mais de 2 anos e naquele tempo entramos em contato (anonimamente) com quase todos os donos de grandes redes de televisão para vender os direitos. Sem exceção, eles estavam interessados e queriam comprá-la. Então, em um certo ponto, todos eles, sem exceção, mudaram de idéia e começaram a tentar descobrir quem nós éramos. Naquele ponto, nós deixamos de negociar com eles. Foi muito assustador.

5) como, quando e onde foi feito?
Foi feito em 1965, julgando pela câmera em que ela foi feita - uma Ikegami Tubo. Nós temos evidência de que a gravação foi feita fora do EUA - possivelmente na Europa, por uma equipe estrangeira.

6) quem está dentro da roupa espacial?
Nenhum dos astronautas originais. Na realidade, eles estão totalmente desavisados de que esta gravação foi feita. O sujeito na roupa espacial é um ator chamado Symond Lewis.

7) por que está na Internet e não na televisão?
Veja o ponto 4

8) Qual é a reação da Nasa a esta gravação?
Eles se recusaram a comentar. Mas nós ouvimos recentemente que eles estão aumentando os esforços em uma enorme campanha para convencer a todos nós que as aterrissagens de todas as Apollo aconteceram.
 


Nota do site Uma Nova Era: Recentemente no site Moontruth.com foram adicionadas novas páginas afirmando que esse vídeo foi produzido pela The Viral Factory e que tudo não passou de uma brincadeira. Nessas novas páginas são apresentados 3 novos vídeos e uma frase, "Sorry Mr Gorsky" (Sinto muito Sr. Gorsky) que pode ser ouvida no "vídeo original", como prova de que ele é falso.
Mas se eles fizeram mesmo o filme porque não mostram a continuação? Nem que fossem alguns segundos antes ou depois. Tudo o que fizeram foi mostrar outros vídeos semelhantes ao original, algo que poderia ser feito muito facilmente com a tecnologia disponível hoje. E é no mínimo estranho que o suposto roteirista e diretor do vídeo tenha morrido 3 meses após as filmagens "de uma severa reação alérgica a algo que ele comeu".
Eles também afirmam que usaram nas filmagens uma Ikegami Tube Camera original dos anos 60!!! Se hoje pode ser feito um vídeo tão semelhante (para não dizer idêntico) ao que foi mostrado ao mundo em 69 com uma câmera da época, então o que impediria a NASA de ter feito o mesmo?
Juntando isso ao FATO de que as supostas imagens dos astronautas caminhando na Lua apresentam diferenças não só no tamanho mas principalmente na direção das sombras (o que prova que havia uma segunda fonte de luz), não resta dúvidas de que as imagens que a NASA exibiu ao mundo em 1969 foram feitas em um estúdio.
click no link e veja:
http://www.umanovaera.com/a_verdade_sobre_a_chegada_do_homem_a_lua/moontruth.mpg


 

QUERO TODA A TERRA E MAIS 5%

Também disponível em English, Dansk, Deutsch, Español, Polski e Russian

Fabian estava entusiasmado enquanto ensaiava mais uma vez o seu discurso que ia apresentar pela manhã para a multidão. Ele sempre desejou prestígio e poder, e agora seus sonhos iam se tornar realidade. Ele era um artesão que trabalhava com prata e ouro, fabricando jóias e ornamentos, mas não estava contente por ter que trabalhar para viver. Ele precisava de entusiasmo, um desafio, e agora o seu plano estava pronto para começar.
Geração após geração as pessoas utilizaram o sistema de escambo. Um homem mantinha sua família suprindo-a do necessário para viver ou especializava-se em algum tipo de comércio particular. Os bens excedentes de sua própria produção eram trocados pelos excedentes de outras pessoas.
Um dia no mercado era sempre ruidoso e poeirento; no entanto, as pessoas desejavam os gritos e as saudações, assim como o companheirismo. Costumava ser um lugar feliz, mas agora tinha gente demais, discussões demais. Não havia tempo para uma boa conversa. Precisava-se um sistema melhor.
Normalmente, as pessoas eram felizes e desfrutavam os frutos do seu trabalho.
Em cada comunidade, um governo simples tinha sido formado para garantir que as liberdades e os direitos das pessoas fossem protegidos, e que nenhum homem fosse forçado por nenhum outro homem ou grupo de homens a fazer qualquer coisa contra a própria vontade.
Este era o único propósito do governo e cada governador era apoiado voluntariamente pela comunidade local que o havia eleito.

No entanto, o dia de mercado era um problema que não podiam solucionar. Uma faca valia uma ou duas cestas de milho? Uma vaca valia mais do que um carroça?... etc. Ninguém havia pensado num sistema melhor.
Fabian anunciou: "Tenho a solução para nossos problemas de escambo, e convido todos para uma reunião pública amanhã".
No dia seguinte houve uma reunião na praça da cidade e Fabian explicou para todos o novo sistema que ele chamou de "dinheiro". A idéia parecia boa. "Como vamos começar?" perguntaram as pessoas.
"O ouro que eu uso em ornamentos e jóias é um metal excelente. Não perde o brilho nem enferruja e vai durar muitos anos. Fundirei um pouco do meu ouro em moedas e vamos chamar cada moeda de "um dólar".
Ele explicou como esses valores iam funcionar, e que esse "dinheiro" seria realmente um meio para o intercâmbio - um sistema muito melhor do que o escambo.
Um dos governadores questionou, "Algumas pessoas podem achar ouro e fazer moedas para si mesmas", disse ele.
"Isso seria muito injusto", Fabian tinha pronta a resposta. "Só as moedas aprovadas pelo governo podem ser utilizadas, e estas vão ter uma marca especial gravada nelas". Isso parecia razoável e foi proposto que se dê a cada homem um número igual de moedas. "Só eu mereço a maioria," disse o fabricante de velas, "Todos utilizam minhas velas". "Não", disse o fazendeiro, "sem alimento não há vida, com certeza nós temos que ter a maior quantidade de moedas". E a discussão continuou.
Fabian deixou eles discutirem durante algum tempo e finalmente disse, "Posto que nenhum de vocês pode chegar a um acordo, sugiro que cada um obtenha de mim a quantidade de que necessitam. Não haverá limite, exceto pela sua capacidade de devolvê-las. Quanto mais dinheiro cada um obtiver, mais deve devolver no final do ano. "E qual é o seu pagamento?" as pessoas perguntaram a Fabian.
"Posto que estou lhes oferecendo um serviço, ou seja, o suprimento de dinheiro, vocês me dão direito a receber pagamento pelo meu trabalho. Vamos dizer que para cada 100 moedas que vocês obtêm, devolvem-me 105 por cada ano que vocês mantêm a dívida. As 5 vão ser meu pagamento, e vou chamar esse pagamento de "juros".

Não parecia existir outra maneira, e aliás, 5% parecia pouco para um ano. "Voltem próxima sexta-feira e vamos começar".
Fabian não perdeu tempo. Fez moedas noite e dia, e no final de semana já estava pronto. As pessoas fizeram fila para entrar na sua loja, e depois das moedas terem sido examinadas e aprovadas pelos governadores, o sistema passou a vigorar. Algumas pessoas pediram só umas poucas moedas e saíram para experimentar o novo sistema.
Acharam o dinheiro maravilhoso, e rapidamente valoraram tudo em moedas de ouro ou dólares. O valor que puseram em cada coisa foi chamado de "preço" e o preço dependia principalmente da quantidade de trabalho requerida para produzir o bem. Se levava muito trabalho o preço era alto mas se o bem era produzido com pouco esforço o preço era baixo.
Em uma cidade morava Alan, que era o único relojoeiro. Seus preços eram altos porque os clientes estavam ansiosos por pagarem para obter um dos seus relógios.
Depois outro homem começou a fazer os relógios e os ofereceu com um preço mais baixo para conseguir vendas. Alan foi forçado a baixar seus preços e depois todos os preços caíram, assim os dois homens se esforçaram para dar a melhor qualidade com o menor preço. Essa era a genuína livre competição.
A mesma coisa aconteceu com os construtores, operadores de transportes, contadores, fazendeiros; na verdade, em cada empreendimento. Os clientes escolhiam sempre o que sentiam que era o melhor negócio, tinham liberdade de escolha. Não havia proteção artificial tal como licenças ou tarifas que evitassem que outras pessoas entrassem em um determinado negócio. O padrão de vida elevou-se e depois de pouco tempo as pessoas perguntaram-se como podiam ter vivido antes sem dinheiro.

No final do ano, Fabian saiu da sua loja e visitou todas as pessoas que lhe deviam dinheiro. Algumas possuíam mais do que tinham pedido emprestado, mas isso significava que outras pessoas tinham menos, posto que inicialmente tinha sido distribuída só uma quantidade limitada de moedas. Os que possuíam mais do que tinham pedido emprestado, devolveram o empréstimo e mais 5 adicionais para cada 100, mas tiveram que pedir emprestado novamente para poder continuar.
Os demais descobriram pela primeira vez, que tinham uma dívida. Antes de lhes emprestar mais dinheiro, Fabian tomou-lhes em hipoteca alguns de seus ativos e assim, cada um saiu mais uma vez para tentar conseguir essas 5 moedas extras que pareciam sempre tão difíceis de encontrar.
Ninguém se deu conta de que o pais como um todo jamais poderia sair da dívida até que todas as moedas fossem devolvidas, mas mesmo que isso fosse feito haviam ainda aquelas 5 adicionais para cada 100 que nunca tinham sido postas em circulação. Ninguém além de Fabian podia ver que era impossível pagar os juros - o dinheiro extra nunca tinha sido posto em circulação, e portanto sempre faltaria para alguém.
Era verdade que Fabian gastava algumas moedas, mas ele sozinho não podia gastar tanto como os 5% da economia total do pais. Havia milhares de pessoas e Fabian era só um. Além do mais, ele ainda era um ourives vivendo uma vida confortável.
Nos fundos da sua loja, Fabian tinha um cofre e as pessoas acharam conveniente deixar algumas de suas moedas com ele por segurança. Fabian cobrava uma pequena quantia, dependendo da quantidade e do tempo que o dinheiro permanecia com ele e dava ao dono das moedas um recibo por cada depósito.
Quando uma pessoa fazia compras, normalmente não levava muitas moedas de ouro. Essa pessoa dava ao mercador um dos recibos de Fabian segundo o valor das mercadorias que desejava comprar.
Os mercadores reconheciam o recibo como verdadeiro e aceitavam-no com a idéia de levá-lo depois a Fabian para retirar uma quantidade equivalente em moedas. Os recibos passaram de mão em mão ao invés do próprio ouro. As pessoas confiavam totalmente nos recibos - elas os aceitavam como se fossem tão bons quanto as moedas de ouro.
Em pouco tempo, Fabian notou que era muito pouco freqüente que uma pessoa pedisse de volta suas moedas de ouro.
Ele pensou: "Aqui estou eu, na posse de todo este ouro e continuo tendo que trabalhar duro como artesão. Não faz sentido. Há muitas pessoas que ficariam contentes de me pagar juros pelo uso deste ouro que está guardado aqui e cujos donos raramente pedem de volta.

É verdade que o ouro não é meu, mas está no meu poder e é o que interessa. Praticamente não preciso nem mais fazer moedas, posso utilizar algumas das que estão guardadas no cofre."
No início ele era muito precavido, emprestando umas poucas moedas de cada vez e somente quando tinha certeza da sua devolução. Mas aos poucos adquiriu confiança e emprestou quantidades cada vez maiores.
Um dia, pediram um empréstimo bastante grande. Fabian sugeriu, "Em vez de você levar todas estas moedas podemos fazer um depósito em seu nome e então eu lhe dou vários recibos com o valor das moedas". A pessoa que pediu o empréstimo concordou e saiu com um maço de recibos. Ela tinha obtido um empréstimo, no entanto o ouro continuava no cofre de Fabian. Depois que o cliente se foi, Fabian sorriu. Ele podia ter seu bolo e ainda por cima comê-lo. Ele podia "emprestar" o ouro e ainda mantê-lo no seu poder.
Os amigos, os estrangeiros e até os inimigos necessitavam de fundos para continuarem os seus negócios e desde que pudessem garantir a devolução, podiam pedir emprestado tanto quanto necessitassem. Simplesmente escrevendo recibos Fabian podia "emprestar" várias vezes o valor do ouro que havia em seu cofre, e ele nem sequer era o dono do dinheiro. Tudo era seguro, desde que os donos verdadeiros não pedissem a devolução do seu ouro e a confiança das pessoas fosse mantida.
Ele tinha um livro onde registrava os débitos e os créditos de cada pessoa. De fato, o negócio de empréstimos estava se mostrando muito lucrativo.
Sua posição social na comunidade aumentava quase tão rapidamente quanto sua riqueza. Ele estava se tornando um homem importante e requeria respeito. Em matéria de finanças, sua palavra era como uma declaração sagrada.
Os ourives de outras cidades ficaram curiosos sobre suas atividades e um dia chamaram-no para ter uma audiência com ele. Fabian disse-lhes o quê ele estava fazendo, mas ressaltou cuidadosamente a necessidade de manter o segredo.

Se o plano deles fosse exposto, o esquema falharia, assim todos concordaram em formar sua própria aliança secreta.
Cada um voltou à sua cidade e começou a trabalhar como Fabian tinha-lhes ensinado.
As pessoas agora aceitavam os recibos como se fossem tão bons quanto o ouro e muitos recibos foram depositados para mantê-los em segurança da mesma maneira que as moedas. Quando um mercador desejava comprar mercadorias de um outro, ele simplesmente redigia uma nota curta dirigida a Fabian na qual o autorizava a transferir o dinheiro da sua conta para a do segundo mercador. Fabian gastava apenas alguns minutos para ajustar os números no livro.
Esse novo sistema se tornou muito popular e as notas com a instrução de transferência foram chamadas de "cheques".
Mais tarde, em uma noite, os ourives tiveram uma outra reunião secreta e Fabian revelou-lhes um novo plano. No dia seguinte, eles convocaram uma reunião com todos os governadores e Fabian começou: "Os recibos que nós emitimos se tornaram muito populares. Sem dúvida, a maioria de vocês, os governadores, estão usando-os e acham que são muito convenientes". Os governadores concordaram, embora se perguntassem qual era o problema. "Bem", continuou Fabian, "alguns recibos estão sendo copiados por falsificadores. Esta prática deve parar".
Os governadores se alarmaram: "O quê podemos fazer?" perguntaram. Fabian respondeu, "Minha proposta é: primeiro de tudo, vamos fazer com que seja o trabalho do governo a impressão de novas notas em um papel especial com desenhos muito intricados. Cada nota será assinada pelo principal governador. Nós ourives ficaremos felizes de pagar os custos da impressão, por que vai nos poupar o tempo que passamos redigindo nossos recibos". Os governadores pensaram, "Bem, o nosso trabalho é proteger as pessoas contra falsificadores e este conselho de vocês parece certamente uma boa idéia". Concordaram então em imprimir as notas.
"Em segundo lugar," disse Fabian, "algumas pessoas têm feito escavações e estão fazendo suas próprias moedas de ouro. Sugiro que vocês aprovem uma lei, para que qualquer pessoa que encontre pepitas de ouro, deva entregá-las. É claro que essas pessoas vão ser pagas com notas e moedas".
A idéia parecia boa, e sem pensar muito nisso, imprimiram uma grande quantidade de notas novinhas em folha. Cada nota tinha um valor impresso nela de $1, $2, $5, $10 etc. Os pequenos custos de impressão foram pagos pelos ourives.
As notas eram muito mais fáceis de transportar e rapidamente foram aceitas pelas pessoas. Apesar da sua popularidade, essas notas e moedas eram usadas somente em 10% das transações. Os registros mostraram que o sistema de cheques era utilizado em 90% de todos os negócios.
A etapa seguinte do plano dele começou. Até agora, as pessoas estavam pagando a Fabian para guardar o dinheiro delas. Para atrair mais dinheiro ao seu cofre, Fabian ofereceu pagar aos depositantes 3% de juros sobre seus depósitos.
A maioria das pessoas acreditava que ele estava re-emprestando o dinheiro delas a quem pedisse um empréstimo, com 5% de juros, e que seu ganho era a diferença de 2%. Aliás, as pessoas não lhe perguntaram muito, porque obter 3% era muito melhor do que pagar para depositar o dinheiro em um lugar seguro.

A quantidade das poupanças cresceu e com o dinheiro adicional nos cofres, Fabian podia emprestar $200, $300, $400 e as vezes até $900 para cada $100 em notas e moedas que ele mantinha em depósito. Ele teve que ter cuidado para não ultrapassar esta relação de 9 a 1, uma vez que uma pessoa de cada dez queria retirar suas notas e moedas para utilizá-las.
Se não houvesse dinheiro suficiente quando requerido, as pessoas ficariam desconfiadas já que os livros de depósito mostravam o quanto elas tinham depositado. Ainda assim, sobre os $900 que os livros contábeis demonstravam que Fabian tinha emprestado redigindo cheques, ele podia cobrar até $45 de juros, ou seja, 5% de 900. Quando o empréstimo mais os juros eram devolvidos ($945), os $900 eram cancelados no livro de débitos e Fabian ficava com os $45 de juros. Portanto, ele estava mais que contente de pagar $3 de juros sobre os $100 depositados originalmente, os quais nunca tinham saído do seu cofre. Isto significava que, para cada $100 que mantinha em depósito, era possível obter um lucro de 42%, enquanto a maioria das pessoas pensava que ele só ganhava 2%. Os outros ourives estavam fazendo a mesma coisa. Criavam dinheiro do nada, apenas com suas assinaturas em um cheque, e ainda por cima cobravam juros sobre ele.
É verdade que eles não estavam fabricando dinheiro, o governo imprimia as notas e as entregava aos ourives para serem distribuídas. O único gasto de Fabian era o pequeno custo de impressão. No entanto, eles estavam criando dinheiro de crédito que vinha do nada e sobre o qual faziam incidir juros. A maioria das pessoas acreditava que a provisão de dinheiro era uma operação do governo. Acreditavam também que Fabian estava lhes emprestando o dinheiro que alguém mais tinha depositado, mas era estranho que nenhum depósito decrescia quando Fabian emprestava dinheiro. Se todos tivessem tentado retirar seus depósitos ao mesmo tempo, a fraude teria sido descoberta.
Não havia problemas quando alguém pedia um empréstimo em moedas ou notas. Fabian simplesmente explicava ao governo que o aumento da população e da produção requeria mais notas, e ele as obtinha por pequeno custo de impressão.
Um dia, um homem muito pensativo foi ver Fabian. "Esta cobrança de juros está errada", disse ele. "Para cada $100 que você empresta, você está pedindo $105 em retorno. Os $5 extras não podem ser pagos nunca, já que não existem.
Os fazendeiros produzem comida, os industriais produzem bens e assim fazem todos os demais, mas somente você produz dinheiro. Suponha que existam somente dois empresários em todo o pais, e que nós empregamos o resto da população. Pedimos-lhe emprestado $100 cada um, pagamos $90 em salários e gastos e ficamos com $10 de lucro (nosso salário). Isso significa que o poder aquisitivo total de toda a população é $90 + $10 multiplicado por dois, isto é $200. Mas, para lhe pagar, nós devemos vender toda a nossa produção por $210. Se um de nós tiver sucesso e vender toda a produção por $105, o outro homem só pode esperar obter $95. Além disso, parte dos seus bens não pode ser vendida, já que não restaria mais dinheiro para comprá-los.
Tendo obtido só $95, o segundo empresário ainda deveria a você $10 e só poderia lhe pagar pedindo mais emprestado. Este sistema é impossível".
O homem continuou, "Certamente você deveria emitir $105, ou seja 100 para mim e 5 para seus próprios gastos. Assim, haveria $105 em circulação e a dívida poderia ser paga".
Fabian escutou em silêncio e finalmente disse: "A economia financeira é um assunto muito profundo meu amigo, requer anos de estudo. Deixe que eu me preocupo com estes assuntos e você se preocupa com os seus. Você deve se tornar mais eficiente, aumente sua produção, reduza seus gastos e torne-se um melhor empresário. Sempre vou estar disposto a ajudá-lo nesses assuntos".
O homem se foi sem se dar por convencido. Havia alguma coisa errada com as operações de Fabian e ele sentiu que suas perguntas tinha sido evitadas.
No entanto, a maioria das pessoas respeitava a palavra de Fabian -"Ele é o perito, os demais devem estar errados. Olhem só como é que o pais desenvolveu-se, como a nossa produção aumentou. É melhor nós deixarmos que ele tome conta destas coisas".
Para pagar os juros sobre os empréstimos que haviam pedido, os mercadores tiveram que elevar seus preços. Os assalariados queixaram-se de que os salários eram muito baixos. Os empresários negaram-se a pagar maiores salários, dizendo que quebrariam. Os fazendeiros não podiam obter preços justos pela sua produção. As donas de casa queixavam-se de que os alimentos estavam muito caros.
E finalmente, algumas pessoas declararam-se "em greve", algo do qual nunca se tinha ouvido falar antes. Outros haviam sido afetados pela pobreza, e seus amigos e parentes não tinham dinheiro para ajudá-los. A maioria tinha esquecido a verdadeira riqueza ao seu redor: as terras férteis, os grandes bosques, os minerais e o gado. Só podiam pensar no dinheiro, que sempre parecia faltar. Mas nunca questionaram o sistema. Eles acreditavam que o governo o estava controlando.
Alguns poucos tinham juntado seu dinheiro em excesso e formaram companhias de empréstimos ou "companhias financeiras". Podiam obter 6% ou mais, desta maneira, o que era melhor do que os 3% que Fabian pagava, mas só podiam emprestar o dinheiro que possuíam - não tinham o estranho poder de criar dinheiro do nada simplesmente registrando números em um livro.
Estas companhias financeiras de alguma maneira preocupavam Fabian e seus amigos, então eles logo formaram as suas próprias companhias. Na maioria dos casos, compraram as outras companhias antes de que começassem suas operações. Em pouco tempo, todas as companhias financeiras ou pertenciam a eles ou estavam sobre o controle deles.
A situação econômica piorou. Os assalariados tinham certeza de que os patrões estavam tendo muito lucro. Os patrões diziam que os trabalhadores eram muito preguiçosos e não estavam cumprindo honestamente seu dia de trabalho e todos culpavam a todos. Os governantes não podiam achar uma resposta, e além disso, o problema imediato parecia ser combater a crescente pobreza.
O Governo empreendeu então esquemas de previdência e fizeram leis forçando as pessoas a contribuírem com eles. Isto fez com que muitas pessoas ficassem irritadas - elas acreditavam na velha idéia de ajudar o vizinho voluntariamente.
"Estas leis não são mais do que um roubo legalizado. Tirar uma coisa de uma pessoa contra sua vontade, independente do propósito para o qual vai ser usado, não é diferente de roubar."
Mas cada homem sentia-se indefenso e temia a ameaça de ir para a cadeia se falhasse em pagar. No inicio, estes esquemas de previdência deram algum alívio, mas com o tempo o problema da pobreza agravou-se novamente e então era preciso mais dinheiro para a previdência. O custo destes esquemas elevou-se mais e mais e o tamanho do governo aumentou.

A maioria dos governantes eram homens sinceros tentando fazer o melhor possível. Eles não gostavam de pedir mais dinheiro ao seu povo e finalmente, não tiveram outra opção a não ser pedir dinheiro emprestado a Fabian e seus amigos. Eles não tinham idéia de como fariam para pagar esse empréstimo. A situação piorou, os pais já não podiam pagar professores para seus filhos. Não podiam pagar médicos e as empresas de transporte estavam falindo.
O governo foi forçado a assumir o controle desses serviços um por um. Professores, médicos e muitos outros tornaram-se servidores públicos.
Poucas pessoas estavam satisfeitas com os seus empregos. Recebiam um salário razoável mas perderam sua identidade. Converteram-se em pequenas engrenagens de uma maquinaria gigante.
Não havia espaço para a iniciativa pessoal, muito pouco reconhecimento para o esforço, sua renda era fixa e somente podia-se ascender quando um superior se aposentava ou morria.
Desesperados, os governantes decidiram pedir o conselho de Fabian. Consideravam-no muito sábio e parecia saber como resolver assuntos de dinheiro. Fabian os escutou explicarem todos os seus problemas, e finalmente respondeu, "Muitas pessoas não podem resolver seus próprios problemas - eles precisam de alguém que o faça por eles. Com certeza, vocês vão concordar que a maioria das pessoas tem direito a ser feliz e a ter o básico para viver. Um de nossos grandes ditados populares é "Todos os homens são iguais" - Não é verdade?
Bem, a única maneira de equilibrar as coisas é tomar o excesso de riqueza dos ricos e dá-lo aos pobres. Organizem um sistema de impostos. Quanto mais um homem tem, mais deve pagar. Arrecadem os impostos de cada pessoa segundo sua capacidade e dêem a cada um segundo sua necessidade. As escolas e os hospitais devem ser gratuitos para aqueles que não puderem pagá-los."

Ele lhes deu uma longa palestra sobre grandes ideais e concluiu dizendo: "Ah, a propósito, não se esqueçam de que me devem dinheiro. Estiveram me pedindo emprestado por muito tempo. O mínimo que posso fazer para ajudar, é que vocês só me paguem os juros. Nós deixaremos o capital como dívida, apenas me paguem os juros".
Saíram, e sem pensar muito sobre as filosofias de Fabian, introduziram o imposto gradativo sobre a renda: quanto mais você ganha, mais alta é a sua dívida fiscal. Ninguém gostou disso, mas ou pagavam os impostos ou iam para a cadeia.
Os novos impostos forçaram os comerciantes novamente a subirem os seus preços. Os assalariados exigiram salários mais altos o que causou que muitas empresas falissem, ou que substituíssem homens por maquinaria. Isso resultou em mais desemprego e forçou o governo a introduzir mais esquemas de previdência e mais seguros de desemprego.
Foram introduzidas tarifas e outros mecanismos de proteção para resguardar algumas indústrias, de maneira que mantivessem suas ofertas de emprego. Algumas pessoas perguntaram-se se o propósito da produção era produzir mercadorias ou simplesmente proporcionar empregos.
No entanto, as coisas ficavam cada vez piores. Tentaram o controle de salário, o controle dos preços, e toda classe de controles. O governo tentou conseguir mais dinheiro com impostos sobre as vendas, os salários, etc. Alguém observou que no caminho desde a colheita do trigo até a mesa nos lares, havia cerca de 50 impostos sobre o pão.
Muitos "peritos" se apresentaram e alguns deles foram escolhidos para governar, mas depois de cada reunião anual voltavam sem ter alcançado quase nada, exceto pela notícia de que os impostos deviam ser "reestruturados", mas sempre a quantidade total de impostos aumentava.
Fabian começou a exigir seus pagamentos de juros, e uma porção cada vez maior do dinheiro dos impostos era necessária para pagá-lo.
Então veio a política partidária - as pessoas discutiam sobre que grupo de governadores poderia solucionar da melhor maneira seus problemas. Discutiram sobre as personalidades, idealismo, os slogans... Sobre tudo exceto o problema real. Os Conselhos estavam com problemas.
Em uma cidade os juros da dívida excederam a quantidade de impostos que foram arrecadados em um ano. Em todo o pais os juros que não foram pagos continuaram aumentando - juros foi cobrado sobre os juros não-pagos.
Gradualmente, muita da riqueza real do pais foi comprada ou controlada por Fabian e seus amigos e com isso veio um maior controle sobre as pessoas. No entanto, o controle ainda não estava completo. Eles sabiam que a situação não estaria segura até que cada pessoa fosse controlada.
A maioria das pessoas que se opunha ao sistema era silenciada por pressão financeira, ou sofria o ridículo público. Para atingir isto, Fabian e seus amigos compraram a maioria dos jornais, televisão e estações de rádio. E escolheram cuidadosamente as pessoas que iam operá-las. Muitas destas pessoas tinham um desejo sincero de melhorar o mundo, mas nunca se deram conta de como eram usadas. Suas soluções sempre lidavam com os efeitos do problema, nunca com a causa.
Havia vários jornais diferentes - um para a ala direita, um para a ala esquerda, um para os trabalhadores, um para os patrões, e assim por diante. Não importava muito em qual você acreditasse desde que você não pensasse no problema real.
O plano de Fabian estava quase no final - o pais inteiro devia-lhe dinheiro. Através da educação e da Mídia, ele tinha o controle da mente das pessoas. Podiam pensar e crer apenas no que ele queria que pensassem.

Uma vez que um homem tem muito mais dinheiro do que ele pode gastar para seus prazeres, que desafio resta para excitá-lo?. Para aqueles que têm uma mentalidade dominante, a resposta é o poder - poder puro e completo sobre outros seres humanos. Colocaram idealistas nos meios de comunicação e no governo, mas os controladores reais que Fabian procurava eram os que tinham mentalidade de classe dominante.
A maioria dos ourives seguiram este caminho. Conheciam a sensação de grande abundância mas já não os satisfazia. Precisavam de desafios e emoção e o poder sobre as massas converteu-se em um grande jogo.
Acreditaram que eram superiores a todos os demais. "É o nosso direito e nosso dever governar. As massas não sabem o que é bom para elas. Precisam serem dirigidos e organizados. Governar é o nosso direito de nascimento".
Por todo o pais Fabian e seus amigos possuíam muitos companhias de empréstimos. Na verdade, eram de propriedade privada e de diferentes donos. Na teoria competiam umas com outras mas na verdade trabalhavam juntas. Despois de convencer alguns dos governadores, instalaram uma instituição que chamaram de Reserva Central de Dinheiro. Nem sequer usaram seu próprio dinheiro para fazer isto -criaram crédito contra uma parte dos depósitos das pessoas.
Esta instituição tinha a aparência de regular a fonte do dinheiro e ser uma instituição pertencente ao governo, mas estranhamente não se permitiu a nenhum governador ou servidor público ingressar à Junta Diretiva.

O governo deixou de pedir emprestado diretamente de Fabian, mas começou a usar um sistema de Bônus contra a Reserva Central de Dinheiro. A garantia oferecida era a renda estimada dos impostos do ano seguinte. Isto ajustava-se com o plano de Fabian -afastar as suspeitas de sua pessoa e desviar a atenção para uma aparente instituição do governo. Por baixo do pano, ele ainda tinha o controle.
Indiretamente, Fabian tinha tal controle sobre o governo que este era obrigado a seguir suas instruções. Fabian costumava gabar-se: "Deixem-me controlar o dinheiro de uma nação e não me importo com quem faz suas leis". Não interessava muito que partido era eleito para governar. Fabian tinha o controle do dinheiro, o sangue vital da nação.
O governo obtinha o dinheiro, mas o juros foram se acrescentado sempre em cada empréstimo. Cada vez mais se gastava dinheiro em esquemas de previdência e em seguros de desemprego, e não muito tempo depois, o governo se viu com dificuldades até para pagar os juros, sem falar do capital.
No entanto, havia mais pessoas que se perguntaram: "O dinheiro é um sistema feito pelo homem. Com certeza pode-se ajustar o sistema para pô-lo a serviço das pessoas, e não que as pessoas estejam a serviço do dinheiro". Mas cada vez havia menos pessoas que se faziam essa pergunta e suas vozes se perderam na louca procura do dinheiro inexistente para pagar os juros.
Os governos mudaram, os partidos políticos mudaram, mas as políticas de base continuavam. Sem importar que governo estava no "poder", o objetivo final de Fabian aproximava-se mais e mais cada ano. As políticas das pessoas não significavam nada. As pessoas pagavam com esforço os impostos, não podiam pagar mais. Amadurecia o momento para o movimento final de Fabian.
Dez por cento do dinheiro ainda estava sob a forma de notas e moedas. Isto tinha de ser eliminado de tal maneira que não despertasse suspeitas. Enquanto, as pessoas utilizassem dinheiro de contado, seriam livres de comprar e vender como quisessem -as pessoas ainda tinham algum controle sobre suas próprias vidas.
Mas não era sempre seguro carregar notas e moedas. Os cheques não eram aceitos fora da comunidade local, e portanto, procurou-se um sistema mais conveniente. Fabian tinha a resposta outra vez. Sua organização deu um pequeno cartão plástico a cada um onde mostrava-se o nome da pessoa, a foto e um número de identificação.
En qualquer lugar onde esse cartão fosse apresentado, o comerciante telefonaria para o computador central para controlar o crédito. Se tinha crédito, a pessoa poderia comprar o que desejasse; até certa quantidade.
No início, permitira-se que as pessoas gastassem uma quantidade pequena em crédito, e se ele era pago dentro do mesmo mês, não incidia juro nenhum. Isto estava bem para os assalariados, mas o quê aconteceria com os empresários?. Eles tinham que instalar máquinas, fabricar as mercadorias, pagar os salários etc. e vender todas suas mercadorias e logo depois pagar o crédito. Se excediam a um mês, eram taxados em 1,5% por cada mês que a dívida era acumulada. Isto chegava a 18% ao ano.
Os empresários não tinham nenhuma opção aliás de acrescentar 18% sobre o preço de venda. Mas todo esse dinheiro ou crédito adicional (18%) não tinha sido emprestado a ninguém. Em todo o pais os empresários tinham a impossível tarefa de pagar $118 por cada $100 que pediram emprestados -mas os $18 adicionais nunca tinham sido criados no sistema. Não existiam.
Fabian e seus amigos elevaram ainda mais sua posição social. Eram considerados pilares de respeitabilidade. Suas declarações em finanças e economia eram aceitas com convicção quase religiosa.
Sob a carga de impostos cada vez maiores, muitas pequenas empresas derrubaram-se. Licenças especiais eram necessárias para várias operações, de maneira tal que para as empresas restantes fosse muito difícil participar. Fabian possuía e controlava todas as grandes companhias que tinham centenas de subsidiárias. Estes pareciam competir entre si, no entanto Fabian controlava todas elas. Eventualmente, todos os outros competidores foram forçados a fechar suas portas. Os encanadores, os carpinteiros, os eletricistas e a maioria das indústrias pequenas sofreram igual destino -foram tragados pelas companhias gigantes de Fabian que tinham proteção do governo.
Fabian queria que os cartões plásticos substituíssem as notas e as moedas. Seu plano era que quando todas as notas fossem retiradas, somente os negócios que utilizassem o sistema de cartões ligados ao computador central poderiam funcionar.
Ele planejou que se alguém eventualmente perdesse seu cartão, estaria impossibilitado de comprar ou vender qualquer coisa até que se demonstrasse sua identidade. Ele queria impor uma lei, que lhe desse um controle total -uma lei que obrigasse a todas as pessoas a terem seu número de identificação tatuado na mão. O número seria visível somente sob uma luz especial, ligada a um computador. Cada um desses computadores estaria conectado ao computador central gigante e assim Fabian poderia saber tudo sobre todos.
A propósito, a terminologia usada no mundo financeiro para este sistema é "Reservas bancárias" (Fractional Reserve Banking). (NdoT: É um sistema onde os bancos privados e o banco central têm o monopólio do poder para gerar moeda corrente. O valor total dos depósitos em um banco, e portanto a quantia total de moeda que pode ser gerada por um banco, está limitado por um múltiplo das suas reservas. O banco central supervisiona os bancos privados para garantir que as reservas serão mantidas no nível requerido ou por cima dele.
A história que você acaba de ler, evidentemente, é ficção.
Mas, se você achar que é preocupantemente real e quer saber quem é Fabian na vida real, um bom começo seria um estudo das atividades dos ourives ingleses nos séculos XVI e XVII.
Por exemplo, o Banco da Inglaterra começou em 1694. O rei Guilherme de Orange estava em dificuldades financeiras como resultado de uma guerra com a França. Os ourives "emprestaram-lhe" 1,2 milhões de libras (uma quantidade impressionante naqueles dias) sob determinadas condições:
Os juros seriam 8%. Lembre-se que a Carta Magna indicava que cobrar juros era crime passível de morte. O Rei devia conceder aos ourives uma carta para o Banco que lhes dava o direito de emitir crédito.
Antes disso, suas operações de emitir recibos por mais dinheiro do que tinham depositado eram totalmente ilegais. A carta do rei tornou-as legais.
Em 1694 William Patterson obteve a carta para o Banco da Inglaterra.
© Larry Hannigan, Australia



"O sistema, a ciência e a religião se combinaram para deixar bilhões cansados de viver, mas ao mesmo tempo com medo de morrer."


“Não são os votos que contam, mas sim quem conta os votos."
Illuminati: Tese x Antítese = Síntese
Resumo da notícia da revista Time, de 25/5/1992, "A Chat with the Gorbatchevs", pg 51.
Tese X Antítese = Síntese

"Nada sobre a visita triunfal de duas semanas de Mikhail Gorbatchev aos EUA sugere que ele seja um político removido do poder. Os americanos ... o receberam com ovações... Embora sua visita aos EUA tenha sido para angariar fundos e fazer contatos para .... a Fundação Gorbatchev, ela também serviu para apresentá-lo aos estadistas, cujos pronunciamentos terão repercussões em todo o mundo. Seu tema é um corolário de sua própria Perestroika: o mundo inteiro precisa de uma mudança e de uma reorientação... Gorbatchev não foi forçado a admitir que a teoria socialista falhou ou que o comunismo morreu. Uma alternativa entre capitalismo e comunismo estará sendo oferecida em um futuro próximo ...."

A maioria de vocês provavelmente está balançando a cabeça, confusa com essa notícia, não percebendo que ela contém uma das maiores admissões na história do mundo moderno! No entanto, qualquer aluno da conspiração Iluminista para implantar a Nova Ordem Mundial, saberia imediatamente o que Gorbatchev quis dizer quando afirmou "uma alternativa entre capitalismo e comunismo estará sendo oferecida em um futuro próximo".

Ao considerarmos a afirmação de Gorbatchev com cuidado, vemos que ele nos disse que existem três sistemas de governo, dois atualmente constituídos e um por vir. Ele especificamente menciona o comunismo e o capitalismo como atualmente estabelecidos no mundo, mas afirma que um terceiro, ainda sem nome, será implantado, que não será nem comunista nem capitalista.

A que ele pode estar referenciando? Para compreender, precisamos voltar na história, para 1 de maio de 1776, o dia em que Adam Weishaupt, um ex-padre jesuíta, formou seu grupo ocultista, ao qual chamou de Mestres dos Illuminati. Adam Weishaupt fundou seu novo grupo com base na Ordem Jesuíta, com a qual estava familiarizado. Os Mestres dos Illuminati eram uma verdadeira sociedade secreta, completamente fechada para o mundo exterior. Eles tinham um plano definitivo para derrubar todas as instituições civis e religiosas e os governos, substituindo-os com um novo governo mundial, um sistema que Weishaupt chamou de Nova Ordem Mundial.

Quais são os planos específicos para a Nova Ordem Mundial? Nesta Webster, escrevendo em seu livro, "World Revolution", listou os seguintes seis objetivos:

Abolição da Monarquia e de todos os governos constituídos
Abolição da propriedade privada
Abolição da herança
Abolição do patriotismo
Abolição da família (isto é, do casamento e de toda a moralidade, e a instituição da educação comunal das crianças) [Minha nota: "Educação comunal das crianças" refere-se ao Estado administrar a educação pública.]
Abolição de todas as religiões (pg 22)

Para alcançar esse plano, Weishaupt compreendia que precisava de poder sobrenatural, para conseguir destruir a Civilização Ocidental, que era religiosamente cristã. Portanto, Weishaupt estabeleceu seus Mestres dos Illuminati com uma base ocultista! [The New World Order, de Ralph Epperson, pg 108-112 (leia a resenha)] Weishaupt criou um símbolo para sua organização, o Olho que Tudo Vê no alto de uma pirâmide incompleta, dentro de um círculo. No alto do círculo estavam as palavras "Annuit Coeptus", que em latim significa "Anunciando o nascimento de" e na parte inferior do círculo estão as palavras latinas "Novus Ordo Seclorum", que significa Nova Ordem Mundial. Em outras palavras, o símbolo de Weishaupt estava "anunciando o nascimento da Nova Ordem Mundial". [America's Secret Destiny: Spiritual Vision & The Founding of a Nation, Robert Hieronimus, Ph. D., pg 20-21; Nota: Este é um livro sobre a Nova Ordem Mundial).

Esse símbolo parece familiar, e deve, porque aparece no verso da nota americana de um dólar!! Na parte inferior da pirâmide estão numerais latinos, que, quando convertidos para nosso sistema numérico, são 1776. Assim, como o dinheiro norte-americano tem esse símbolo da Nova Ordem Mundial, temos de assumir que nosso governo está comprometido com essa Nova Ordem Mundial desde 1776! E, na verdade, está, mas falaremos mais sobre isso posteriormente.

Weishaupt planejou a derrubada de todos os governos e a substituição deles pelo sistema global. Ele direcionou seu plano contra os governos da Europa ocidental, pois estavam estabelecidos de acordo com os princípios judaico-cristãos. Ele achava que as nações do oriente poderiam ser facilmente incorporadas ao plano porque as religiões delas estão tão firmemente enraizadas no misticismo quanto sua religião ocultista. Na verdade, à medida que o mundo está se preparando para entrar na Nova Ordem Mundial, vemos um fácil fusão ocorrendo entre as nações do oriente e os aderentes da Nova Era.

O problema, na visão de Weishaupt, eram que as nações européias e o Novo Mundo, que mais tarde se tornariam os Estados Unidos da América, estavam fundamentados no cristianismo. Portanto, ele direcionou seu plano contra elas. Weishaupt via dois inimigos religiosos, o Catolicismo Romano e o movimento protestante que atraia as classes burguesas.

Aqui está o problema em resumo, do ponto de vista de Weishaupt. Ele queria destruir os governos ocidentais, substituindo-os por um novo governo global, chamado Nova Ordem Mundial. Mas como ir do Ponto A ao Ponto B? Como alguém, gradualmente muda todos os aspectos de toda nação ocidental, movendo-as da liberdade para a escravidão, sem que os cidadãos desses países descubram o plano e forcem seus governos a atacar e destruir o inimigo?

Para os iniciantes, você precisa manter seus planos em total segredo. Essa é a principal razão do estabelecimento dos Mestres dos Illuminati como uma sociedade secreta. Eles tinham alguns segredos a guardar das pessoas a quem queriam escravizar. Weishaupt achava que tinha uma aliada potencialmente forte na sociedade, chamada Maçonaria. Estabelecidos oficialmente dentro do Mundo Ocidental em 1717, os maçons ensinavam que, um dia, as atitudes e valores de todos os homens de todas as nações evoluiriam naturalmente, até o ponto em que todas as religiões se fundiriam. Todos os homens compreenderiam que são irmãos. E, os maçons achavam que liderariam o caminho para essa nova compreensão global. Esse novo sistema global era inevitável e aconteceria natural e pacificamente.

Weishaupt dizia "Bobagem"! Isso nunca ocorrerá natural e pacificamente; precisará ocorrer somente por meio de revolução violenta . Assim, Weishaupt e seus homens começaram a se infiltrar nas lojas maçônicas européias em 1776, e em apenas treze anos, em 1789, já controlavam todas as lojas maçônicas na Europa com sua visão de mudanças violentas. A tomada das Lojas Maçônicas Americanas não ocorreu até 1830, tanto quanto eu possa identificar; no entanto, Weishaupt conseguiu conquistar os corações de muitos maçons norte-americanos antes dessa data.

Weishaupt não tinha um elemento em seu grande plano para estabelecer sua Nova Ordem Mundial: um Plano de Batalha Tático que claramente especifica como ele deveria proceder para derrubar todos os governos estabelecidos no mundo ocidental. Em 1823, um professor alemão de filosofia chamado Hegel criou essa fórmula, esse plano de batalha específico. Hegel propôs que as sociedades fossem governadas pela seguinte fórmula:

A existência de um tipo de governo ou sociedade, chamado Tese, provocaria o aparecimento do oposto desse tipo de governo ou sociedade, que Hegel chamou de Antítese. Tese e Antítese naturalmente começariam a batalhar uma contra a outra, pois são sistemas exatamente opostos e, portanto, com visões diferentes sobre o mundo. Se a Tese e a Antítese batalharem por um longo período de tempo, sem que nenhum lado aniquile o outro, essa batalha resultará em ambos os lados mudando para um sistema híbrido de governo e de sociedade, que Hegel chamou de Síntese.

Uma batalha constante, ou ameaça de batalha, era a chave. Hegel teorizou que "Conflito traz mudança, e o conflito planejado traz mudança planejada. Essa teoria varreu a Europa, nos campus das universidades, acendendo um grande debate! Após um certo tempo, a fascinação dos estudantes com essa teoria foi desaparecendo, mas os Illuminati, com a Maçonaria agora totalmente envolvida na liderança do Plano da Nova Ordem Mundial, agora tinham sua fórmula para alcançar seus objetivos!

Vamos agora definir esses termos conforme eles se relacionam com o Plano de Weishaupt:

Tese - é o sistema original que dominava a Europa no fim do século XVIII. Esse sistema era Iniciativa Privada na economia, Monarquia ou Democracia na política, e judaico-cristão na religião.
Antítese - é o sistema oposto à Tese, que, teoricamente, batalhando contra a Tese por um período longo de tempo, produziria um novo sistema, chamado Síntese. O principal problema é que nenhum sistema realmente oposto à Tese existia em 1776.

Portanto, o que você faz quando nenhum sistema oposto apareceu "espontaneamente"? Se eu estivesse incumbido de executar o Plano da Nova Ordem Mundial, e acreditasse na teoria de Hegel, suponho que procuraria criar um sistema exatamente oposto à Tese. O autor e editor católico Piers Compton, escreve sobre a criação da Antítese, o oposto exato da Tese Ocidental. Em 1846, "havia uma sensação de mudança no ar, uma mudança que se estenderia além das fronteiras da Igreja e transformaria muitas facetas da existência... Dois anos mais tarde, um corpo seleto de iniciados secretos, chamado Liga dos Doze Justos dos Illuminati, financiou Karl Marx para escrever o Manifesto Comunista..." [The Broken Cross: Hidden Hand in the Vatican, pg 16].

A Antítese foi teoricamente criada quando o Manifesto Comunista foi publicado por Karl Marx em 1848. O autor cristão, Gary Kah, descobriu esse segredo quando recebeu uma coleção de livros maçônicos antigos e secretos. Ele escreveu sobre isso em seu livro Enroute to a Global Occupation [leia a resenha]. Na página 94, Kah reproduz um diagrama que ele descobriu, que ilustra a ligação histórica entre o Movimento de Nova Era, com a Maçonaria, com os Illuminati, os Rosa-cruzes, os Cavaleiros Templários, Gnosticismo, Cabalismo, e a mãe de todos eles, as antigas religiões de mistério do Egito e da Babilônia. Fora, para o lado desse principal corpo de ligação, estavam vários grupos criados pela Maçonaria/Illuminati. "Marxismo" é mostrado em um quadro, com uma seta apontando para a Maçonaria/Iluministas! Não resta dúvida. A Maçonaria e os Illuminati criaram o comunismo como um oposto direto à Tese, para que a teoria de Hegel pudesse ter prosseguimento.

O comunismo propõe que na Economia, o Estado possua todos os bens de produção e que planeje o que será produzido; na religião, propõe o ateísmo; na política, uma ditadura do proletariado. Um oposto mais completo à Tese do que esse não teria sido possível.

* Síntese -- é o novo sistema híbrido produzido pela batalha constante entre a Tese e a Antítese. A Síntese está planejada para ser Fascista na economia, em que os meios de produção e a distribuição dos produtos estão nas mãos da iniciativa privada, mas o governo determina quanto é produzido e quantas empresas podem produzir o mesmo tipo de produto. A síntese foi planejada para ser Satânica na religião, que é o híbrido entre a Tese judaico-cristã e a Antítese ateísta. Esse novo sistema, hipoteticamente chamado de Síntese, sempre teve um título. Sempre foi conhecido como Nova Ordem Mundial.

Esse Plano Hegeliano foi a grande premissa que guiou as ações dos Illuminati desde o início dos anos 1820. Simplesmente, o Plano era criar o sistema perfeitamente oposto à Tese, chamado Antítese. Esses dois lados opostos batalhariam entre si política e verbalmente durante muitos anos, ameaçando o mundo com uma grande guerra. No entanto, o Plano requer que nenhum lado destrua militarmente o outro. Nos muitos anos durante os quais essa batalha foi planejada para ocorrer, as atitudes das pessoas em ambos os lados mudaria gradualmente, até que o ponto fosse alcançado em ambos os lados, que permitiria que o novo sistema, a Síntese, nascesse. Esse sistema Síntese foi chamado de Nova Ordem Mundial.

Fique conosco agora, pois estamos perto de compreender o fluxo da história humana desde o início do século XIX, e especificamente, todo o século XX.

Quando os Mestres dos Illuminati foram criados em 1776, tinham vários objetivos principais em mente. Já relacionamos os seis principais objetivos dos Illuminati anteriormente. Esses seis objetivos são realmente chocantes e revolucionários. No entanto, embora o conceito seja chocante, ficamos ainda mais chocados quando percebemos que esses seis objetivos defendidos pelos Mestres dos Illuminati correspondem, palavra por palavra, aos objetivos do comunismo organizado, que Karl Marx popularizou em meados do século XIX. Essa concordância palavra por palavra não deixa espaço para mal-entendido: os Mestres dos Illuminati criaram o conceito de comunismo. Realmente, a autora Nesta Webster capturou essa verdade em seu livro World Revolution: Plot Against Civilization, escrito em 1921. Ela criou um diagrama que mostrava o fluxo da Revolução Mundial. Ela mostra uma ligação oculta dos Mestres dos Illuminati no ano de 1871, entre a Comuna Européia e o Primeiro Congresso Internacional, liderado por Karl Marx e Friedrich Engels. Claramente, o comunismo foi criado para ser o oposto exato, ou a Antítise do capitalismo ocidental.

Mas, há mais. As filosofias dos Mestres dos Illuminati e o comunismo também são idênticas. Quais são essas filosofias?

O homem é inerentemente bom.
Todos os problemas do homem são o resultado de um ambiente ruim. Portanto, todos os problemas do homem podem ser resolvidos se o ambiente for modificado. (Nota: Essa crença resultou na matança de 200 milhões de pessoas desde 1917; o melhor modo de melhorar o meio ambiente é matar todos aqueles que não podem aceitar a nova ordem. Como essa crença é também básica para a vindoura era do Anticristo, a Nova Ordem Mundial, pode-se ouvir o som cada vez mais próximo da cavalgada dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse.)
A razão do homem é suprema e, se deixada inalterada pelo dogma religioso, pode criar uma utopia terrestre.
Os fins maravilhosos justificam quaisquer meios necessários para alcançá-los. Essa crença é o corolário da crença que o homem pode alcançar felicidade reestruturando seu meio-ambiente. Assim, qualquer ação, incluindo a matança em massa de pessoas, pode ser justificada se avança uma causa nobre.

O fato chocante da história é que a sociedade secreta Mestres dos Illuminati criou o comunismo para ser a exata Antítese para o capitalismo Ocidental. Após Karl Marx e Friedrich Engels terem publicado o Manifesto Comunista em 1848, o cenário político foi teoricamente configurado para iniciar a batalha planejada entre Tese e Antítese. Além disso, os capitalistas ocidentais estavam satisfeitos com esse novo sistema, e estavam prontos para apoiá-lo com o dinheiro que fosse necessário para criar sua cobiçada Síntese, a Nova Ordem Mundial. O autor Antony Sutton em seu livro Wall Street and the Bolshevik Revolution reimprime o desenho feito pelo cartunista Robert Minor, e que foi publicado no jornal St. Louis Dispatche, em 1911. Observe que em 1911 o comunismo ainda era uma teoria; o czar ainda governava a Rússia. Nesse desenho, Karl Marx é retratado no meio da rua na região de Wall Street em Nova York, dando uma grande gargalhada, com sua tese sobre "Socialismo", que conhecemos hoje como comunismo, debaixo do seu braço esquerdo. Edifícios arranha-céus de ambos os lados da rua e o Prédio do Empire State são vistos claramente ao fundo. Multidões de pessoas estão no segundo plano, parecendo jubilosas.

Qual é a causa para a alegria? Os capitalistas ocidentais estão fazendo uma passeata em homenagem a Karl Marx. George Perkins, um sócio do riquíssimo banqueiro J. P. Morgan, está apertando a mão de Marx, com um grande sorriso na face. Atrás de Marx, com sua mão estendida, está Andrew Carnegie. Os banqueiros J. P. Morgan e John D. Rockefeller também são vistos esperando sua vez de cumprimentar Marx. E, diretamente no segundo plano, entre Marx e Perkins, está o presidente Teddy Roosevelt.

Assim, esse desenho capta sucintamente a correta compreensão que os capitalistas ocidentais apoiaram as teorias de Karl Marx sobre o comunismo. Por que? Porque agora tinham criado a Antítese perfeita para a Tese Ocidental, e assim poderiam começar a criar seu sistema híbrido, a Síntese, melhor conhecido como Nova Ordem Mundial.

Como dissemos anteriormente, a Síntese está planejada para ser um sistema econômico fascista, em que os meios de produção e a distribuição dos produtos serão controlados pela iniciativa privada. O governo controlará quantas empresas poderão fabricar o mesmo tipo de produto e quanto de cada produto será produzido. Claramente, para que esse sistema funcione para o benefício da iniciativa privada, o ditador do governo sempre precisava ser um homem de negócios, que tomaria todas suas decisões em favor dos negócios. Esse novo sistema negócios-governo criará enormes lucros por diversas razões:

Não permitirá competição em qualquer área específica da economia. Por exemplo, não haverá mais de dez fabricantes de carros no mundo. Três ou quatro grandes fabricantes serão suficientes. O Governo Global não permitirá que qualquer líder local apareça e tome o patrimônio de alguma empresa multinacional. Esse tipo de nacionalização, como os árabes tomando os patrimônios de companhias petrolíferas multinacionais em seu próprio território em 1972-1973, custou às empresas do mundo trilhões de dólares somente neste século.
O Governo Global produzirá a paz que é tão necessária para os negócios progredirem. Logicamente, essa paz será obtida à custa das nossas liberdades individuais, mas nenhum líder da Nova Ordem Mundial está interessado em liberdades individuais. A paz global produzirá bons lucros.

Lembre-se das palavras de Paulo em I Timóteo 6:10, "O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males". Como o reino do Anticristo será o mais perverso de todos os tempos, não devemos nos surpreender que os lucros monetários caracterizarão todo seu reino.

Agora, de volta à parte inicial do século XX. O requisito número um para esse conceito funcionar era que o governo de uma grande nação fosse derrubado e substituído por um governo que seguisse a Antítese, o comunismo. Como os EUA eram os líderes inquestionáveis do sistema da Tese (capitalismo), foi absolutamente necessário que a nova Antítese (o comunismo) fosse liderada por uma nação que fosse similarmente dotada de território amplo, uma população grande e rica em recursos naturais. Os Planejadores da Nova Ordem Mundial decidiram, no início de 1900, que essa nação seria a Rússia. Assim, dinheiro ocidental fluiu continuamente para Lenin para ajudá-lo a derrubar os czares da Rússia. Novamente, Nesta Webster capta esse fato histórico em seu "Diagrama da Revolução Mundial". Webster mostra os Illuminati trabalhando por meio de generais alemães para suportar Lenin em sua revolução. Uma vez que o comunismo chegou ao poder, dinheiro ocidental, crédito e suporte político evitou que ele entrasse em colapso logo no início, devido às suas ineficiências e imperfeições.

Uma vez que a Rússia tornou-se comunista, a próxima fase do plano foi introduzida. Essa fase requer a ameaça de conflito entre os EUA e a Rússia, sem que nenhum lado derrote militarmente o outro. Assim, após a Segunda Guerra Mundial, a Rússia emergiu como uma superpotência por causa da ajuda recebida após a Segunda Guerra, e os povos do mundo ficaram expostos a uma crise após a outra entre os EUA e a Rússia. Como resultado de mais de 40 anos de conflito planejado entre Tese (EUA) e Antítese (Rússia), o tempo chegou para a fusão planejada na nova Síntese, a Nova Ordem Mundial. Durante o tempo todo, os líderes do comunismo foram participantes no Plano para criar a Nova Ordem Mundial. Eles foram soldados leais à causa, juntamente com os capitalistas ocidentais e os líderes políticos do Ocidente. A declaração de Gorbatchev revela claramente a verdade desse cenário. Os Mestres dos Illuminati, trabalhando com os capitalistas ocidentais, criaram o comunismo, e acham que ainda o controlam.

Esse conceito é um afastamento do ensino convencional, que você pode ficar chocado e achar que é inacreditável. Se isso descreve sua reação, permita-me provar com uma declaração extremamente reveladora de Alice Bailey, a mais importante líder de Nova Era na história, cujos escritos psicografados têm sido seguidos como uma bíblia para atingir a Nova Ordem Mundial. Em seu livro mais importante, The Externalization of the Hierarchy [A Exteriorização da Hierarquia], ela escreveu, referente ao encontro histórico em Yalta, em 1944, "Ali, três homens, constituindo um triângulo básico, reuniram-se com boa vontade e se esforçaram para preparar o terreno para os futuros acontecimentos mundiais" (pg 448).

Quem participou da Conferência histórica de Yalta, onde as potências ocidentais fizeram concessões inacreditáveis aos russos?

O presidente norte-americano Franklin Delano Roosevelt
O primeiro-ministro britânico Winston Churchill
O ditador comunista Josef Stalin
O "espírito-guia" de Bailey acabou de dizer que esses três homens eram líderes iguais na condução para o objetivo da Nova Ordem Mundial! Como mencionei anteriormente, os Mestres dos Illuminati e outras sociedades secretas, apoiados monetariamente pelos líderes mais poderosos do mundo, criaram o comunismo como a Antítese perfeita ao capitalismo (Tese) para que a luta prolongada produzisse um sistema novo e diferente, a Síntese, a fascista Nova Ordem Mundial.

Finalmente, o conceito que os Mestres dos Illuminati criaram o comunismo liga-o com o movimento da Nova Era, por meio da Sociedade Teosófica da senhora Helena Blavatsky, criada em 1875. Assim, você tem visto e ouvido Gorbatchev usar toda a terminologia padrão da Nova Era desde 1986. Nossa compreensão histórica está agora completa. A ligação da organização é:

1776 -- A sociedade Mestres dos Illuminati é criada com o objetivo de estabelecer a Nova Ordem Mundial.

1823 -- Apresentação da Teoria de Hegel (Tese x Antítese = Síntese)

1848 -- Karl Marx cria o comunismo, a Antítese perfeita para o sistema de tese do capitalismo.

1875 -- O movimento de Nova Era é estabelecido como a sociedade secreta, a Sociedade Teosófica.

1917 -- O comunismo torna-se o sistema de governo da Rússia, criando na realidade a Antítese à Tese do Mundo Ocidental, liderado pelos EUA.

1917-1945 -- As potências ocidentais concedem crédito abundante à Rússia, fazendo-a atingir o status de superpotência.

1945-1989 -- A URSS ameaça conflito potencial com os EUA, especialmente com o cenário aterrorizador de guerra nuclear. O conflito real é evitado.

1975 -- Os espíritos-guia dizem aos líderes da Sociedade Teosófica que chegou a hora de tornar-se pública, mudando o nome para Movimento de Nova Era.

1990 -- O presidente norte-americano George Bush anuncia a Nova Ordem Mundial em agosto, após a invasão do Kuwait pelo Iraque.

1990 -- O comunismo muda de roupagem para tornar-se Nova Era e iniciar sua planejada dissolução.

BREVE -- Fusão entre o Ocidente e o Oriente, isto é, EUA/Rússia em um Governo Mundial por meio das Nações Unidas.

Leiamos novamente com cuidado a declaração reveladora de Gorbatchev, "uma alternativa entre capitalismo e comunismo será oferecida em um futuro próximo...".

Agora, compreendemos o que Gorbatchev queria dizer quando fez a declaração acima. Vamos substituir os termos oficiais pelas palavras "capitalismo" e "comunismo". "Uma alternativa entre Tese e Antítese será oferecida em um futuro próximo...". E, qual é esse "sistema alternativo"? É a Nova Ordem Mundial! Gorbatchev quase deixou o gato sair da bolsa; na verdade, ele deve estar enviando um sinal a todos os iniciados e adeptos de todas as sociedades secretas do mundo, dizendo-lhes para serem pacientes, pois o Plano está avançando e está quase completo.

Isso significa que a ruptura da URSS não foi um acidente da história, nem foi o resultado das políticas do presidente Reagan; ao contrário, é simplesmente parte do plano. Como o mundo está prestes a ser unificado na Nova Ordem Mundial, um dos combatentes precisa desaparecer, encerrar a encenação de luta, e entrar no sistema da Síntese.

Podemos mostrar provas que esse é o caso. Lembra-se de nosso artigo na semana passada, N1002? Mostramos como o NAFTA foi criado como a Nação #1 do Plano da Nova Ordem Mundial de reorganizar o mundo em dez supernações, economicamente primeiro, politicamente depois. Esse plano de dez Nações foi publicado em 1974, em um livro intitulado, Mankind at the Turning Point. A supernação #5 foi listada como "Europa Oriental, incluindo a Rússia". Espere um minuto!! Em 1974, a Rússia era meramente uma das repúblicas da URSS!! E a URSS era uma superpotência; portanto, o protocolo diria que a supernação #5 deveria ser listada como "URSS, incluindo a Europa Oriental".

Mas, ele não disse isso, disse? Por que? Porque os autores de Nova Era desse livro conheciam bem o Plano, em 1974. Assim, como "profetas" que podem "ver o futuro", eles corretamente listaram a república da Rússia como parte da supernação #5, embora a mudança só viesse a ocorrer quase vinte anos depois!
 
Nota do Site Uma Nova Era: a continuação do presente texto, que é uma tradução do site The Cutting Edge, está em grande parte "contaminada" com idéias que já deveriam ter sido descartadas há muito tempo. A The Cutting Edge, mesmo possuindo um grande conhecimento da parte operacional da maioria das conspirações, ainda não conseguiu (ou não quis) enxergar uma das principais: a fraude religiosa, que incluí a Bíblia e, conseqüentemente, Jesus Cristo, Satanás, a idéia de que precisamos de salvação/Salvador e etc. Nas palavras de David Icke: "religiões são a mais poderosa forma de controle mental em massa já inventada." Para mais detalhes veja a seção Fraudes Religiosas.
Caro cristão, a Bíblia diz, do início ao fim, que Lúcifer (Satanás) conspirou desde o início para tentar tomar o controle do mundo das mãos de Deus, e passar a ser adorado como Deus. A profecia bíblica diz claramente, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, que Satanás usará homens e nações, conspirando em segredo, para reorganizar o mundo em dez supernações, trabalhando por meio da feitiçaria para atingir esses objetivos. Então, após conseguir reorganizar o mundo, eles simplesmente entregarão a autoridade para o Anticristo.

Em resumo, essa é a profecia bíblica referente à reorganização do mundo nos últimos tempos. E, surpresa das surpresas, esse é exatamente o Plano da Nova Ordem Mundial, conforme definido pelas obras volumosas do Movimento de Nova Era.

Agora, você pode estar perguntando, como e onde Hitler se encaixa nesse Plano? O plano dele, que também era chamado de Nova Ordem Mundial, era claramente o mesmo que o Plano atual da Nova Ordem Mundial (também chamado Síntese no Plano de Hegel). E, Hitler considerava-se o Anticristo.

No entanto, todo o poder do Mundo Ocidental, conforme exemplificado nas Forças Aliadas, voltaram-se agressivamente contra Hitler, destruindo-o e sua nação bebê Nova Ordem Mundial. E, os Aliados fizeram essa devastação completa apesar do fato de grandes empresas do mundo e os líderes políticos terem apoiado ativamente Hitler com tremendas somas de dinheiro, canalizadas por meio da "neutra" Suíça.

Por que? Pelejei com essa dúvida durante muitos anos, sem chegar a uma resposta sensata. Mas então, conheci um cristão nascido de novo, Doc Marquis, que tinha se convertido a Cristo do satanismo. Marquis estava completando seu novo livro The Secrets of the Illuminati (leia a resenha). Três anos antes de deixar o satanismo, Marquis foi convidado a fazer parte dos Illuminati, que é uma divisão completamente separada do satanismo tradicional. Assim, por três anos, Marquis aprendeu os Planos da Nova Ordem Mundial dos Illuminati. Ele foi salvo porque um dia, sentiu a necessidade de ler o Livro do Apocalipse na Bíblia. Quando chegou ao capítulo 18, Marquis subitamente percebeu que estava lendo os detalhes dos Planos supersecretos dos Illuminati para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial!! Pela primeira vez, Doc percebeu que não estava servindo ao maior poder no universo.

Perguntei a Doc: Se Hitler esteve buscando o Plano da Nova Ordem Mundial, era um tipo do Anticristo, e foi apoiado generosamente por capitais ocidentais, por que foi destruído? Qual foi o propósito de sua existência? Nunca esquecerei da resposta de Doc, pois abriu minha mente para tal compreensão!!

Doc simplesmente disse, "David, os Illuminati nunca estabelecem nada em larga escala, sem que tenham testado em uma escala menor".

É lógico!! Os Illuminati planejam estabelecer sua Nova Ordem Mundial globalmente. Faz sentido que quisessem primeiro testar em uma escala menor, para identificar todos os problemas, resolver todas as dificuldades. Depois, quando o verdadeiro Anticristo aparecer, poderá confiantemente estabelecer seu sistema global, sabendo que funcionará. A economia fascista de Hitler funcionou, mas Hitler fez várias modificações ao longo do tempo; sua ditadura foi eficiente em governar a Alemanha e em perseguir os adversários; e sua liderança espiritual como Sumo Sacerdote em uma adoração aberta a Satanás funcionou, pois ele hipnotizou milhões de alemães, convertendo-os em nazistas fanáticos!

Agora que os Illuminati sabem que seu sistema pode funcionar, podem confiantemente planejar o estabelecimento dele em escala global. Hitler nunca soube seu verdadeiro papel, nunca soube que estava sendo usado, e que seria descartado quando seu uso terminasse. Não se engane; agora você sabe a verdade.






Hitler, Illuminati e Rothschild



A Segunda Guerra Mundial foi incrivelmente produtiva para a agenda de controle global da Illuminati. Ela levou a uma explosão de instituições globalmente centralizadas, como as Nações Unidas e a Comunidade Européia, agora União Européia, e muitas outras nas finanças, nos negócios e na área militar. Precisamente o que eles queriam. Isso também deixou países sob um enorme fardo com as dívidas dos empréstimos feitos para todos os lados pelos... Rothschilds e os Illuminati.


Os Rothschilds tinham há muito tempo um plano de criar um feudo pessoal para eles mesmos e para os Illuminati na Palestina e esse plano envolvia manipular o povo judeu a estabelecer a área como sua "terra natal." Charles Taze Russell, da linhagem Russell Illuminati-reptiliana, foi o homem que fundou a Sociedade Watchtower, mais conhecida como as Testemunhas de Jeová. Ele foi um Satanista, um pedófilo segundo sua esposa, e mais do que certamente um Illuminati.


Sua nova "religião" (culto de controle da mente) foi financiado pelos Rothschilds e ele era amigo deles, bem como os fundadores dos Mórmons que eram também financiados pelos Rothschilds por intermédio de Kuhn, Loeb, and Co. Russell e os fundadores dos Mórmons eram todos Maçons. Em 1880, Charles Taze Russell, este amigo dos Rothschilds, previu que os judeus iriam retornar à sua terra natal. Essa provavelmente foi a única previsão de Russell que se realizou. Por que? Porque ele sabia que esse era o plano. Ele escreveu aos Rothschilds louvando seus esforços em estabelecer uma terra natal dos judeus na Palestina.
Então, em 1917, veio a famosa Declaração Balfour, quando o Ministro Britânico de Assuntos Estrangeiros, Lorde Balfour, declarou em nome do seu governo que eles apoiavam a criação de uma terra natal dos judeus na Palestina. Agora quando você ouve essa frase, a Declaração Balfour, você tem a impressão de que ela era uma espécie de nota dirigida ao público. Mas não era.
A Declaração Balfour foi uma carta de Lorde Balfour para... Lorde Lionel Walter Rothschild. Pesquisadores dizem que a carta foi de fato ESCRITA por Lorde Rothschild e seu empregado, o banqueiro, Alfred Milner. Agora veja isso. Uma das mais importantes sociedades secretas do século XX é chamada a Mesa Redonda (Round Table).
Ela é baseada na Inglaterra com sub-sedes no mundo todo. É a Mesa Redonda que no final das contas orquestra a rede do Grupo Bilderberg, O Conselho de Relações Exteriores, A Comissão Trilateral e O Instituto Real para Assuntos Internacionais. Veja meus livros para mais detalhes. Que fascinante então, que Lorde Balfour era um membro do círculo interno da Mesa Redonda, Alfred Milner era o líder oficial da Mesa Redonda quando da morte de Cecil Rhodes, e a Mesa Redonda era financiada por... Lorde Lionel Walter Rothschild. Essas eram as três pessoas envolvidas na Declaração Balfour de 1917.
Dois anos depois, em 1919, veio a Conferência de Paz de Versalhes perto de Paris, quando a elite da Mesa Redonda da Inglaterra e dos Estados Unidos, pessoas como Alfred Milner, Edward Mandel House e Bernard Baruch, foram designadas para representar seus países nas reuniões que decidiram como o mundo seria mudado como resultado da guerra que essas mesmas pessoas haviam criado. Eles decidiram impor à Alemanha pagamentos de indenizações de guerra impossíveis, assegurando então o colapso da República Weimar pós-guerra em meio ao inacreditável colapso econômico que levou o Rothschild, Hitler, ao poder. Foi enquanto estavam em Paris que esses Illuminati membros da Mesa Redonda se reuniram no Hotel Majestic para iniciar o processo de criação da rede Bilderberg-CRE-IRAI-Comissão Trilateral. Eles também decidiram em Versalhes que eles então apoiariam a criação de uma pátria para os judeus na Palestina. Como eu mostro em meus livros, CADA UM DELES ou era da linhagem Rothschild ou era controlado por eles.

O Presidente Americano, Woodrow Wilson, foi "aconselhado" em Versalhes pelo Coronel House e Bernard Baruch, ambos clones Rothschild e líderes da Mesa Redonda nos Estados Unidos; O Primeiro Ministro Britânico, Lloyd George, foi " aconselhado" por Alfred Milner, empregado de Rothschild e líder da Mesa Redonda, e Sir Phillip Sassoon, um descendente direto de Mayer Amschel Rothschild, o fundador da dinastia; o líder francês, Georges Clemenceau, foi "aconselhado" por seu Ministro do Interior, Georges Mandel, cujo nome real era Jeroboam Rothschild.


Quem você acha que estava fazendo as decisões aqui??


Mas isso foi bem mais longe. Na delegação americana também estavam os irmãos Dulles, John Foster Dulles, que se tornaria Secretário de Estado dos EUA, e Allen Dulles, que se tornaria o primeiro cabeça da nova CIA após a Segunda Guerra Mundial. Os irmãos Dulles eram da linhagem genética, tornar-se-iam mais tarde apoiadores de Hitler, e eram empregados pelos Rothschilds na Kuhn, Loeb, and Co. Eles também estavam envolvidos no assassinato de John F. Kennedy e Allen Dulles iria servir na Commissão Warren que investigou o assassinato. A delegação americana em Versalhes também foi representedada por Paul Warburg, controlado pelos Rothschild, do Kuhn, Loeb e da filial americana da I.G. Farben, enquanto a delegação alemã incluía seu irmão, Max Warburg, que tornar-se-ia banqueiro de Hitler!! O anfitrião deles na França durante a conferência de "paz" foi o... Barão Edmond de Rothschild, a principal força da época pressionando para a criação de uma pátria judaica em Israel. Veja meus livros para mais detalhes.


Os Rothschilds sempre foram a verdadeira força por trás do Movimento Sionista. Sionismo é de fato SIONismo, Sion = o Sol (the Sun), logo o nome da sociedade secreta de elite por trás da linhagem Merovíngia, o Priorato de Sião (Priory of Sion). Ao contrário do entendimento da maioria das pessoas, Sionismo não é o povo judeu. Muitos judeus não são sionistas e muitos não-judeus são. Sionismo é um movimento político, não uma raça. Dizer que Sionismo é o povo judeu é como dizer que o Partido Democrata é o povo americano. Judeus que se opõem ao Sionismo, no entanto, têm sofrido muita oposição.


Agora, tendo manipulado seus governos-marionete para apoiar seu plano de um feudo pessoal no Oriente Médio, os Rothschilds iniciaram o processo de acomodar pessoas judias na Palestina. Como sempre eles trataram seu próprio povo com desprezo. Entra o Barão Edmond de Rothschild, o"Pai de Israel", que morreu em 1934, o homem que hospedou as delegações de "paz" de Versalhes. Edmond era da casa francesa, como Guy de Rothschild. Edmond, de fato, começou a instalar judeus na Palestina desde a década de 1880 (quando Charles Taze Russell estava fazendo sua previsão). Ele financiou judeus russos para estabelecerem-se na Palestina, mas isso não tinha nada a ver com sua liberdade ou direito de nascença, isso era para avançar a agenda Rothschild-Illuminati. Edmond financiou a criação de fazendas e fábricas e dirigiu toda a operação com uma barra de ferro. Aos fazendeiros judeus era dito o que plantar e eles logo descobriram quem estava no comando se eles questionassem suas ordens.


Em 1901, esse povo judeu reclamou a Rothschild da ditadura sobre suas terras ou "Yishuv". Eles perguntaram-lhe:
"...se você deseja salvar a Yishuv, primeiro tire suas mãos dela e... pelo menos por uma vez permita aos colonos a possibilidade de corrigir por eles mesmos qualquer coisa que necessite ser corrigida..."
Barão Rothschild respondeu:
"Eu criei a Yishuv, eu somente. Portanto, nenhum homem, nem colonos ou organizações, tem o direito de interferir em meus planos..."
Tem coisas que devemos prestar atenção, pois conspirações é o que não falta.

SAIBA SE JÁ FOI ABDUZIDO

Esta é uma lista de 58 indicadores comuns compartilhados pela maioria dos abduzidos (seqüestrados por UFOs. Foi criada para saber se você é realmente um abduzido. Se você viveu ou conheçe alguém que tenha esses traços, prepare-se. VOCÊ É UM ABDUZIDO?

Questionário

1- Já teve algum episódio de tempo perdido?
2- Já se sentiu paralisado na cama?
3- Tem alguma marca a qual você não sabe explicar?
4- Já viu esferas de luz, flashes?
5- Teve recordações de voar muito nítido ou muitos sonhos que envolvem vôo?
6- Já sonhou com ETs, sendo examinado, agulhas, cirurgias, bebês estranhos?
7- Já viu feixe de luz, névoas em seu quarto entrando por sua janela?
8- Já sonhou com Discos voadores, focos de luz ou ETs?
9- Já viu algum objeto não identificado?
10- Tem consciência cósmica,ecologia,ambiental,vegetarianismo ou senso humanitário?
11- Tem um sentido forte de ter uma missão ou tarefa importante a executar, sem saber de onde vem essa compulsão?
12- Tem um sentimento secreto que você é "especial"ou "escolhido" de algum modo.
13- Aconteceram eventos especiais e estranhos no decorrer de sua vida?
14- Teve experiências psíquicas tais como saber o que vai acontecer antes que aconteça?
15- Para mulheres somente: Tiveram gravidez falsa?
16- Acordou em outro lugar onde você foi dormir, ou em posição diferente?
17- Já sonhou com olhos tais como olhos de animais (corujas, cervos) ou sentir que estão te olhando?
18- Já acordou no meio da noite com a impressão de ter gente em seu quarto?
19- Já sentiu sensação de estar sendo levado contra sua vontade?
20- Tem algum tipo de fobias inexplicavelmente? (altura, serpentes, aranhas, insetos grandes, determinados sons, luzes brilhantes, estar sozinho?
21- Enfrentou problemas de se sentir só no mundo?
22- Alguém já experimentou com você a sensação de paralisia, imobilidade especialmente quando você dorme a seu lado?
23- Tem memória de haver um lugar especial com significado espiritual?
24- Existem pessoas em sua vida que diz ter testemunhado um OVNI ou ET?
25- Em alguma época de sua vida, você acordou com manchas de sangue em sua cama, sem nenhuma explicação?
26- Tem interesse em assuntos relacionados a UFOs?
27- Ou ao extremo; Tem aversão a esses assuntos e evita falar sobre eles mesmo que já tenha vivido alguma experiência assinalada nesse questionário?
28- Foi compelido a andar para uma área afastada ou desconhecida?
29- Já sentiu a impressão de estar sendo observado especialmente ä noite?
30- Já sonhou com pessoas passanso por janelas fechadas ou atravessando paredes?
31- Já viu uma névoa ou um embaçamento estranho onde não deveria estar?
32- Ouviu sons como zumbidos ou pulsantes se você poder identificar a fonte?
33- Já acordou com sangramento nasal ou auditivo entre outros?
34- Já despertou com uma sensação estranha em seus genitais que não foram explicados?
35- Já sentiu problemas de garganta (nada relacionado com infecções) e na vertebra T-3 ou acordou com uma rigidez incomun em qualquer parte do corpo (não cãimbras)?
36- Já teve sinusite crônica ou problemas nasais?
37- Já passou por algum aparelho eletrônico e estranhamente ele deixou de funcionar (luzes, tvs, rádios etc)?
38- Já viu alguma figura próxima a sua cama?
39- Ouviu sons frequentes ou esporádico em suas orelhas, especialmenste em uma orelha?
40- Tem medo incomum de doutores ou tende a evitar procedimentos médico?
41- Tem insônia ou desordem no sono?
42- Tem sensações estranhas freqüentes ou esporádicos especialmente nos seios da face, atrás de um olho ou em uma orelha?
43- Já teve a sensaçãode que você pode ficar louco?
44- Já experimentou experiências paranormais, psíquicas incluindo a intuição?
45- Tem tendências a comportamentos compulsivos ou adictos?
46- Já canalizou mensagens telepáticas ou extre-terrestres?
47- Já ouviu alguma voz em sua cabeça talvez instruindo ou guiando?
48- Quando criança, tinha medo de que alguma coisa estivesse escondido em seu quarto?
49- Teve problemas sexuais ou de relacionamento (tais como um "sentimento impar" onde você não deve se envolver em nenhum relacionamento porque interferiria em algo?
50- Tem que dormir de encontro à parede?
51- Receia que você deve estar vigilante ou você derá banido de alguma forma?
52- Tem dificuldades de confiar nas pessoas especialmente figuras de autoridade?
53- Teve sonhos de destruição ou catástrofe?
54- Tem sentimentos de que você não deve falar sobre certos assuntos?
55- Experimentou mais de 15% desta lista e familiares também?
56- Já tentou resolver esses problemas com especialistas, médicos, religiosos sem nenhum sucesso?
58- Tem mais de 20% dessas características mas não consegue lembrar sobre abdução ou encontro com ETs?




"Todas as religiões são fundadas sobre o temor de muitos e a esperteza de poucos."


Hierarquia dos Conspiradores: O comitê dos 300
por Dr. John Coleman

Trechos do livro "Conspirators' Hierarchy: The Story of the Committee of 300", pelo Dr. John Coleman (America West Publishers, Carson City, Nevada:1992). Leia também Diplomacy by Deception e One World Order: Socialist Dictatorship, do mesmo autor. Estes livros estão à venda no site Amazon.com.

Prefácio

Na minha carreira como funcionário do serviço secreto, em muitas ocasiões tive acesso a documentos altamente confidenciais, mas trabalhando como um cientista político em Angola, no Oeste da África, tive acesso a uma série de documentos confidenciais ultra-secretos extraordinariamente explícitos. O que eu vi me deixou irado e ressentido e me lançou numa direção irreversível, com o objetivo primordial de desmascarar o poder que controla e manipula os governos inglês e americano. - Doutor John Coleman, novembro de 1991.
Uma visão panorâmica e histórica

Certamente que alguns estão cientes de que as pessoas que governam o nosso país não são as que verdadeiramente controlam os assuntos políticos e econômicos, domésticos e exteriores. Isto levou muitos a buscarem a verdade na imprensa alternativa, os autores de boletins informativos que, como eu, procuraram descobrir, mas nem sempre com êxito, por que os Estados Unidos estão com esta doença terminal. "Buscai e encontrareis" nem sempre foi o caso com este grupo. O que nós descobrimos foi que as pessoas vivem em densas trevas, e a maioria delas não se preocupa nem se interessa em descobrir para onde o seu país está indo, acreditando firmemente que ele sempre estará ali para ajudá-las. É assim que a maioria da população foi manipulada a reagir, e com essa atitude as pessoas se tornam marionetes nas mãos do governo secreto.

Freqüentemente ouvimos falar que "eles" estão fazendo isto, aquilo e aquilo outro. "Eles" fazem qualquer coisa e passam impunes. "Eles" aumentam os impostos, mandam nossos filhos para morrerem em guerras que não beneficiam nosso país. "Eles" parecem inatingíveis, invisíveis para nós, e é frustrantemente nebuloso quando se trata de tomar uma ação contra "eles". Parece que ninguém consegue identificar claramente quem são "eles". É uma situação que já dura há décadas. No decorrer deste livro, vamos identificar esses "eles" tão misteriosos, e, depois disso, fica por conta das pessoas resolverem a sua situação.

O Comitê dos 300 é uma sociedade altamente secreta, composta da classe governante intocável, que inclui a rainha da Inglaterra, a rainha da Holanda, a rainha da Dinamarca e as famílias reais da Europa. Esses aristocratas decidiram, quando a Rainha Vitória faleceu, que, de modo a adquirirem controle de mundo, seria necessário que os seus aristocratas "fizessem negócios" com os que não são aristocratas, mas que são líderes extremamente poderosos de empresas a nível global. E desta forma as portas para o poder total se abriram para "os comuns", como a rainha da Inglaterra gosta de chamá-los.

Desde a época que trabalhei no serviço secreto eu sei que chefes de Estado em outros países se referem a este órgão onipotente como "Os Magos". Stalin criou a sua própria frase para descrevê-los: "As Forças Tenebrosas", e o presidente Eisenhower, que jamais conseguiu passar do nível "hofjuden" (Judeu da Corte), se referiu a isso numa declaração que de maneira alguma define exatamente o que são. Ele disse que se tratava do "complexo industrial militar".

Quem são os conspiradores que servem ao poderoso e onipotente, Comitê dos 300? Os nossos cidadãos mais bem informados estão cientes de que existe uma conspiração e que a conspiração trabalha sob diversos nomes como por exemplo Iluminati, Maçons, Mesa Redonda, Grupo Milner. O problema é que é bem difícil obter informação verdadeiramente concre-ta sobre as atividades dos membros do governo invisível.

Para ter uma idéia da amplitude e do nível universal desta conspiração, seria adequado a esta altura definir as metas decididas pelo Comitê dos 300 para a conquista e controle iminente deste mundo. É preciso ter uma compreensão bem clara de por que a energia nuclear é tão odiada no mundo todo, e por que é que o movimento pseudo-ecológico, fundado e financiado pelo Clube de Roma, foi convocado para travar guerra contra a energia nuclear. Com a energia nuclear que gera a eletricidade de uma forma barata e abundante, os países do Terceiro Mundo aos poucos ficariam independentes do auxílio exterior dos Estados Unidos e começariam a firmar a sua soberania. A energia nuclear é o segredo para tirar os países do Terceiro Mundo da sua condição retrógada, uma condição que o Comitê dos 300 ordenou que permanecesse.

Menos auxilio estrangeiro significa menos controle dos recursos naturais de um país por parte do FMI, e a idéia das nações em desenvolvimento assumirem o controle do seu destino foi anátema para o Clube de Roma e o Comitê dos 300, que o dirige. Nós já virmos oposição ao uso da energia nuclear nos Estados Unidos ser usada com êxito para bloquear desenvolvimento industrial em conformidade com os planos de "Desenvolvimento Zero Pós-industrial" do Clube de Roma.

Depender da ajuda dos Estados Unidos na verdade mantém os países estrangeiros subjugados ao Conselho das Relações Exteriores. o povo que deveria receber auxílio nesses países, recebe uma mínima parte do dinheiro, visto que normalmente acaba indo parar no bolso dos líderes do governo que permitem que a matéria-prima do país seja consumida desenfreadamente pelo FMI.

Mugabe do Zimbabwe, ex-Rodésia, é um bom exemplo de como a matéria-prima, neste caso minério de cromo de alto nível é controlada através do auxílio estrangeiro. LONRHO, o conglomerado gigantesco dirigido por Angus Ogilvie, um importante membro do Comitê dos 300, que trabalha para a sua prima Rainha Elisabeth II, tem agora controle total deste recurso tão valioso, enquanto que o povo do país afunda cada vez mais na pobreza e miséria, apesar de uma esmola de mais de 300 milhões de dólares por parte dos Estados Unidos.

A LONRHO agora monopoliza o cromo da Rodésia e cobra o preço que quer, sendo que durante o governo de Smith isso não era permitido. O preço permaneceu a um nível razoável por 25 anos antes do regime de Mugabe subir ao poder. Apesar de ter havido problemas durante o governo de 14 anos de Ian Smith, desde que ele partiu o desemprego quadruplicou e a realidade é que o Zimbabwe se encontra num estado de caos e bancarrota. Mugabe recebeu suficiente auxílio estrangeiro dos Estados Unidos (uns 300 milhões de dólares por ano) para dar-lhe condições de construir três hotéis na Cote d'Azur, Cap Ferat e Monte Carlo, enquanto que o seu povo sofre doença, desemprego, subnutrição e vive subjugado a um regime de ferro que não permite queixas. Compare isto com o governo de Smith, que jamais pediu nem recebeu um centavo sequer em forma de auxílio dos Estados Unidos. Vê-se então claramente que o auxílio do exterior é um meio poderoso de exercitar controle sobre os países como o Zimbabwe, e na verdade todos os países da África.
O Clube de Roma

Como é que os conspiradores mantêm as suas garras no mundo, e, mais especificamente, as mãos no pescoço dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha? Uma das perguntas que mais se faz é: "Como é que uma entidade pode saber o tempo todo o que está acontecendo, e como é que exercita esse controle?" Neste livro tentarei responder a estas e outras perguntas. A única maneira de conseguirmos compreender a realidade do êxito adquirido pelos conspiradores é mencionando e falando de algumas sociedades secretas, organizações de fachada, órgãos governamentais, bancos, companhias de seguros, multinacionais, a indústria petrolífera e as centenas de milhares de entidades e fundações cujos altos administradores compõem o Comitê dos 300 - o órgão que na verdade controla o mundo e o tem feito há pelo menos 100 anos.

Visto que já existem dezenas de livros escritos sobre o Conselho das Relações Exteriores (CFR, segundo a sigla em Inglês) e os Trilaterais, vamos passar diretamente ao Clube de Roma e à Fundação Marshall da Alemanha.

Foi uma revelação para algumas pessoas que o Clube de Roma e os seus patrocinadores usando o nome da Fundação Germânica Marshall, eram dois corpos altamente organizados da conspiração operando sob a fachada da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), e que a maioria dos executivos do Clube de Roma eram provenientes da OTAN. O Clube de Roma formulou tudo o que a OTAN estipulou como diretrizes e, através das atividades do membro do Comitê dos 300, Lord Carrington, conseguiu dividir a OTAN em duas facções: um poder político (ala da esquerda) e a sua antiga aliança militar.

O Clube de Roma continua sendo uma das armas mais importantes de política exterior do Comitê dos 300, sendo o outro os Bilderbergers. Foi formado em 1968 com membros dedicadíssimos do grupo original Morgenthau, com base num telefonema feito pelo falecido Aurellio Peccei pedindo uma nova e urgente campanha para agilizar os planos do Governo Mundial - agora chamado a Nova Ordem Mundial, apesar de que eu prefiro o nome antigo.

O pedido de Peccei foi atendido pelos mais subversivos "planejadores do futuro" que os Estados Unidos, França, Suécia, Grã-Bretanha, Suíça e Japão conseguiram reunir. Durante o período de 1968-1972, o Clube de Roma se tornou uma entidade coesa de cientistas de novas ciências, globalistas, planejadores do futuro e internacionalistas de todos os tipos. Como disse um delegado: "Nós nos tornamos o casaco de muitas cores que José tinha."

De um modo geral, pretendia-se que o Clube de Roma incentivasse e disseminasse um programa de idéias de "pós-industrialização" nos Estados Unidos, juntamente com a disseminação de movimentos de contracultura tais como drogas, rock, sexo, hedonismo, satanismo, feitiçaria, "ecologia", etc. O Instituto Tavistock (Tavistock institute), o Instituto de Pesquisas Stanford (Stanford Research Institute), e o Instituto para Relações Sociais (Institute for Social Relations), na verdade todas as organizações de pesquisa no campo da psiquiatria social aplicada, ou têm delegados no corpo administrativo do Clube de Roma, ou agiram como conselheiros e desempenharam um papel de relevo na tentativa da OTAN de adotar o que eles denominaram de a "Conspiração Aquariana".

O Clube de Roma é a matriz das agências conspiratórias, uma união entre financistas anglo-americanos e famílias da Nobreza Negra da Europa, principalmente a auto denorninada "nobreza" de Londres, Veneza e Gênova. O segredo para o seu sucesso no controle do mundo é a capacidade que tem de criar o manipular recessões econômicas e subseqüentes depressões. O Comitê dos 300 procura convulsões sociais a nível global, seguidas de depressões, como uma técnica para levar o povo a aceitar mais facilmente coisas maiores que estão por vir, e usam isto como o seu método principal para criar no mundo inteiro massas de pessoas que vão se tornar beneficiarias da sua "assistência social" no futuro.

O Clube de Roma tem a sua própria agência de serviço secreto e também pega "emprestado" da INTERPOL de David Rockefeller. Cada agencia de serviço secreto americano - bem como a KGB e a Mossad - colabora com ela.
As metas

Quais são as metas desta elite secreta? Desta elite que também se autodenomina os OLÍMPIOS (eles acreditam verdadeiramente que têm o mesmo poder e importância dos deuses legendários de Olimpo, que, como Lúcifer, o deus deles, se colocam acima do nosso Deus verdadeiro) e acreditam firmemente que foram chamados para implementar o seguinte, por divino direito:
(1) Um Governo Mundial/Nova Ordem Mundial, com uma igreja e um sistema monetário unificados sob a direção deles. Não são muitas as pessoas que sabem que o Governo Mundial único começou a estabelecer a sua "Igreja" na década de 1920/1930, pois perceberam a necessidade de unia fé religiosa, inerente ao ser humano, de modo a terem um veículo e assim poderem ter corpo "religioso" para canalizar esta crença na direção que queriam.

(2) A destruição total de toda identidade nacional e orgulho nacional.

(3) A destruição da religião, principalmente da religião cristã, exceto a "religião" acima mencionada criada por eles.

(4) Controle de todas as pessoas através do controle mental e do que Brzezinski [Zbignew] denominou "tecnotrônica", que criaria autômatos e um sistema de terror ao lado do qual o Red Terrorde Felix Dzerzhinsky pareceria brincadeira de criança.

(5) Terminar toda industrialização e produção de eletricidade por energia nuclear no que eles denominam "sociedade de desenvolvimento zero pós-industrial". Isentos disso se encontram a indústria da informática e de eletrodomésticos. As indústrias americanas que continuarem existindo serão transferidas para países como o México, onde existe mão de obra escrava em abundância. Os desempregados no princípio da destruição Industrial ou se tornariam viciados em ópio-heroína e ou cocaína, ou se tornariam uma estatística no processo de eliminação que conhecemos hoje em dia como Global-2000.

(6) Legalização das drogas e da pornografia.

(7) Despovoamento das grandes cidades com base na experiência feita durante o regime de Pol Pot no Cambódia. É interessante observar que os planos de genocídio de Pol Pot foram feitos aqui nos Estados Unidos por uma das fundações de pesquisa do Clube de Roma. Também é interessante notar que o Comitê no momento procura reinstaurar ao poder os carniceiros de Pol Pot no Cambódia.

(8) Repressão de todo desenvolvimento científico exceto o que for considerado benéfico para o Comitê. Maiores alvos são a energia nuclear para objetivos pacíficos. Odeia-se em particulares experiências de fusão que no momento estão sendo vítimas de zombaria e sendo ridicularizadas pelo Comitê e os seus abutres na imprensa. O desenvolvimento da tocha de fusão acabaria de uma vez com o conceito do Comitê de "limitados recursos naturais". Uma "tocha de fusão" usada adequadamente poderia criar recursos naturais ilimitados das substâncias mais comuns que existem.

(9) Causar através de guerras limitadas nos países desenvolvidos, e através de inanição e enfermidades nos países do Terceiro Mundo, a morte de três bilhões de pessoas até o ano 2050. pessoas que eles chamam de "bocas inúteis". O Comitê dos 300 encarregou Cyrus Vance de redigir um texto sobre este assunto, sobre a melhor maneira de causar tal genocídio. O texto foi redigido com o título de Relatório Global 2000 e foi aceito e aprovado para ser colocado em prática pelo presidente Carter, pelo governo americano e em nome do governo americano, e foi aceito por Edwin Muskie, na época Secretário de Estado. Segundo as cláusulas do Relatório Global 2000, a população dos Estados Unidos deverá ter uma redução da ordem de 100 milhões até o ano 2050.

(10) Enfraquecer a fibra moral da nação e desmoralizar os trabalhadores da classe operária criando desemprego em massa. À medida que os empregos diminuem devido às políticas de desenvolvimento zero pós-industrial apresentados pelo Clube de Roma, trabalhadores desmoralizados e desalentados recorrerão a bebidas alcoólicas o drogas. Os jovens serão incentivados através do rock e das drogas a se rebelarem contra o status quo minando e subseqüentemente destruindo o núcleo familiar. O Comitê dos 300 encarregou o Instituto Tavistock de esboçar um plano para atingir este objetivo. O Instituto Tavistock por sua vez encarregou o Instituto de Pesquisas Stanford de assumir este trabalho sob a direção do professor Willis Harmon. Este trabalho mais tarde veio a ser conhecido como "A Conspiração Aquariana".

(11) Evitar que os povos no mundo inteiro decidissem o seu próprio destino, criando crise após crise e depois "manipulando" tais crises. Isto confundirá e desmoralizará a população ao ponto de, ao se deparar com muitas escolhas, resultará numa apatia a nível de massa. No caso dos Estados Unidos, um órgão para gerenciamento de crises já existe. Chama-se órgão Federal de Controle de Emergência (FEMA, pela sigla em inglês), cuja existência eu revelei em 1980.

(12) Promover gânqsteres do rock, como por exemplo o grupo imundo e degenerado dos "Rolling Stones" (um grupo gângster bem promovido pela Nobreza Negra Européia) e todos os grupos de rock criados pelo Instituto Tavistock, que começou com "Os Beatles". Continuar edificando o fundamentalismo cristão, que será aproveitado para fortalecer o país sionista de Israel, identificando-se com os judeus através do mito do "Povo Efeito de Deus", e doando quantias altíssimas de dinheiro para o que eles acreditam erroneamente ser uma causa religiosa com a intenção de promover a divulgação do cristianismo.

(13) Exportar idéias de "liberação religiosa" no mundo, de modo a minar todas as religiões existentes, mas principalmente a religião cristã. Isto começou com a "teologia da libertação", dos jesuítas, a qual causou a queda do governo da família Somoza na Nicarágua. e que atualmente está destruindo El Salvador. agora com 25 anos de "guerra civil" a Costa Rica e Honduras. Uma entidade que participou bastante na dita teologia da libertação é a Missão Maryknoll, com ideais comunistas. Foi por causa disso que a imprensa deu tanta atenção ao assassinato das quatro "freiras" Maryknoll em El Salvador alguns anos atrás.

(14) Causar o colapso das economias do mundo e engendrar um caos político global.

(15) Assumir controle de todas as políticas exteriores e domésticas nos Estados Unidos.

(16) Dar o máximo apoio a instituições mundiais como por exemplo as Nações Unidas (ONU), o Fundo Monetário Internacional (FMI), o Banco de Acordos Internacionais (BIS), o Tribunal de Haia, e, tanto quanto possível, diminuir a eficácia de instituições regionais dissolvendo-as gradualmente ou colocando-as sob o controle das Nações Unidas.

(17) Infiltrar e subverter todos os governos e corroer por dentro a soberania e integridade das nações que estes governos representam.

(18) Organizar um aparato terrorista a nível mundial e negociar com terroristas sempre que ocorrerem atividades terroristas.

(19) Controlar a educação nos Estados Unidos com a intenção e o propósito de destruí-la total e completamente.

Muitas dessas metas que eu mencionei em 1969, foram desde então atingidas ou estão prestes a serem realizadas.

Com um patrocínio ilimitado, centenas de pesquisadores teóricos e 5.000 engenheiros sociais, com a imprensa e os bancos do seu lado, e com o controle da maior parte dos governos, vemos que estamos rastreando um problema de proporções imensas, que não pode ser confrontado por nenhuma nação no momento.

Como eu já declarei tantas vezes, fomos erroneamente levados a crer que o problema ao qual me refiro se originou em Moscou. Fomos condicionados a acreditar que o comunismo é o maior perigo que nós, americanos, temos pela frente. Isso simplesmente não é verdade. O maior perigo de todos emerge da massa de traidores que se encontra no nosso meio. A nossa Constituição nos adverte para sermos vigilantes quanto ao inimigo dentro dos nossos próprios portões. Esses inimigos são os lacaios do Comitê dos 300 que ocupam cargos elevados na estrutura governamental do nosso país.
A liga Anti-Difamação

John Graham, também conhecido como "Irwin Suall", é o chefe do comitê para apuração de fatos da Liga Anti-Difamação (ADL). A ADL é uma operação de serviço secreto notoriamente britânica dirigida por sucursais do serviço secreto britânico, M16 e o JIO. As inúmeras trapaças e sujeiras de Suall foram tiradas dos antros mais baixos de Londres. Suall ainda é um membro da organização super-secreta SIS, uma operação de elite tipo James Bond.

Que ninguém jamais subestime o poder da ADL, nem a sua amplitude.

Suall foi escolhido para o serviço secreto britânico enquanto estudava na faculdade de Ruskir Labour, na universidade de Oxford, na Inglaterra, o mesmo centro comunista de educação que formou Kim Philby. As universidades de Oxford e Cambridge há muito tempo são o paraíso dos filhos e filhas da elite, aqueles cujos pais pertencem à "nata" da sociedade britânica. Enquanto estudou em Oxford, Suall se tornou membro da Liga dos Jovens Socialistas e foi convocado pelo serviço secreto britânico logo depois.

Suall tem fortes conexões com o Departamento de Justiça e pode obter do FBI informações sobre qualquer pessoa visada por ele. O Departamento de Justiça tem ordens para dar a Suall tudo que ele quiser quando ele quiser. As atividades de Suall são basicamente "ficar de olho em grupos e indivíduos da direita". A ADL tem uma porta aberta no Ministério das Relações Exteriores e faz bom uso da sua surpreendente agência de serviço secreto.
Enfraquecimento dos Estados Unidos

O Clube de Roma se sente confiante de que realizou o que lhe foi incumbido pelo Comitê dos 300, que era "enfraquecer" os Estados Unidos. Depois de passar anos travando guerra contra o povo desta nação, quem duvidará de que elo realmente realizou a sua tarefa? Olhe ao seu redor e veja como a nossa moral foi minada. As drogas. a pornografia, a "música" rock, o sexo livre, o núcleo familiar, tudo isso foi total-mente minado, o lesbianismo, a homossexualidade, e finalmente o assassinato assombroso de milhões de bebês inocentes por suas próprias mães. Jamais existiu um homicídio em massa tão cruel como o aborto!

Quem é que vai duvidar de que os Estados Unidos estão prontos para ruir internamente e cair nos braços do Governo Mundial de uma nova tenebrosa Idade Média? - Os Estados Unidos sofreram uma decadência espiritual e moral, a nossa base industrial foi destruída e com isso 30 milhões de pessoas ficaram desempregadas, nossas cidades grandes são assombrosas fossas sépticas de todo o crime imaginável com o índice de homicídios quase três vezes maior do que o de qualquer outro país; temos 4 milhões de pessoas sem teto, e a corrupção no governo atinge proporções epidêmicas.

O Clube de Roma obteve êxito em dividir as Igrejas cristãs; obteve êxito em formar um exército de carismáticos, fundamentalistas e evangélicos que lutam pelo estado sionista de Israel. Durante a guerra de genocídio no Golfo, eu recebi dezenas de cartas me perguntando como é que eu poderia ser contra "uma guerra cristã justa contra o Iraque". Como é que eu poderia duvidar que o apoio dos cristãos fundamentalistas à guerra (do Comitê dos 300) contra o Iraque não era baseado na, Bíblia? Afinal de contas, não foi Billy Graham que orou com o presidente Bush logo antes de começarem a guerra? A Bíblia não fala de "guerras e rumores de guerras"?

Estas cartas dão uma idéia da eficiência do trabalho do Instituto Tavistock. Os fundamentalistas cristãos vão ser uma força invencível a favor da nação de Israel, exatamente como foi planejado. É lamentável que estas pessoas tão bem intencionadas não percebam que estão sendo grosseiramente manipuladas pelo Clube de Roma e que suas opiniões e crenças não são genuínas, mas foram criadas para elas através de centenas de pesquisas e estudos teóricos do Comitê dos 300, espalhados por todo o território americano. Em outras palavras: os cristãos fundamentalistas e os evangélicos, assim como qualquer outro segmento da população americana, sofreram lavagem cerebral.

Algumas pessoas talvez tenham dificuldade em aceitar a idéia de uma conspiração global porque tantos escritores têm lucrado com isso. Outras duvidam que atividade a nível global possa progredir com tanto êxito. Eles vêem toda a burocracia que existe no nosso governo e dizem: "Bem, como é que vamos acreditar que particulares podem fazer mais do que o governo?" Isso é porque se esquecem do fato de que o governo faz parte da conspiração. Eles querem evidência concreta, e evidência concreta é difícil de se encontrar.

Outras dizem: "E daí? Eu não estou nem aí com a conspiração. Eu nem voto." Essa é exatamente a maneira como a população americana em geral foi condicionada a reagir. O nosso povo ficou desanimado e confuso, e isso é o resultado de anos de uma guerra travada contra nós. um povo desmoralizado e confuso vai estar muito mais pronto para receber de braços abertos um homem grandioso que prometa subitamente resolver todos os problemas e garantir uma sociedade bem organizada na qual as pessoas têm um bom emprego e a rivalidade doméstica é mínima. Esse ditador, que é o que vai ser, será recebido de braços abertos.
Organizações de fachada

O Comitê dos 300, apesar de existir há mais de 150 anos, só por volta de 1897 é que se tornou no que é atualmente. Sempre deu ordens através de outras fachadas, como por exemplo o Instituto Real para Assuntos Internacionais (Royal lnstitute for lnternational Afairs). Quando foi decidido que um super-órgão controlaria os assuntos europeus, o RIA fundou o Instituto Tavistock, que por sua vez criou a OTAN. Por cinco anos a OTAN foi patrocinada pela Fundação Germânica Marshall. Talvez o membro mais importante dos Bilderbergers, um corpo político estrangeiro do Comitê, foi Joseph Rettinger, que segundo se diz foi o seu fundador e o organizador, cujas reuniões anuais têm deleitado caçadores de conspiração há várias décadas.

Rettinger era um padre jesuíta que recebeu uma ótima formação e um maçom grau 33. A senhora Katherine Meye Graham, que é suspeita de ter assassinado o marido para assumir o controle do jornal Washington Post, era outro membro proeminente do Clube de Roma, assim como Paul G. Hoffman da Companhia de Seguros de Vida Nova Iorque, uma das maiores companhias de seguros nos Estados Unidos e uma companhia proeminente no Clube de Roma, ligada diretamente à família da Rainha Elizabeth da Inglaterra. John J. McCloy, o homem que tentou acabar com a Alemanha depois da Segunda Guerra Mundial, e por último mas não menos importante, James A. Perkins da Carnegie Corporation, também foram membros fundadores dos Bilderbergers e do Clube de Roma.

Que elenco de estrelas! Mas, por mais estranho que pareça, até recentemente pouquíssimas - se é que alguma agência do serviço secreto - tinham ouvido falar desta organização. O poder desses personagens e das empresas, emissoras de TV, jornais, companhias de seguros e bancos que elas representam se encontram à altura do poder e prestígio de no mínimo dois países europeus, e isso é ainda apenas a pontinha dos enormes interesses interligados do Comitê dos 300.

A Companhia de Análises e Pesquisas (Research Analysis) está situada em McLean, Virginia. Fundada em 1948, foi absorvida pelo Comitê dos 300 em 1961, quando se tomou parte do bloco de John Hopkins. Já trabalhou em mais de 600 projetos, inclusive a integração de negros no exército americano, o uso tático de armas nucleares, programas de guerra psicológica e controle de população em massa.
Pesquisas de opinião pública e pesquisadores

Obviamente existe muito mais nesses estudos teóricos, e vamos falar mais disso neste livro. Um dos aspectos mais importantes entre as conclusões entregues por esses estudos teóricos e o que se torna uma política do governo e uma política pública são os "pesquisadores da opinião pública". O trabalho destas companhias de pesquisa de opinião pública e estatística é moldar e formar a opinião pública da maneira mais conveniente para os conspiradores. As emissoras CBS-NBC-ABC, o Jornal New York Times e o jornal Washington Post estão constantemente fazendo pesquisas de opinião pública. A maior parte desse trabalho é coordenado pelo National Opinion Research Centre onde, por incrível que pareça, foi esboçado um perfil psicológico da nação toda.

Os fatos e estatísticas são colocados em computadores do Gallup e Yankelovich, Skelley e White, para uma avaliação comparativa. Grande parte do que nós lemos nos nossos jornais ou vemos na televisão foi primeiro autorizado pelas companhias de pesquisa de opinião pública. A informação que recebemos é o que os pesquisadores de opinião pública acham que devemos saber. Isto chama-se "formação da opinião pública". O objetivo principal deste pequeno condicionamento social é descobrir até que ponto o público reage favoravelmente a diretivas políticas originadas pelo Comitê dos 300. Nós somos denominados "grupos de população visados". E o que os pesquisadores querem ver é até que ponto o povo resiste às notícias dadas nos noticiários da noite.

Fazer estatísticas baseadas nas pesquisas de opinião pública se tornou uma arte logo antes dos Estados Unidos entrarem na Segunda Guerra Mundial. Americanos, sem saberem, foram condicionados a considerar a Alemanha e o Japão inimigos perigosos que tinham que ser combatidos. Num certo sentido era a verdade, o que torna o condicionamento mental ainda mais perigoso, porque, com base na informação que as pessoas recebem, parecia realmente ser a Alemanha e o Japão. Muito recentemente vimos como funciona o processo de condicionamento do Instituto Tavistock, quando os americanos foram condicionados a considerar o Iraque uma ameaça e Saddan Hussein um inimigo pessoal dos Estados Unidos.

Programado para mudar, pronto para a destruição

É este Comitê dos 300 que montou redes de controle e mecanismos muito mais interligados do que qualquer coisa que já se viu neste mundo. Não é necessário o uso de correntes e cordas para nos restringir. O medo que temos do que está por vir faz isso de uma forma muito mais eficiente do que qualquer restrição física. Temos sofrido lavagem cerebral ao ponto de abrirmos mão do nosso direito constitucional de porte de armas; de abrirmos mão da nossa própria constituição; permitimos que as Nações Unidas exercitem controle sobre nossa política exterior e que o FMI controle nossa política fiscal e monetária; permitirmos que o presidente (Bush) viole a lei dos Estados Unidos, permaneça impune, invada um país e seqüestre o seu Chefe de Estado. Em outras palavras, sofremos tal lavagem cerebral que, como nação, aceitamos todo e qualquer ato fora da lei da parte do nosso governo quase sem questionar.
Graças ao Clube de Roma o nosso potencial tecnológico caiu, e é inferior ao do Japão e da Alemanha, países que nós supostamente derrotamos na Segunda Guerra Mundial. Como é que isso aconteceu? Isso aconteceu por causa de homens como o Dr. Alexander King e por causa da venda que usamos em nos os olhos da mente: não reconhecemos a destruição dos nossos estabelecimentos de ensino e do nosso sistema de ensino. Devido à nossa cegueira, não estamos mais formando engenheiros e cientistas em quantidade suficiente para nos manter entre as nações industrializadas do mundo. Graças ao Dr. King, um homem que pouquíssimas pessoas nos Estados Unidos conhecem, a educação nos Estados Unidos atingiu o seu nível mais baixo desde 1786. Estatísticas do Instituto para o Ensino Superior mostram que a capacidade de ler e escrever dos jovens na escola secundária nos Estados Unidos são mais baixas do que as dos jovens da mesma faixa etária em 1786.

A nação foi condicionada de tal forma a mudar e se tornou tão acostumada a mudanças planejadas que mal se nota quando ocorrem grandes transformações. Nós sofremos uma decadência tão rápida nos últimos anos que hoje em dia o divórcio não é mais razão de estigma, o suicídio está na moda e pouquíssimas pessoas se surpreendem com ele; depravações sociais e aberrações sexuais, algo que antigamente nem se mencionava entre pessoas decentes, agora se tomaram lugar comum e não geram nenhum protesto em especial. Será que a nossa nação reconhece que está indo por água abaixo?

Não, não percebemos. As pessoas cujo trabalho é revelar a verdade ao povo americano descobriram que um governinho particular e bem organizado dentro da Casa Branca estava atarefadíssimo cometendo crime após crime, crimes que atacavam o âmago desta nação e as instituições republicanas sobre as quais ela se baseia, nos disseram para não preocuparmos o público com estas coisas. "Nós não queremos nos envolver com esse tipo de especulação" se tornou uma reação padrão entre as pessoas.

Quando a autoridade de mais alto nível neste país, eleita pelo povo, colocou descaradamente uma lei da ONU acima da constituição dos Estados Unidos da América - uma ofensa digna de impeachment - a maioria aceitou isso como algo "normal". Quando a pessoa que ocupa o cargo mais alto neste país e que foi eleita pelo povo, iniciou uma guerra sem uma declaração de guerra por parte do congresso, o fato foi censurado pela imprensa e, mais uma vez, nós o aceitamos em vez de encararmos a verdade.

Quando começou a Guerra do Golfo, planejada e tramada pelo nosso presidente (Bush), nós não só não nos importamos com essa censura descarada, mas até achamos que era uma boa idéia, acreditando que era "para o bem da guerra". O nosso presidente mentiu, April Glaspie mentiu, o Departamento de Relações Exteriores mentiu. Eles disseram que a guerra era justificável porque Saddam Hussein tinha sido advertido para deixar o Kuwait em paz. Quando telegramas de Glaspie para o Departamento das Relações Exteriores finalmente chegaram ao conhecimento do público, diversos senadores americanos começaram a defender Glaspie. Não importava se vinha dos democratas ou dos republicanos. Nós, o povo, os deixamos passar impunes com as suas mentiras vis.

O presidente Jefferson uma vez disse que tinha dó das pessoas que achavam que sabiam o que estava acontecendo só porque liam o jornal. Disraeli, o primeiro-ministro britânico, disse praticamente a mesma coisa. É verdade que em todas as eras, governantes se deleitaram em dirigir as coisas dos bastidores.

Nos disseram que ganhamos a Guerra do Golfo. O que a grande maioria do povo americano não percebe é que, ao ganharmos a guerra perdemos o auto-respeito e a honra da nossa nação, as quais apodrecem nas areias no deserto do Kuwait e do Iraque, junto aos cadáveres dos soldados iraquianos que foram massacrados depois de terem concordado em se retirar do Kuwait e de Basra. Não mantivemos a nossa promessa de que seguiríamos as Convenções de Genebra e não os atacaríamos. As pessoas que nos controlam nos perguntaram: "O que é que vocês querem? Vitória ou auto-respeito? Não dá para ter as duas coisas."

Há cem anos, isto não poderia ter acontecido, mas agora aconteceu e ninguém diz nada.

Vivemos numa sociedade "descartável" programada para não durar. Nós nem piscamos ao tomarmos conhecimento dos 4 milhões de pessoas sem teto, nem dos 30 milhões de pessoas desempregadas, nem dos 15 milhões de bebês que foram assassinados até agora. São coisas "descartáveis" de uma conspiração tão maldita que a maioria negará existir ao ser confrontada com elas, justificando esses eventos com as palavras "os tempos mudaram".

Foi assim que o Instituto Tavistock nos condicionou a reagir, eles desmantelam os nossos ideais e ninguém protesta. A garra espiritual e intelectual do nosso povo foi destruída!

O Instituto de Pesquisa Stanford (Stantord Research Institute - SRI) exerceu ainda mais pressão sobre esta nação para mudanças no princípio da década de 60. A ofensiva do SRI reuniu poder e momentum. Ligue a sua televisão e você verá a vitória do Instituto Stanford diante dos seus olhos; debates sobre detalhes grosseiros da sexualidade, canais de vídeo especiais onde a supremacia está nas mãos da perversão, rock e drogas. Antigamente, John Wayne era o astro, hoje em dia temos um arremedo de homem (se é que é homem?) chamado Michael Jackson, uma imitação burlesca de ser humano considerado herói por ficar ali girando, rebolando, balbuciando e gritando diante das telas de televisão de milhares de lares americanos.

Uma mulher que já foi casada diversas vezes se toma notícia nacional. Bandas e mais bandas de rock de drogados sujas e imundos ganham horas e horas no ar para apresentar os seus grunhidos, seus rebolados sem nexo, sua moda e linguagem obscena. Novelas com cenas quase pornográficas não despertam comentários de ninguém, sendo que no princípio da década de 80 isso jamais teria sido aceito. Hoje em dia, porém, é considerado normal. Nós fomos vítimas e sucumbimos ao que o Instituto Tavistock denomina "choques futuros", só que o futuro é agora e estamos tão insensíveis devido a ondas sucessivas de choques culturais que parece inútil protestar, e portanto, segundo a nossa lógica, não adianta protestar.

Os Estados Unidos hoje em dia podem ser comparados com um soldado que cai no sono no auge da batalha. Nós, americanos, caímos no sono, demos lugar à apatia por sermos confrontados com uma multiplicidade de escolhas que só nos deixaram confusos. Essas são as mudanças que alteram o nosso ambiente, acabam com a nossa resistência à mudança, de modo que ficamos zonzos, apáticos, e acabamos caindo no sono no grosso da batalha.

Existe um termo técnico para esta condição. Chama-se "cansaço de discernimento a longo alcance". É a arte de sujeitar continuamente um grupo grande de pessoas a um cansaço de discernimento a longo alcance que foi desenvolvido por cientistas que trabalhavam no Instituto Tavistock de Relações Humanas e suas subsidiárias americanas, o instituto de Pesquisa de Stanford e a Rand Corporation, e no mínimo mais 150 instituições de pesquisa aqui nos Estados Unidos.

Quem pode negar que, com o imenso aumento no uso de drogas, o crack obtendo milhares de novos viciados instantaneamente a cada dia; com o aumento chocante do número de bebês assassinados por dia (aborticídio), que agora vai muito além das mortes que nosso exército sofreu nas duas Guerras Mundiais, na Guerra da Coréia e do Vietnã; com a aceitação aberta da homossexualidade e do lesbianismo, cujos "direitos" a cada ano são protegidos por mais leis; com a praga terrível que nós denominamos AIDS, que assola nossas cidades grandes e pequenas; com o fracasso total do nosso sistema de educação; o aumento surpreendente do nível de divórcio; o nível inacreditável de homicídios que choca o resto do mundo, assassinatos satânicos em série, o desaparecimento de milhares de criancinhas que são roubadas nas ruas por pervertidos; um maremoto de pornografia acompanhada de um "vale tudo" nas nossas telas de televisão - quem pode negar que esta nação está em crise? uma crise que não estamos confrontando mas antes fechando os olhos para ela.

Pessoas bem intencionadas que se especializam nessas coisas colocam a culpa de grande parte do problema na educação, ou no que os Estados Unidos consideram educação escolar. Agora há uma abundância de criminosos na faixa etária de 9 e 15 anos. Já é comum ver estupradores com 10 anos de idade. Nossos especialistas em ciências sociais, nossos sindicatos de professores, nossas Igrejas dizem que tudo isso é devido a um sistema educacional inadequado. Veja como as notas dos alunos continuam baixando. Especialistas lamentam o fato de que os Estados Unidos agora se encontram no 39o. lugar em nível de educação no mundo.

Por que nos lastimamos com algo que é tão óbvio? O nosso sistema de educação foi programado para a autodestruição.
A década de 60 e a Imprensa

O papel da imprensa na nossa sociedade é de importância vital para o êxito da lavagem cerebral em grandes grupos da população. As guerras entre gangues em Los Angeles terminaram em 1966 quando a imprensa parou de dar cobertura ao assunto. A mesma coisa acontecerá com a recente onda de guerras entre gangues em Los Angeles. Gangues de rua vão desaparecer depois que a cobertura por parte da imprensa diminuir e parar completamente. Assim como ocorreu em 1966, o assunto vai se tomar "ultrapassado". Gangues de rua terão cumprido o seu propósito de criar turbulência e insegurança na nação.

Sem toda aquela histeria por parte da imprensa, e se não tivesse havido cobertura quase que 24 horas por dia, o culto ao rock hippy-beatnik e as drogas jamais teria chegado a lugar algum. Teria permanecido sendo uma esquisitice local. Os Beatles, com suas guitarras estridentes, expressões tolas, linguagem de drogados e roupas esquisitas também não teriam chegado a lugar algum. Ao invés disso, como os Beatles receberam uma cobertura imensa da imprensa, os Estados Unidos sofreram ondas sucessivas de choques culturais.

Os homens ali enterrados em estudos teóricos e Institutos de pesquisas, cujos nomes e rostos apenas algumas pessoas conhecem, asseguraram-se de que a imprensa desempenhasse o seu papel. Por sua vez, o papel tão importante da imprensa em não desmascarar a força por trás de futuros choques culturais assegurou-se de que a fonte da crise jamais fosse identificada. Sendo assim, a nossa sociedade enlouqueceu com tantas choques psicológicos e estresse. O termo "enlouqueceu" consta no manual de treinamento do Instituto Tavistock. Desde o seu modesto começo em 1921, quando chegou a 1966, o Instituto Tavistock estava pronto para lançar uma revolução cultural irreversível de grande Porte nos Estados Unidos. que ainda não terminou. A Conspiração Aquariana faz parte disso.

E assim a nossa nação enfraquecida ficou madura para a introdução das drogas no seu seio e o início de urna época que rivalizaria a da Lei Seca tanto no seu âmbito de operação como nas altas somas de dinheiro que renderia. Isso também fazia parte integral da Conspiração Aquariana. A proliferação do uso de drogas foi um dos assuntos estudados no Science Policy Research Unit (SPRU) no prédio do Instituto Tavistock na Universidade de Sussex.

A imprensa sempre serviu como catalisadora e sempre promoveu "novas causas", e agora virou sua atenção para o uso das drogas e os que a apóiam, a "geração beatnick", uma outra frase originada no Instituto Tavistock no seu empenho de causar mudanças sociais nos Estados Unidos.

O uso de drogas agora faz parte do cotidiano nos Estados Unidos. Este programa planejado pelo Instituto Tavistock capturou milhões de jovens americanos e a geração mais velha começou a acreditar que os Estados Unidos estavam passando por uma revolução social natural, sem perceber que o que estava ocorrendo com os seus filhos não era um movimento espontâneo, mas sim uma criação altamente artificial tramada para forçar transformações na vida social e política do povo americano.

Hoje em dia se fala muito em meio-ambiente e, apesar de referiram mais ao meio-ambiente verde, rios puros e ar fresco, existe um outro meio-ambiente igualmente importante, principalmente o meio-ambiente das drogas. O meio-ambiente do nosso estilo de vida ficou poluído, o nosso modo de pensar se poluiu. Nossa capacidade de controlar nosso destino se poluiu. Nos deparamos com alterações que poluem o nosso modo de pensar a tal ponto que não sabemos mais o que dizer. A "transformação do meio-ambiente" está aleijando a nação; nós demonstramos ter tão pouco controle sobre isso que tal situação tem causado ansiedade e confusão nas pessoas.

Agora procuramos soluções em grupo em vez de soluções individuais para os nossos problemas. Não utilizamos nossos recursos para resolver problemas. Nestas circunstâncias o uso crescente de drogas desempenha um papel importante. Trata-se de uma estratégia deliberada, planejada por cientistas da Nova Ciência, os engenheiros sociais e os especuladores, tendo como alvo a parte mais vulnerável de todas: a imagem que temos de nós próprios e o conceito que temos de nós mesmos, e acabamos por ser nada mais que ovelhas a caminho do matadouro. Nós nos tornamos confusos devido às muitas decisões que temos que tomar, e nos tornamos apáticos.
O tráfico de drogas

Da Colômbia a Miami, do Triângulo Dourado ao Portão Dourado (São Francisco), de Hong Kong a Nova Iorque, de Bogotá a Frankfurt, o tráfico de entorpecentes, e em especial o tráfico de heroína, é um alto comércio e é dirigido de cima para baixo por algumas das famílias mais "intocáveis" do mundo; e cada uma dessas famílias têm no mínimo um membro que faz parte do Comitê dos 300. Não é um negocinho de camelôs, e requer bastante dinheiro e conhecimento para mantê-lo dando lucro sem problemas. O maquinário sob o controle do Comitê dos 300 garante esse desempenho.

Talentos assim não se encontram nas esquinas nem nos metrôs de Nova Iorque. Com toda certeza, os traficantes fazem parte integral do comércio, mas apenas como pequenos vendedores temporários. Digo temporários porque alguns são pegos pela polícia e outros são mortos por rivais. Mas o que importa? Não falta gente para tomar o seu lugar.

Não, não é nada em que o Sindicato das Micro Empresas estaria interessado. É alto negócio, um vasto império, esse negócio sujo de entorpecentes. Ele é dirigido de cima para baixo por necessidade, em cada país no mundo. Na verdade, é o maior empreendimento que existe no mundo atualmente e transcende todos os outros. Sabe-se que é protegido do alto pelo simples fato de que, assim como acontece com terrorismo internacional, não se consegue acabar com ele, o que, para uma pessoa de raciocínio normal, deveria indicar que algumas das pessoas mais importantes nos círculos reais, a oligarquia, a plutocracia, estão dirigindo o negócio, mesmo que seja feito através de intermediários.

Não existe um governo individual que não saiba exatamente o que acontece em relação ao tráfico de entorpecentes, mas o Comitê dos 300, através da sua rede internacional de subsidiários, cuida dos membros individuais em cargos de influência. Se o membro de algum governo "dá muito trabalho" ele é retirado, como no caso de Ali Bhutto no Paquistão e Aldo Moro na Itália. Ninguém está fora do alcance do Comitê onipotente, apesar de que a Malásia tem conseguido agüentar firme fora das suas garras até agora. A Malásia tem as leis anti-drogas mais rígidas do mundo. A Possessão nem que seja de uma pequena quantidade de drogas é punida com a pena de morte.

Como acontece com a Empresa Kintex da Bulgária, a maioria dos pequenos países se envolvem diretamente nessas empresas criminosas. Os caminhões da Kintex transportavam regularmente heroína pela Europa Ocidental, usando caminhões da sua própria frota com o logotipo EEC do Triangle lntemationale Routier (TIR). Caminhões com esse logotipo com número de reconhecimento do Mercado Comum Europeu não devem ser parados na alfândega nos postos de fronteira. Caminhões do TIR podem transportar apenas produtos perecíveis. Deveriam ser inspecionados no país de origem, e o motorista de cada caminhão leva consigo documentação comprovando supostamente isso.

De acordo com as obrigações do tratado internacional é isso que acontece, então os caminhões da Kintex podiam carregar heroína até o teto e registrar tudo como "frutas e legumes frescos" e depois circularem por toda a Europa Ocidental, entrando até mesmo nas bases de alta-segurança da OTAN no norte da Itália. Dessa forma, a Bulgária se tornou um dos países principais na rota da heroína.

Lembre-se disso da próxima vez que você ler nos jornais que encontraram uma grande quantidade de heroína num fundo falso de uma mala no Aeroporto Kennedy, e alguma pobre "mula" paga o preço pela sua atividade criminosa.

Isso é uma "ninharia", um zé-ninguém qualquer é pego e a imprensa faz a maior estória disso para dar a impressão que o nosso governo está realmente cuidando da ameaça das drogas.

Pausemos aqui por um momento. Será que dá para acreditar que com todas as técnicas modernas grandemente aprimoradas de fiscalização, inclusive reconhecimento por satélite que a maior parte dos órgãos da polícia na maioria dos países têm, não se conseguiria detectar esse tráfico de entorpecentes nem acabar com ele? Como é que a polícia não consegue ir lá e destruir os laboratórios depois que os descobrem? Se for esse o caso, e se ainda não conseguimos interditar o tráfico da heroína, então os serviços anti-drogas deveriam ser conhecidos como "Serviços Geriátricos" e não órgãos de controle às drogas.

Até mesmo uma criança saberia dizer aos supostos "vigilantes da droga" o que devem fazer. Fique só de olho em todas as fábricas de anidrido acético, o elemento químico mais essencial para os laboratórios poderem refinar o ópio bruto e transformarem em heroína. Depois, siga a pista! Às vezes cargas de cocaína são interditadas e confiscadas. Eles só fazem isso como uma demonstração para promover a idéia falsa de que estão fazendo algo. Muitas vezes a carga confiscada pertence a uma nova empresa que está tentando entrar no tráfico. Essa competição é aniquilada, pois eles informam as autoridades exatamente em que ponto dos Estados Unidos a carga vai entrar e quem são os donos dela. Mas as cargas realmente grandes nunca são tocadas; heroína é cara demais.

Para os oligarcas e plutocratas do Comitê dos 300, as drogas têm dois propósitos. Primeiro elas geram um grande lucro, e segundo vão mais dia menos dia tornar a maior parte da população em mortos vivos, drogados que será mais fácil controlar do que pessoas que não precisam de drogas, pois, no caso de rebeldia, o castigo será reter o suprimento de heroína, cocaína e outras drogas. Para isso é necessário legalizar as drogas para que o sistema de monopólio possa causar a proliferação do uso de drogas, pois centenas de mimares de trabalhadores permanentemente desempregados vão recorrer às drogas em busca de consolo.
Em um documento ultra-secreto do Royal Institute of International Affairs, monta-se o cenário da seguinte maneira (em parte): "... Pessoas desempregadas há cinco anos ou mais, a quem o Cristianismo falhou e sem perspectivas de emprego no futuro, vão se afastar da igreja e voltar para as drogas em busca de consolo. É então que se deve consolidar o controle total do tráfico de drogas para que os governos de todos os países sob a nossa jurisdição tenham um monopólio que nós controlaremos através do suprimento... Bares de drogas vão cuidar dos desordeiros e descontentes, dos possíveis revolucionários que se tornaram viciados inofensivos sem vontade própria..."
O mundo do futuro?

Em suma, a intenção e o propósito do Comitê dos 300 é causar as seguintes condições:

Um governo mundial e um sistema monetário único sob oligarcas hereditários não eleitos pelo povo mas selecionados entre o seu próprio grupo como que num sistema feudal na época da Idade Média. Sob este governo mundial, a população será limitada por meio de restrições contra o número de filhos por família, doenças, guerras, fome, até que um bilhão de pessoas que sejam úteis para os governantes em áreas que serão definidas estrita e claramente, se tornarão a população total do mundo.
Não haverá classe média, apenas governantes e servos. Todas as leis serão uniformes sob um sistema de tribunais mundiais obedecendo a um único código penal, apoiado pela força policial de um único Governo e um poderio militar de um Governo Mundial único para executar leis em todos os ex-países onde não existirá mais limites nacionais. O sistema será baseado num só programa de assistência social; pessoas que são obedientes e subservientes ao Governo Mundial serão recompensadas com meios de subsistência; as pessoas rebeldes simplesmente morrerão de fome ou serão declaradas marginais, tornando-se assim alvo para qualquer pessoa que queira matá-las. Será proibido o porte de armas de qualquer tipo que seja.
Só se permitirá uma única religião que será na forma da igreja do Governo Mundial. Satanismo, luciferianismo e feitiçaria serão reconhecidos como legítimos dentro do governo mundial, deixando de existir escolas particulares ou igrejas. As igrejas cristãs já foram subvertidas e o cristianismo será coisa do passado quando o Governo Mundial subir ao poder.
Cada pessoa será totalmente doutrinada a acreditar que é uma criatura do Governo Mundial com um número de identificação claramente marcada em si mesma para ser de fácil acesso, sendo que este número de identificação ficará num arquivo matriz no computador da OTAN em Bruxelas, na Bélgica, podendo ser lido a qualquer momento por qualquer agência do Governo Mundial quando quiserem. Os arquivos matrizes da CIA, FBI, e órgãos da polícia estadual e municipal, do imposto de Renda, da FEMA e do programa de Seguridade Social se expandirão vastamente e formarão a base dos registros pessoais de todos os indivíduos nos Estados Unidos.
O matrimônio será contra a lei e não haverá vida familiar como nós a conhecemos agora. As crianças serão retiradas dos seus pais desde pequenas e criadas em institutos como propriedade do estado. Tal experiência foi feita na Alemanha Oriental sobre o governo de Erich Honecker quando crianças eram tiradas dos pais considerados cidadãos desleais ao estado.
Será promovida a pornografia e a apresentação obrigatória de filmes pornográficos em todo teatro ou cinema, inclusive pornografia de homossexuais e lésbicas. Será compulsório o uso de drogas "recreativas" e cada pessoa terá uma quota que poderá adquirir em lojas do Governo Mundial no mundo todo. Expandir-se-á o uso de drogas de controle mental e o uso das mesmas se tornará compulsório. Essas drogas de controle mental serão administradas no suprimento de alimentos e/ou de água sem o conhecimento e/ou consentimento das pessoas. Serão criados bares de drogas, dirigidos por funcionários do Governo Mundial, onde a classe escrava poderá passar o seu tempo livre. Desta maneira, as massas - todos os que não pertencerem à elite - serão reduzidas ao nível de comportamento de animais controlados sem vontade própria e facilmente arrebanhadas e manipuladas.
O sistema econômico se baseará na decisão da classe governante de só permitir que haja alimentos e serviços suficientes para manter os campos de trabalho da massa em funcionamento. Toda a riqueza estará acumulada nas mãos dos membros de elite do Comitê dos 300. Cada indivíduo será doutrinado para entender que depende totalmente do governo para sobreviver. O mundo será governado pelos Decretos Executivos do Comitê dos 300 que se tornarão lei instantaneamente. Boris Yeltsin está usando decretos do Comitê dos 300 para impor a vontade do Comitê na Rússia num projeto experimental. Existirão tribunais de punição e não tribunais de justiça.
A indústria será totalmente destruída, junto com os sistemas de energia nuclear. Apenas membros do Comitê dos 300 e a sua elite terá direito de usar os recursos da terra. A agricultura estará apenas nas mãos dos membros do Comitê dos 300, sendo a produção de alimentos estritamente controlada. Quando isto começar a ser colocado em prática, massas de população nas cidades serão forçadas a se mudarem para regiões remotas, e os que se recusarem serão exterminados como naquele projeto experimental do Governo Mundial no Cambódia sob a direção de Pol Pot.
A eutanásia será compulsória para os doentes terminais e idosos. Pelo menos 3 bilhões de "bocas inúteis" serão eliminadas até o ano 2050 através de guerras limitadas, epidemias organizadas de doenças fatais que evoluem rapidamente e fome. Energia, alimentos e água serão distribuídos em quantidades mínimas apenas para assegurar a subsistência dos que não são elite.
Todos os produtos farmacêuticos essenciais ou não, médicos, dentistas e trabalhadores do campo da saúde serão registrados na central de dados, e nenhum remédio ou assistência médica serão administrados sem permissão direta dos controladores regionais responsáveis por cada cidade, vila ou povoação.
Não haverá papel moeda nem moedas nas mãos de quem não pertencer à elite. Todos as transações serão feitas através de um cartão de débito que terá o número de identificação do proprietário. Qualquer pessoa que de alguma forma infringiras regras e regulamentos do Comitê dos 300 terá o seu cartão suspenso por tempo predeterminado segundo a natureza e severidade da infração.
Essas pessoas descobrirão, quando forem adquirir alguma coisa, que seu cartão está suspenso e que não poderão obter nenhum tipo de serviço. A tentativa de trocar moedas "velhas", isso quer dizer moedas de prata das ex-nações agora já inexistentes, será considerada crime gravíssimo sujeito a pena de morte. Todas estas moedas terão que ser entregues dentro de um prazo, junto com revólveres, armas, explosivos e automóveis. Apenas a elite e funcionários com altos cargos no Governo Mundial poderão ter um meio de transporte particular, armas, dinheiro e automóveis.
Caso a ofensa seja séria, o cartão será confiscado ao ser apresentado no ponto de verificação. Depois disso essa pessoa não poderá obter alimentos, água, assistência médica, abrigo e emprego, e será registrada oficialmente como marginal. Desse modo os marginais se agruparão em regiões onde terão que subsistir por seus próprios meios, sujeitos a serem perseguidos e mortos a tiros quando vistos. As pessoas que de alguma forma auxiliarem os marginais também serão mortas a tiros. Se algum marginal não se entregar à polícia ou aos militares depois de um determinado período de tempo, um membro da sua ex-família será se lecionado ao acaso para pagar a sentença na prisão em seu lugar.
Todos os serviços de informação e a imprensa escrita estarão sob o controle do Governo Mundial. Medidas regulares de lavagem cerebral serão consideradas "entretenimento" da mesma maneira que foi praticada e se tornou uma arte nos Estados Unidos. Jovens tirados de seus "pais desleais" receberão educação especial com a finalidade de embrutecê-los. Jovens de ambos os sexos serão treinados para serem carcereiros no sistema de campos de concentração do Governo Mundial.
É óbvio, ao se analisar o que está para acontecer, que ainda precisa ser feita muita coisa antes de poder ser instituída a Nova Ordem Mundial. O Comitê dos 300 há muito que aperfeiçoou seus planos para desestabilizar a civilização como nós a conhecemos. Na Europa Ocidental as nações estão trabalhando para formar uma federação de estados dentro da estrutura de um governo com só uma moeda. De lá o sistema do Mercado Comum Europeu será transferido aos poucos para os Estados Unidos e o Canadá. As Nações Unidas estão se transformando metodicamente num carimbo de aprovação para o governo mundial, sendo as suas políticas ditadas pelos Estados Unidos como vimos no caso da Guerra do Golfo.

Está ocorrendo exatamente a mesma coisa com o Parlamento Britânico. Discutiu-se o mínimo possível a participação da Inglaterra na Guerra do Golfo e só depois de muito tempo durante uma moção para a reunião do Parlamento. Isso nunca tinha acontecido em toda a história do Parlamento, onde uma decisão tão importante teve que ser tomada com tão pouco tempo para discutir o assunto. Um dos acontecimentos mais dignos de nota na história do Parlamento passou praticamente despercebido.

Países sob um regime de assistência social existem em abundância na Europa, e os Estados Unidos estão se tornando rapidamente no país onde o povo mais vive com base na assistência social. Uma vez que as pessoas passem a depender do governo para a sua subsistência, será muito difícil desligá-las disso.

A proibição do porte de armas particulares já está em vigor em três quartos do mundo. Somente nos Estados Unidos a população ainda pode possuir as armas de fogo que quiser, mas este direito está sendo violado a nível alarmante através de leis municipais e estaduais que infringem o direito constitucional que todos os cidadãos têm de porte de armas. Até chegarmos ao ano 2010, porte de armas particulares terá se tornado algo obsoleto nos Estados Unidos.

Semelhantemente, a educação está sendo minada a um ritmo alarmante. Escolas particulares estão sendo forçadas a fechar devido a uma série de estratagemas legais e falta de condições financeiras para funcionarem. O padrão de educação nos Estados Unidos já afundou a um nível tão deplorável que hoje mal pode ser chamado de educação. Isto está de acordo com o plano; como eu descrevi anteriormente, o Governo Mundial não quer que os nossos jovens recebam uma educação adequada.
O desejo de ser livre

Entretenimento popular, principalmente a indústria cinematográfica, foi usada para fazer cair no descrédito aqueles que fizeram advertências sobre esta ameaça tão perigosa à liberdade individual e à liberdade do ser humano.

Liberdade é uma lei dada por Deus que o homem constantemente buscou subverter e minar, mesmo assim o anseio que cada indivíduo tem por liberdade é tão grande que até agora nenhum sistema conseguiu arrancar esse sentimento do coração humano. As experiências conduzidas na URSS, Grã-Bretanha e nos EUA, para sufocar a ânsia pela liberdade, até agora não obtiveram êxito.

Mas, com a ascensão da Nova Ordem Mundial/Governo Mundial, vão ser agilizadas amplas experiências para extirpar da mente, corpo e alma do homem aquele anseio por liberdade que Deus lhe deu. O que já está ocorrendo não é nada, é algo insignificante em comparação com o que está por vir. O ataque à alma é a essência de uma multidão de experiências que estão sendo maquinadas.
Manipulação da opinião pública

O que toma o Comitê incrível é o sigilo também incrível que prevalece a respeito dele. Nenhum órgão noticioso jamais mencionou essa hierarquia de conspiração, portanto, como seria de se esperar, as pessoas duvidam da sua existência. Grande parte do Comitê dos 300 está sob o controle da monarquia britânica, neste caso Elizabeth II.

Não existe uma entidade que o Comitê não possa influenciar e controlar, e é óbvio que o campo da comunicação é rigorosamente controlado. Se olharmos para a RCA, veremos que a sua diretoria é composta de personalidades proeminentes na Grã Bretanha e nos Estados Unidos que também têm altos cargos em outras organizações, como por exemplo no Conselho das Relações Exteriores, OTAN, no Clube de Roma, na Comissão Trilateral, nos Maçons, no Skull and Bones, Bilderbergers, Round Table, Sociedade Milner e na Sociedade Jesuíta-Aristotles. Entre estas pessoas se encontrava David Sarnoff, que se mudou para Londres ao mesmo tempo que Sir William Stephenson se mudou para o prédio da RCA em Nova Iorque.

As três maiores redes de televisão vieram da RCA, principalmente a National Broadcasting Company (NBC), que foi a primeira, e logo depois surgiu a American Broadcasting Company (ABC) em 1951. A terceira grande rede de televisão foi a Columbia Broadcasting System (CBS) que, como as duas outras companhias, era e continua sendo dominada pelos serviços secretos britânicos. William Paley recebeu instrução técnica de lavagem cerebral em massa no Instituto Tavistock antes de ser considerado qualificado para dirigir a rede CBS.

Daniel Yankelovich é o rei da estrutura das corporações de pesquisa de opinião pública nos Estados Unidos, um vasto aparato que provê "opinião pública sobre assuntos sociais, econômicos e políticos de relevo", segundo disse Edward Bernays. Foi este grande aparato que fez a maioria dos americanos, que nunca tinham ouvido falar de Saddam Hussein e que mal sabiam que o Iraque era um país em algum lugar no oriente Médio, ficarem bradando pelo sangue dele e o extermínio da nação iraquiana.

Yankelovich utilizou ao máximo todo o conhecimento adquirido durante a Segunda Guerra Mundial. Yankelovich, como guerreiro de segunda geração, é incomparável; é por isso que as pesquisas da ABC conduzidas pela empresa dele sempre são as que definem a "opinião pública". A população dos Estados Unidos estava sendo alvo de um ataque ao seu senso de realidade. Logicamente esta técnica é um treina-mento padrão para certos grupos de serviço secreto, inclusive a CIA.

A tarefa de Yankelovich era destruir os valores tradicionais americanos e substituí-los pelos valores da Nova Era e da Era de Aquário. Como o mais antigo manipulador da opinião pública no Comitê dos 300, ninguém duvida que Yankelovich fez um trabalho incomparável.

Manipuladores de opinião desempenharam um papel importante nesta guerra nos Estados Unidos; precisamos examinar o papel do Comitê dos 300 em causar essas alterações tão amplas e como os engenheiros sociais usaram análises centrais de sistemas para evitar que o público expressasse alguma outra opinião além das políticas do governo invisível. Como e onde tudo isso começou?

De acordo com documentos que falam da Primeira Guerra Mundial que consegui recolher e examinar no Escritório de Guerra em Whitehall Londres, parece que o Royal Institute for International Affairs foi incumbido pelo Comitê dos 300 de fazer um estudo sobre manipulação de informação de guerra. Esta tarefa foi dada ao Lord Northcliffe e ao Lord Rothmere e Arnold Toynbee, que era agente M16 no RIIA. A família de Lord Rothmere era dona de um jornal que estava acostumado a apoiar diversas posturas do governo, por isso considerou-se que o jornal poderia alterar a percepção do público, principalmente entre o número cada vez maior de pessoas que eram contra a guerra.

O projeto foi sediado na Wellington House. Especialistas americanos convocados para ajudar Lord Rothmere e Northcliffe foram Edward Bemays e Walter Lippman. O grupo teve sessões "quebrando a cabeça" para desenvolverem técnicas de mobilização de apoio em massa para a guerra, principalmente entre a classe operária cujos filhos, esperava-se, seriam mandados em massa para os campos de chacina de Flanders.

Através do jornal de Lord Rothmere, experimentaram-se novas técnicas de manipulação e, depois de um período de seis meses, ficou óbvio que tinham obtido êxito. Os pesquisadores descobriram que apenas um pequeno grupo de pessoas conseguia raciocinar e tinha a capacidade de analisar o problema, ao passo que o resto apenas expressava a sua opinião. Segundo Lord Rothmere, foi assim que 87% do povo britânico reagiu à guerra, simplesmente expressando suas opiniões sem entenderem a realidade subjacente. Ele teorizou que o mesmo princípio se aplicava não só à guerra, mas a todo problema possível e imaginário na sociedade. Sendo assim, se a opinião do povo pode ser moldada e manipulada, então pode-se controlar o povo.

Desta forma, a irracionalidade foi levada a um nível alto na consciência do povo. Os manipuladores então usaram isto para minar e distrair a idéia de realidade em relação a qualquer situação e, quanto mais complexo se tornaram os problemas de uma sociedade moderna industrial, mais fácil se tomou causar distrações cada vez maiores para o povo, de modo que no final, opiniões absolutamente inconseqüentes da massa do povo, criadas por peritos em manipulação, assumiram a posição de um fato científico.

Quando os manipuladores depararam com essa conclusão tão significativa, eles experimentaram isso vez após vez durante a guerra, de modo que, apesar de centenas de milhares de jovens britânicos estarem sendo chacinados nos campos de batalha da França, não se levantava praticamente nenhuma oposição àquela guerra sangrenta. Os registros daquela época mostram que até o ano de 1917, logo antes dos Estados Unidos começarem a participar da guerra, 94% da classe operária britânica que estava agüentando todo o sofrimento e as conseqüências da guerra, não tinha a mínima idéia do objetivo da guerra, a não ser aquela imagem criada pelos manipuladores da imprensa de que os alemães eram urna raça horrível que queria destruir a monarquia e o país deles e que por isso tinham que ser aniquilados da face da terra.

Logicamente nada mudou, porque em 1991 aconteceu a mesmíssima situação criada pelos órgãos noticiosos, que permitiu que o presidente Bush violasse flagrantemente a Constituição travando uma guerra de genocídio contra a nação do Iraque com o consentimento de 87% do povo americano.

Em 1928, o Compatriota de Lippman, Edward Bernay, escreveu um livro intitulado "Como Cristalizar a Opinião Pública" (Crystallizing Public Opinion), e em 1928 um segundo livro dele, intitulado simplesmente Propaganda, foi publicado. Nesse livro Bernay descreveu suas experiências em Wellington House:

"Agora que a civilização está ficando mais complexa e que fica mais óbvia a necessidade de um governo invisível, inventaram-se técnicas e foram também criados meios através dos quais a opinião pública pode ser moldada à vontade. Com a existência da máquina impressora e do jornal, telefone, telégrafo, rádio e aviões, pode-se disseminar conceitos rapidamente, e até instantaneamente em todos os Estados Unidos." (Bernay ainda não tinha visto como é que a televisão, que veio depois, faria esse trabalho muito melhor.)

"A manipulação consciente e inteligente de hábitos organizados e opiniões das massas é um elemento importante numa sociedade democrática. As pessoas que manipulam esse mecanismo invisível da sociedade são um governo invisível, que é o verdadeiro poder governante no nosso país."

E para apoiar a sua posição, Bernay citou o artigo de H. G. Wells publicado no New York Times. Wells apoiou entusiasticamente a idéia de meios modernos de comunicação que "abririam um novo mundo de processos políticos que permitiriam que o desígnio comum fosse documentado e apoiado contra a perversão e a traição" (ao governo invisível.)

Continuando com as revelações no livro Propaganda:

"Nós somos governados, nossas idéias são moldadas, nossos gostos são formados, nossos conceitos são sugeridos, principalmente por homens dos quais nunca ouvimos falar. Qualquer que seja a atitude que alguém decida tomar contra esta condição, mesmo assim é um fato que em praticamente cada ação que tomamos na nossa vida cotidiana, quer seja no campo político ou dos negócios, na nossa conduta social ou na nossa ética, somos dominados por um número relativamente pequeno de pessoas, uma fração mínima dos nossos 120 milhões que entendem os processos mentais e os padrões sociais das massas. Essas pessoas que mexem os pauzinhos são as que controlam a mente do povo, as que controlam as velhas forças sociais e inventam novas maneiras de restringir e guiar o mundo."

Bernay não leve coragem de revelar ao mundo quem eram os "eles" que "mexem os pauzinhos que controlam a mente do povo...", mas neste livro nós estamos compensando esse lapso intencional da parte dele revelando a existência desse "grupo relativamente pequeno de pessoas", o Comitê dos 300.

O governo invisível do Comitê dos 300 exerceu uma tremenda pressão nos Estados Unidos para mudar o seu modo de agir - para pior. Os Estados Unidos são o último reduto da liberdade, e a menos que nos tirem essa liberdade o progresso para o Governo Mundial será consideravelmente retardado. Tal trabalho é algo de proporções imensas para o Governo Mundial, exige muita habilidade de organização, controle de governos e suas políticas. A única organização que poderia ter assumido esta tarefa monumental com alguma esperança de êxito é o Comitê dos 300, e acabamos de ver até que ponto ele chegou, quase obtendo o êxito total.

Acima de tudo, a batalha para superar isto vai ser uma batalha espiritual.
 
Publicado em Alberto's Biblical Page
Doado por pardalmatusca

O Pacto Secreto
Iluminati
Na noite de 10 de julho de 1785 um enviado de Weishaupt, o abade Lanz foi atingido por um raio quando galopava meio a uma tempestade. Seu cadáver não foi recuperado por membros da ordem, mas por pessoas do local que ao ver seus hábitos, o recolheram com cuidado e o transladaram para a capela de São Emmeran.
E entre suas roupas encontraram documentos importantes e comprometedores que revelaram os planos da seita mais terrível que o mundo já conheceu e este pacto, que provavelmente só pode ter sido concebido pela diabólica mente do Sr. Adam Weishaupt, e enquanto você lê estas linhas, eles cumprem fielmente.
O PACTO SECRETO DOS ILLUMINATI
Será uma ilusão tão grande e tão vasta, que ela escapará da percepção deles.
Criaremos frentes separadas de atuação para evitar que eles vejam a conexão entre nós.
Nos comportaremos como se não estivéssemos conectados, para manter viva a ilusão.
Nosso objetivo será alcançado gota-a-gota, para nunca trazer suspeitas sobre nós.
Isto também irá evitar que eles vejam as mudanças a medida em que elas estiverem ocorrendo.
Estaremos sempre acima do campo relativo da experiência deles, pois nós retemos os segredos do absoluto.
Trabalharemos sempre juntos e permaneceremos ligados pelo sangue e pelo segredo. A morte virá para aquele que falar.
Nós manteremos as mentes deles fracas, enquanto fingimos fazer o contrário.
Usaremos nossos conhecimentos de ciência de forma sutil, para que eles nunca vejam o que está acontecendo.
Usaremos metais suaves, aceleradores de idade e sedativos nos alimentos e na água, e também no ar.
Eles estarão cobertos de venenos em todas as direções que se voltarem.
Iremos prometer encontrar a cura em nossas muitas frentes, no entanto nós iremos alimentá-los com mais venenos.
Os venenos serão absorvidos através de suas peles e bocas, levando-os a destruir suas mentes e sistemas reprodutivos.
Precisamos ser espertos na disseminação dos venenos, pois eles vêem longe.
Nós ensinaremos a eles que os venenos são bons, utilizando imagens engraçadas e músicas bonitas.
Aqueles que eles procurarem irão ajudar. Nós os alistaremos para repassarem os nossos venenos.
Eles irão ver nossos produtos sendo usados em filmes e TVs e irão crescer acostumados com eles e nunca saberão os seus verdadeiros efeitos.
Quando eles nascerem, iremos injetar venenos no sangue de suas crianças e convenceremos a eles que é para ajudá-los.
Começaremos bem cedo, quando estão jovens, e nós visaremos suas crianças com o que as crianças mais amam, coisas doces.
Quando seus dentes estragarem, nós os encheremos de metais que irão matar suas mentes e roubar seus futuros.
Quando a capacidade deles de aprender tiver sido afetada, nós criaremos medicamentos que irão torná-los mais doentes e que causarão outras doenças, para as quais nós iremos criar ainda mais medicamentos lucrativos.
Iremos fazer com que eles sejam dóceis e fracos perante nós, usando nosso poder.
Eles crescerão com depressão, devagar e obesos, e quando vierem nos pedir ajuda, nós iremos dar a eles mais veneno.
Iremos focalizar a atenção deles para o dinheiro e bens materiais, de tal forma que eles nunca possam conectar-se com seu eu interno.
Iremos distraí-los com fornicação, prazeres externos e jogos, tal que eles nunca possam ficar um com a unicidade do Todo.
Suas mentes nos pertencerão e eles farão o que mandarmos.
Se eles se recusarem, iremos encontrar modos de implementar tecnologias de controle mental em suas vidas.
Usaremos o medo como nossa arma.
Nós iremos impor seus governos e estabeleceremos oposição dentro deles.
Iremos controlar ambos os lados.
Nós iremos sempre esconder nosso objetivo, mas levaremos adiante nosso plano.
Eles irão trabalhar para nós e nós iremos prosperar com o trabalho deles.
Nossas famílias nunca irão se misturar com as deles.
Nosso sangue precisa ser sempre puro, pois este é o caminho.
Nós faremos eles se matarem entre si, quando isso nos convier.
Nós manteremos eles separados da unicidade através de dogma e religião.
Nós controlaremos todos os aspectos de suas vidas e diremos a eles como e o que pensar.
Nós os guiaremos bondosa e gentilmente, deixando eles pensarem que estão guiando a si mesmos.
Fomentaremos a animosidade entre eles através de nossas facções.
Quando uma luz brilhar entre eles, nós iremos extingüí-la usando o ridículo ou a morte, o que nos for melhor.
Iremos fazer com que rompam seus próprios corações e matem suas próprias crianças.
Iremos conseguir isto usando o ódio como nosso aliado, e a raiva como nossa amiga.
O ódio irá cegá-los totalmente, e nós emergiremos como seus governantes.
Eles estarão ocupados se matando entre si.
Eles se banharão em seu próprio sangue e matarão seus semelhantes durante o tempo que acharmos conveniente.
Continuaremos a prosperar devido às suas guerras e suas mortes.
Iremos repetir isso sem cessar até que nosso objetivo final seja alcançado.
Continuaremos a fazer com que vivam com medo e raiva, usando imagens e sons, artes, filmes e musicas.
Usaremos todas as ferramentas que dispomos para conseguir isto.
As ferramentas serão fornecidas pelo trabalho deles.
Faremos com que se odeiem entre si e odeiem seus vizinhos.
Sempre ocultaremos a verdade divina deles, de que somos todos um.
Eles nunca devem saber disso!
Eles nunca devem saber que a cor é uma ilusão, devem sempre pensar que eles não são iguais.
Gota-a-gota, iremos avançando em direção ao objetivo.
Iremos roubar-lhes a terra, recursos e riqueza para exercer controle total sobre eles.
Nós os enganaremos para aceitar leis que irão roubar a pouca liberdade que eles possuirão.
Estabeleceremos um sistema monetário que os aprisionarão para sempre, mantendo eles e seus filhos em dívidas.
Quando eles se reunirem em bandos, nós iremos acusá-los de crimes e apresentaremos uma história diferente para o mundo, pois nós iremos ser donos de toda a mídia.
Usaremos nossa mídia
Quando eles se insurgirem contra nós, nós os esmagaremos como insetos, pois eles são menos que isso.
Eles não terão condições de fazer nada, porque não disporão de armas.
Recrutaremos alguns deles para levar adiante nossos planos, iremos prometer a eles a vida eterna, mas a vida eterna eles nunca terão pois não são um de nós.
Os recrutas serão chamados de “iniciados” e serão doutrinados para acreditar em falsos ritos de passagem para os reinos mais elevados.
Membros desses grupos pensarão que eles são um conosco, nunca sabendo a verdade.
Eles nunca devem saber essa verdade, pois eles se voltarão contra nós.
Pelos seus trabalhos, eles serão recompensados com coisas materiais e grandes títulos, mas nunca se tornarão imortais e se juntarão a nós, nunca receberão a luz e nunca viajarão para as estrelas.
Eles nunca alcançarão os reinos superiores, pois a matança de seus semelhantes irá impedir a passagem para o reino da iluminação.
Isto eles nunca saberão.
A verdade estará escondida nos seus rostos, tão perto que eles serão incapazes de focarem ela, até que seja tarde demais.
Oh sim, tão grande será a ilusão de liberdade, que eles nunca irão saber que eles são nossos escravos.
Quando tudo estiver em seu lugar, a realidade que tivermos criado para eles irá possuí-los. Esta realidade será a prisão deles.
Eles viverão em auto-ilusão.
Quando nosso objetivo for conseguido, uma nova era de dominação irá começar [a Nova Ordem Mundial Illuminati].
Suas mentes estarão limitadas por suas crenças, as crenças que nós estabelecemos desde tempos imemoriais.
Porém se eles conseguirem descobrir que são iguais a nós, então nós iremos morrer.
Se eles descobrirem que juntos eles podem nos derrotar, eles tomarão esta ação. Eles nunca, jamais, devem descobrir o que nós temos feito, pois se eles descobrirem, nós não teremos nenhum lugar para ir, pois será fácil de ver quem nós somos, uma vez que o véu caia.
Este é o pacto secreto pelo qual viveremos pelo resto das nossas vidas presente e futura, pois esta realidade irá transcender muitas gerações e muitos períodos de vida.
Este pacto é selado com sangue, nosso sangue. Nós, os eleitos, aqueles que do céu para a terra vieram.
Este pacto nunca, jamais pode ser conhecido que exista.
*******************************************
Essas ações tiveram inicio em 1776, em que Adam Weishaupt fundador da seita Illuminati, na noite de 30 de Abril para 1º de Maio na famosa e sinistra noite de Walpurgis, onde ali se reuniram para fazer este juramento, alguns dizem que houve sacrifício humano (de sangue) crença mencionada é a mesma da antiga Babilônia, interessante notar que o livro de Genesis 10:8 menciona Ninrode, fundador do que viria a ser o império babilônico, isto inclui a Suméria e Assíria, a intenção de Ninrode era exatamente fundar e expandir um império mundial único. Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto. Este é mais impressionante pelo fato de eles próprios se profetizarem a respeito deles mesmo, mas essa profecia já havia sido escrita a 2000 anos atrás.
Por autor Desconhecido, reproduzido por Rogerio Miras

“Quanto maior for a mentira, mais pessoas acreditarão nela.”
DINHEIRO VINDO DO NADA:
Saiba  a Verdade Sobre o Sistema Financeiro Mundial
Uma sociedade sem dinheiro vivo e os microchips são parte de uma ferramenta fundamental no controle da existência humana: o sistema financeiro mundial.
Pergunte às pessoas porque elas não estão dizendo ou fazendo o que realmente acreditam ser o correto e a resposta será medo. E uma das principais expressões desse medo é a necessidade de ganhar dinheiro para sobreviver. Essa é a idéia: se você pode inflar artificialmente o custo das necessidades básicas como comida, moradia e vestuário, você pode pressionar as pessoas a servir o seu sistema. Quanto menos você precisa ganhar, mais escolhas você tem para viver a vida como achar melhor. E quanto mais você precisa, menos escolhas você tem.
Essa fraude é fundada na maior de todas as trapaças: o pagamento de juros sobre um dinheiro que não existe. O fato de que nós, como um todo, toleramos isso, revela muito sobre a escala da clonagem mental coletiva que tem se espalhado neste planeta. 
Os bancos controlados pela Elite estão emprestando legalmente (como de costume), dez mil dólares para cada mil que eles realmente possuem. É como se você possuísse cem dólares, mas emprestasse mil para os seus amigos e cobrasse juros por isso. Se cada um dos seus amigos exigisse dinheiro vivo, você não poderia fazer essa fraude funcionar, mas os bancos não têm esse problema porque a maioria das suas transações não envolve dinheiro vivo. Eles trabalham principalmente com "dinheiro" teórico: cheques e cartões de crédito. Se todo mundo fosse ao banco ao mesmo tempo para pedir o seu dinheiro de volta, os bancos acabariam falidos muitas vezes porque eles estão emprestando uma quantia muito maior do que eles têm depositado. Apenas uma fração do dinheiro que os bancos “emprestam” existe fisicamente. 
A maioria das pessoas acredita que os bancos emprestam só o dinheiro que os clientes depositaram neles. Isso simplesmente não é verdade. O que os bancos emprestam é, em efeito... Nada. Quando você vai a um banco para fazer um empréstimo, sua conta é “creditada” com aquela quantia. Tudo que o banco fez foi digitar a quantia do seu empréstimo, digamos R$ 10.000, em um computador. Se o banco estivesse lhe emprestando o dinheiro dos clientes dele, as suas contas teriam que ser reduzidas em R$ 10.000 para permitir que você tivesse o empréstimo. Mas não são. Elas permanecem da mesma forma. Então, de onde apareceu essa misteriosa quantia de R$ 10,000? 
Seu “empréstimo”, como com todo “empréstimo”, é conjurado do nada. São apenas figuras em uma tela de computador! E, a partir desse momento, você começa a pagar juros sobre um dinheiro inexistente. Mais que isso, este “dinheiro” fantasma é até mesmo registrado nas contas do banco como um “ativo”, e isto permite fazer ainda mais empréstimos do mesmo tipo. 
A cada empréstimo, o prestatário fica em débito e os ativos oficiais do banco aumentam, apesar de nenhuma nova moeda ter sido cunhada e de nenhuma nova nota ter sido impressa. Tudo isso é uma ilusão. O que os bancos fazem é a atividade criminal mais lucrativa e mais destrutiva do planeta. Pessoas que cultivam comida e produzem o necessário para a vida estão mergulhados em dívidas, e freqüentemente são empurrados à falência por pessoas que não fazem nada além de digitar figuras em uma tela de computador e cobrar juros por elas. 
Quantias fantásticas de “dinheiro” estão em circulação em forma de cheques e créditos de vários tipos, mas menos que dez por cento estão na forma de moedas e notas. Mais de noventa por cento dessas quantias não existe. O sistema está maciçamente falido e ele só sobrevive porque as pessoas são condicionadas a aceitar cheques e cartões de crédito como “dinheiro” quando, na realidade, eles não são nada além de dados em um programa de computação sem nada para justificar esses dados. 
Por mais que seja estarrecedor, esta é a forma como a vasta maioria do “dinheiro” é posto em circulação - não por governos imprimindo dinheiro vivo, mas através de bancos privados emprestando dinheiro que não existe e cobrando juros por isso. Principalmente através de crédito. Isto significa que a maior parte do “dinheiro” usado para ser trocado por bens e serviços já é criado como uma dívida. 
Nós ouvimos que inflação é causada por governos que imprimem muito dinheiro. Isso não é verdade. Os governos não imprimem o bastante! Noventa por cento do “dinheiro” posto em circulação é “criado” na forma de débito pela rede bancária privada controlada pela Elite Global. Isso é totalmente insano, e é por isso que a montanha de dívidas aumenta a cada minuto. 
Um "boom" econômico (quando a produção e o consumo aumentam), simplesmente leva a mais empréstimos pelos bancos para aumentar ainda mais o consumo. Assim, nos "bons tempos" da economia, a quantidade do débito sobe a quantias colossais e isso eventualmente conduz aos tempos ruins, conhecido como depressão. Como os bancos têm o controle sobre a criação do “dinheiro” através dos empréstimos, eles decidem se vai haver um boom econômico ou uma depressão aumentando ou diminuindo a quantia de “dinheiro” que eles emprestam às pessoas. A diferença entre crescimento e depressão é só a quantia de dinheiro vivo ou crédito disponível para fazer compras. E como o sistema bancário é controlado pela Elite Global, esse minúsculo grupo exclusivo tem o controle sobre a economia de cada país e sobre as decisões dos "líderes" políticos e econômicos que, ou não entendem como o sistema bancário e a criação de dinheiro realmente funcionam (a maioria), ou estão trabalhando conscientemente com os que controlam o sistema. 
Por causa desse passe de mágica, as dívidas das pessoas, dos negócios, e dos países alcançaram a terra do nunca, e a necessidade de pagar os juros é refletida no dinheiro que nós pagamos na forma de impostos, pela comida, pela vestimenta, por abrigo e etc. O Governo britânico gasta muito mais com juros por ano do que com educação e uma vez que você perceba como o sistema funciona, já não é mais surpreendente que os Estados Unidos estejam com uma dívida de trilhões e trilhões de dólares. 
Olhe para o que acontece somente em uma transação. Digamos que o governo dos EUA queira pedir emprestado um bilhão de dólares para cobrir uma pequena queda na arrecadação. Ele emite uma nota do Tesouro ou fatura, um IOU em outras palavras, e a entrega ao Federal Reserve, um cartel de bancos privados controlados pela Elite Global. Os banqueiros então “criam” um bilhão de dólares a um custo desprezível para eles. A partir desse momento, os bancos começam a cobrar juros do governo (do povo) sobre um bilhão de dólares. E não é só isso, o pedaço de papel, o IOU, é contado agora como um “ativo” dos bancos e aparece nas contas deles como se eles na verdade possuíssem um bilhão de dólares em seus cofres. Isto significa que eles podem emprestar outros dez bilhões de dólares (no mínimo) de um “crédito” inexistente para outros clientes! 
Todo mundo envolvido em um processo de produção seja ele o fornecedor de materiais, o produtor, a companhia de transporte, a loja, etc... Todos estão acrescentando um extra aos seus preços para cobrir a necessidade de pagar os juros do dinheiro não-existente que eles tomaram "emprestado". Até que você compre um produto na loja, o seu preço estará maciçamente inflacionado se comparado com o que ele precisa ser, porque cada fase do processo está pagando juros sobre um dinheiro que não existe. Nós estamos comprando três casas pelo direito de viver em uma porque dois terços do dinheiro (às vezes mais) que nós pagamos em uma hipoteca é somente para pagar os juros. Se você pegar um empréstimo de £50.000 para comprar uma casa com o Banco Nacional deWestminster da Inglaterra, você pagará de volta £152.000. Você comprará três casas para viver em uma. No folheto em que se explicava isso, eles tiveram a coragem de dizer: "Banco Nacional de Westminster - nós estamos aqui para tornar a vida mais fácil”. Muitíssimo obrigado, eu realmente não sei como agradecer. 
Por toda parte as pessoas estão fazendo coisas que não têm nenhum desejo de fazer porque elas precisam pagar juros sobre um dinheiro que não existe. A Dívida do Terceiro Mundo, que está crucificando bilhões de pessoas dia após dia, deriva predominantemente de um dinheiro que não existe, nunca existiu, e nunca existirá. E nós ainda aceitamos isso! 
É um truque, uma trapaça. Não é necessário. Ele está lá para nos controlar. É por isso que o sistema foi criado em primeiro lugar. 
Apesar da óbvia insanidade deste roubo legalizado, nossas mentes ainda estão condicionadas a acreditar que cobrar juros é essencial e que sem isso a economia mundial desmoronaria. Não é bem assim. A ditadura bancária global orquestrada pela Elite Global é que desmoronaria, e isso seria fantástico. Mas as pessoas que estão escravizadas pelo pagamento de juros sobre um dinheiro que não existe, defendem o sistema e dizem que ele deve continuar! Hei! Guarda da prisão. Não ouse abrir essa porta. Você me ouviu? 
O sistema de pagamento de juros não é uma proteção contra sofrimento econômico. Na verdade, ele é quem cria pobreza e desigualdade e permite a acumulação do poder global. 
Diga-me uma coisa: o que aconteceria se, em vez de pedir emprestado um dinheiro inexistente à rede de bancos privados, nossos governos imprimissem o seu próprio dinheiro livre de juros e o emprestasse às pessoas também livre de juros, com talvez uma taxa bem pequena só para cobrir os custos da administração? Nós não seríamos mais capazes de comprar tudo o que precisamos? É claro que seríamos, e muito mais facilmente porque o custo de tudo seria menor. O custo de uma hipoteca cairia em dois terços se você não tivesse que pagar juros. Os sem-teto poderiam ser abrigados e nós não teríamos a visão grotesca de pessoas dormindo nas ruas porque não podem juntar bastantes pedaços de papel ou figuras não-existentes de computador para pagar por um abrigo adequado. 
O dinheiro se tornaria o que foi planejado para ser: um meio de troca de contribuições para a comunidade, o qual suaviza as limitações da permuta. Somente com a introdução dos juros é que o dinheiro se torna um veículo para o controle, o qual é usado com um efeito devastador nos dias de hoje. 
Ninguém ganha com o pagamento de juros, exceto os bancos da Elite Global. Ninguém perderia se o sistema fosse mudado, com exceção da rede bancária e daqueles que usam o dinheiro para ganhar mais dinheiro sem qualquer contribuição produtiva para o mundo. Os bancos, que têm saqueado e abusado da humanidade por tanto tempo, viriam abaixo e o papel dos sucessores deles seria construtivo, ao invés de destrutivo. 
O falecimento do sistema de cobrança de juros pelos bancos é realmente tão terrível? Eu estou saltando de alegria só de pensar nisso. Não há nenhuma razão para que nós não possamos ter dinheiro livre de juros. Só está faltando vontade porque os políticos que poderiam por um fim nisso são controlados e manipulados pelas mesmas pessoas que possuem o sistema bancário global, o qual brande o seu poder nas vidas das pessoas exigindo que elas paguem juros sobre um dinheiro que não existe. Olhe para os “diferentes” partidos políticos em seu país. Quanto deles estão propondo terminar com a cobrança de juros se forem eleitos? 
Nenhum? Obrigado. E agora você sabe por que. 
Dois presidentes dos Estados Unidos propuseram imprimir dinheiro livre de juros e começaram a fazer isso de uma maneira gradativa. Um era Abraham Lincoln e o outro era John F Kennedy. O Que mais eles têm em comum? Ah! É claro, ambos foram assassinados. 
Uma importante pergunta que deve ser feita constantemente é: “quem se beneficia?” 
Sempre que um político, economista, líder de igreja, jornalista, ou qualquer um está nós dizendo o que pensar, vale a pena fazer a pergunta: quem se beneficia se eu acreditar no que estão me pedindo para acreditar? A resposta invariavelmente o conduz para a real razão de você está sendo alimentado com essa linha de “pensamento". 
Por exemplo: quem se beneficia se as pessoas acreditam que “milícias de extrema direita” estavam por trás do atentado à bomba em Oklahoma? 
Resposta: Aqueles que desejam desacreditar as declarações das milícias sobre a Conspiração Global e aqueles que desejam justificar a introdução de leis mais autoritárias dentro dos Estados Unidos e, como o Presidente Clinton colocou 24 horas após o atentado: “um abrandamento nas restrições ao envolvimento das forças armadas na execução da lei doméstica”.
 
David Icke 


"Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso."
Veneno na Torneira
Provavelmente você ficaria muito alarmado se lhe dissessem que, sem o seu conhecimento, administram regularmente medicamentos com uma substancia mais venenosa que o chumbo, que pode causar fragilidade óssea e câncer, entre uma serie de outras doenças e, que é o componente principal das drogas que alteram o cérebro. Isso é o que alguns médicos qualificados e conselheiros de saúde dizem que ocorre a milhões de pessoas no mundo inteiro. Que substância agressiva é essa? O flúor na água potável.
A maioria de nos conhece o flúor como preventivo das cáries. Por isso foi acrescentado à maioria dentifrícios, supostamente para reduzir as visitas ao dentista das crianças. Contudo, na historia do uso do flúor há um aspecto muito ameaçador.
Foi provado que o flúor pode endurecer a superfície dos dentes, porém, também trata-se de um elemento altamente tóxico relacionado com um grande número de doenças físicas e mentais. Estudos publicados recentemente demonstram que a metade do flúor (ácido hexafluorsilícico) que se acrescenta na água potável do Reino Unido pode produzir danos genéticos.
Desde a Segunda Guerra Mundial não se realizou nenhuma pesquisa sobre os efeitos potencialmente letais do flúor. Contudo vários cientistas, entre eles o Dr. Hans Moolenburg, um dos principais ativistas da campanha anti-flúor dos Países Baixos, estão convencidos de que em muitos países da Europa Ocidental se está reforçando um perigoso e sinistro esquema de medicação massificada que foi usado na Alemanha nazista.
Nos piores dias da Segunda Guerra Mundial, centenas de inocentes foram exterminados nos campos de concentração alemães. A morte por doenças, inanição e extrema brutalidade era algo cotidiano e isso era complementado com o emprego de drogas e produtos químicos. Os cientistas nazistas, desejando manter um clima de temor tinham encontrado um método simples de controlar o comportamento dos prisioneiros dos campos.
  
Jovens sobreviventes do campo de concentração de Auschwitz, esperando pela libertação. Os nazistas "ministraram" flúor na água dos campos de extermínio, que agiu como sedativo, apaziguando os prisioneiros. Apesar desse precedente, o uso da água fluorada ainda é promovido em diversos países. O flúor também é empregado como componente ativo de poderosos tranqüilizantes.
Descobriu-se que repetidas doses em quantidades muito pequenas de flúor afetam o cérebro, envenenando e narcotizando lentamente as pessoas e tornando-as submissas. Ansiosos em explorar o efeito do flúor, os comandantes dos campos alemães o acrescentaram ao abastecimento d'água.
Os efeitos da água fluorada impressionaram fortemente os serviços de inteligência. Consideraram que a água fluorada era o meio ideal para controlar as populações depois de seus países terem sido invadidos. Antecipando-se à vitória, a fábrica alemã de produtos químicos I. G. Farben, instalada em Frankfurt, foi a encarregada da produção massificada de flúor destinado aos campos de extermínio e a outros futuros usos possíveis.
No final da Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos encarregaram Charles Eliot Perkins, um pesquisador especializado em química, patologia e fisiologia, de estudar a técnica de controle da mente de I. G. Farben. Em sua pesquisa na Alemanha, Perkins obteve várias conclusões assustadoras. Informou que "quando os nazistas, sob as ordens de Hitler, decidiram atacar a Polônia, ao estados maiores alemão e russo intercambiaram idéias, planos, cientistas e militares. Os russos adotaram o esquema de controle de massa através da medicação, porque adaptava-se perfeitamente aos seus planos de domínio do mundo..."
Perkins não envolveu a inteligência aliada nessa pesquisa sobre o controle mundial de mente dos russos, porem, uma investigação mais detalhada da I. G. Farben e suas relações industriais, revela algumas conexões suspeitas.
A I. G. Farben expandiu-se durante os anos vinte e estabeleceu laços através de Wall Street com a companhia de automóveis de Henry Ford, com a General Motors de J. P. Morgan e com a Standard Oil, propriedade da família Rockfeller.
Nos anos trinta, milhões de dólares foram investidos nesses acordos e a relação continuou durante a Segunda Guerra Mundial. É interessante observar que nenhuma das fábricas e edifícios da I. G. Farben foram bombardeados, sabotados ou danificados pelos aliados durante a guerra. O pesquisador Ian E. Stephens disse que os comandantes das missões de bombardeio tinham instruções, procedentes provavelmente dos altos escalões do governo dos Estados Unidos, para evitarem esses edifícios. Porém, por qual motivo?
Desde a depressão dos anos vinte, as organizações como a fundação Rockefeller e a família Ford tinham incentivado publicamente as políticas de controle de população a longo prazo. Também sabe-se que certo numero de pessoas influentes do comércio e da industria tinham investido grandes somas de dinheiro nos projetos da I. G. Farben antes e durante a guerra. Entre elas a família Mellon.
Essa família fundou a Mellon Institute em 1913 como uma organização independente para patrocinar avanços na ciência e na industria. O instituto também participou da "descoberta" do flúor como "um maravilhoso preventivo das cáries dentárias".
A família Mellon também fundou a Aluminium Company of America (ALCOOA). O flúor é um subproduto altamente tóxico da fabricação do alumínio e a ALCOOA foi processada com freqüência por envenenar gado, colheitas e correntes de água. As medidas de segurança eram caras. Por tanto, o que se podia fazer para eliminar esses custos e, talvez, até tornar os materiais residuais rentáveis?
Segundo o Pesquisador de Flúor Ian E. Stephen, a primeira ministra Thatcher triplicou o orçamento para o tratamento da água com flúor da Irlanda do Norte em meados dos anos oitenta. Stephen suspeita que isso não foi motivado por uma preocupação com a saúde dentária e sim, por uma tentativa de pacificar a região.
A ALCOOA e outras indústrias produtoras de flúor financiaram a pesquisa que parecia indicar que pequenas quantidades desse elemento não eram perigosas para os seres humanos. Inclusive a pesquisa sugeria que o flúor protegia contra as cáries dentárias. Os incentivadores concentraram-se no que eles viam como vantagens para a saúde, ignorando por completo os desconhecidos e adversos efeitos cumulativos dessa substância tão tóxica.
Os cientistas que trabalham para a American Dental Association ( ADA) sob o patrocínio da ALCOOA continuaram promovendo o flúor, apesar do uso que os fizeram dele. Ainda que dezenas de cientistas e organizações de pressão questionassem as manifestações do grupo partidário do flúor, a opinião pública aceitou rapidamente as supostas qualidades do novo protetor dental.
Diante da inquietação de muitos cientistas que questionaram os seus benefícios para a saúde, a ADA lançou uma campanha promovendo o uso do flúor. A aprovação do United Stades Public Health Service ( USPHS ) reforçou a confiança na nova "droga maravilhosa" e, em meados dos anos quarenta, várias cidades dos Estados Unidos começaram a adicionar o flúor em seus abastecimentos de água. Os propagandistas obtiveram "aprovações" de instituições que recebiam protestos aos quais não davam resposta e foi dado sinal verde para uma campanha a favor do uso do flúor em escala nacional.
Desde o final dos anos cinqüenta, o USPHS canalizou milhos de dólares dos contribuintes dos EUA para promovem o uso do flúor em outros países e muitas nações aderiram ao projeto. Porém, a maioria dos países europeus deixaram-no de lado e outros que tentaram implantá-lo, logo o abandonaram devido aos seus efeitos adversos contra a saúde e à sua ineficácia geral.
A crença comum é a de que o tratamento com flúor é efetivo por toda a vida, porém, pesquisas demonstram que a sua proteção desaparece antes da pessoa completar 20 anos. De fato, muitos especialistas afirmam que não existem provas de que o flúor seja benéfico para o dentes.
Causando grande perturbação no US National Institute of Dental Research (NIDR), as análises independentes de um relatório do próprio NIDR de 1988 sobre o dados odontológicos de 39.107 crianças dos Estados Unidos, demonstraram que praticamente não havia nenhuma diferença no número de cáries entre as crianças que viviam em regiões onde esse tratamento não era aplicado.
A pesquisa sobre os outros usos do flúor é reveladora. Os tranqüilizantes, que vão desde os sedativos suaves prescritos para a depressão, até os poderosos medicamentos que alteram a mente, transformaram-se em uma indústria multimilionária.
Mais de 60 tranqüilizantes do mercado contêm flúor, aumentando profundamente a potência dos outros componentes desses medicamentos. O acréscimo de flúor no tranqüilizante Diazepam (Valium) produz um tranqüilizante mais forte, o Rohypnol. Ambos são fabricados pela Roche Products, uma filial da I.G.Farben, juntos com outros medicamentos semelhantes. O potente tranqüilizante fluorado Stelazine é empregado profusamente em asilos e instituições para doentes mentais em todo o mundo.
À medida que revela-se mais informação sobre o acréscimo de flúor na água a ansiedade do público aumenta. Seus defensores dedicam centenas de estudos que provam a efetividade do flúor na prevenção contra as cáries dentárias, porem, a união de cientistas profissionais da US Environmental Protection Agency indicam a existência de encobrimentos deliberados dos graves riscos para as populações assim como a difamação e até a demissão dos cientista que se atrevem a falar da verdade.
Para a maioria dos dentistas, o uso do flúor é um "medicamento maravilhoso" que oferece resistência a má higiene bucal e aos problemas de dieta. Para outros, trata-se de um método desleal e cínico para modificar nosso comportamento e de um meio que permite a industria rentabilizar um perigoso produto residual. Muitos encaram o uso do flúor nos abastecimentos de água como um medicamento massificado forçado. A negação dos riscos para a saúde por parte dos organismos oficiais fazem com que alguns pensem que o uso do flúor serve como uma forma de controle social. Apontam a história do uso do flúor e seus vínculos documentados como sendo, talvez, um dos mais perversos regimes desse século.
TESTEMUNHA
Dennis Edmonson usou o medicamento "Exspansyl spansule" entre 1970 e 1976, para combater a asma provocada por sua exposição a produtos químicos clorados quando trabalhou no King's Royal Rifles, durante a segunda guerra mundial. O Exspansyl contem stelazine, um componente fluorado com grandes efeitos tranqüilizantes. Perguntaram-lhe como sua vida foi afetada com o uso desse produto:
"Terrivelmente. O flúor em minha medicação aumentou sua potência em 25 vezes e, diariamente, tomei equivalente a 100 miligramas de flúor durante seis anos. Posteriormente foi diagnosticado que eu sofria de hipondilose, osteoporose, cifose, escoliose, espondilosem astefilose, coração grande, candidiase, glaucoma, em um dos olhos e próstata calcificada. Também fiquei impotente sexualmente desde que comecei a tomar a medicação em 1970 e tive que abandonar meu trabalho como jardineiro em 1980 devido às dores na coluna e nas articulações."
Quais foram as medidas oficias que o senhor tomou para esse problema ao conhecimento do publico?
"Estive em luta com a junta de pensões da guerra desde 1977, alegando que minha situação era resultado do medicamento que me havia sido prescrito. Até agora concederam-me um acréscimo de 10% na minha pensão por minha invalidez provocada pela candidiase e pelo glaucoma. Também estou exigindo uma indenização da companhia farmacêutica. Porem, além da minha penosa situação, perdi aproximadamente 7,5cm de altura. Como poderei remediar isso?
   DESAFIANDO O PARLAMENTO
Peter Robinson
Apesar da generalizada oposição. Em 1973, estabeleceram-se na Irlanda do Norte dois programas de uso do flúor, porem, não foi guardado nenhum relatório de suas avaliações. O ministério de saúde admitiu que "não havia sido realizadas nenhuma pesquisa definitiva para avaliar os benefícios de cada um dos programas de uso do flúor aplicadas na Irlanda do Norte".
Com a ajuda da National Pure Water Association. Pediram ao deputado Peter Robinson que questionasse o Parlamento sobre o acréscimo de flúor na água da Irlanda do Norte. O deputado fez as seguintes perguntas: A câmara sabe que não há nenhuma pesquisa que prove a efetividade e a inoculidade do uso do flúor na água? A câmara sabe que existe um relatório que prova a periculosidade e a ineficácia da água fluorada? Até agora não se recebeu nenhuma resposta.
RECONHECIMENTO OFICIAL
Em novembro de 1996, Kevin Isaacs, de dez anos, obteve um indenização de 1.000 libras do fabricante de dentifrícios Colgate-Palmolive.
Foi diagnosticado fluorose dental em Kevin, um sinal evidente de uma superexposição ao flúor. Os dentes fluoríticos ficaram "furados" e manchados e podem cariar-se além de ficarem quebradiços. Durante os últimos cinco anos, mais de trezentas famílias processaram os fabricantes de produtos fluorados.
Apesar das angustiantes provas, a British Medical Association (BMA) mostra-se inflexível em relação a idéia de que a adição de flúor na água e nos produtos dentários não é nociva. A BMA também pressiona o governo para que convença mais companhias de água do Reino Unido a acrescentar o flúor em seus abastecimentos. Essa política contrasta com a polêmica entre os médicos, que continuam divididos sobre os benefícios do uso do flúor na água potável.
REALIDADES DO FLÚOR
· O flúor é mais tóxico que o chumbo, cuja quantidade na água potável não deve superar 0,5 partes por milhão (ppm). O nível do flúor na água potável costuma ser da ordem de 1,5 ppm.
· Em um relatório da Universidade da Flórida é dito: "Uma solução de 0,45 ppm de fluoreto de sódio é suficiente para fazer com que as reações sensoriais e mentais fiquem mais lentas".
· Na Sicília foi achada uma relação entre as regiões de alta concentração de flúor na água com a ocorrência graves doenças dentárias.
· No Reino Unido, aproximadamente 5,5 milhões de pessoas bebem água fluorada artificialmente.
· A US Food and Drug Admistration considera que o flúor é um medicamento não aprovado, para o qual não existem provas de inocuidade e de efetividade. Não o consideram como um nutriente essencial nas dietas.

"A maior parte daqueles que não querem ser oprimidos, querem ser opressores."
Os Governantes Invisíveis
Os homens que se encontram no primeiro plano da vida política têm realmente o poder entre suas mãos? Para Serge Hutin, autor de Governantes Invisíveis e Sociedades Secretas, o destino das nações depende, freqüentemente de grupos de homens que não estão investidos de cargos oficiais. Trata-se de sociedades secretas, verdadeiros governos ocultos que decidem o nosso destino sem o nosso conhecimento.
Pesquisa de Iliana Marina Pistone
Ao observarmos um formigueiro, as formigas parecem perambular a esmo, numa atividade febril e inútil, quando, de fato, todas as ações individuais têm como fim o mesmo alvo comum, cujas constantes são determinadas da forma mais categórica pela "alma coletiva" do formigueiro. Observando-se toda a seqüência da história, repleta de acontecimentos humanos, de contínuas reviravoltas que se manifestaram durante séculos, somos levados a perguntar se tudo isso tem algum sentido de coerência e se esse conjunto aparentemente caótico constituído pela humanidade pode ser comparado a um imenso formigueiro.
Essa é a questão principal levantada por Serge Hutin, na tentativa de explicar os grandes enigmas da história através da existência de governantes invisíveis e sociedades secretas, que regeriam o mundo. Examinando-se a história humana de um ponto de vista geral, notamos, de um lado, o equilíbrio, a ordem harmoniosa, a organização sintética. De outro lado, o caos completo, a desorganização, a desagregação. Hutin questiona se essa continuidade de eventos pertence ao acaso ou se até mesmo as forças caóticas não estariam obedecendo a diretrizes detalhadas, sob a orientação de governantes invisíveis.
Robert Payne, um autor inglês, publicou, em 1951, o livro intitulado Zero, The Story of Terrorism, no qual relata a existência de dirigentes ocultos que, à sombra de governos visíveis, manejavam essa terrível arma do terrorismo, sobrepujando até os poderosos grupos econômicos, cujo papel secundário limitava-se ao financiamento. Fatos estranhos passaram a acontecer após a publicação do livro, desde a compra de todos os estoques disponíveis por misteriosos emissários, até a quase falência da Wingate , uma das sólidas editoras no mercado londrino e, finalmente, a morte inexplicável do autor, alguns meses depois.
UMA PIRÂMIDE DE TRÊS DEGRAUS
Quanto a isso, Jacques Bergier, pesquisador dos enigmas da humanidade, revelou a existência de uma lista de assuntos proibidos para a imprensa, minuciosamente relatados em um caderno preto. Segundo ele, a proibição é de alcance mundial e universal, não levando em consideração o regime político dos vários países, e todo diretor de jornal importante tem uma cópia desse caderno, seja ele de tendências comunistas ou capitalistas.
Entende-se por sociedade secreta um grupo mais ou menos numeroso de pessoas, que se caracteriza por manter reuniões estritamente limitas a seus adeptos, e também por manter o mais absoluto sigilo a respeito das cerimônias e dos rituais onde se manifestam os símbolos que esta sociedade se atribui. As finalidades das sociedades secretas são as mais variadas: políticas, religiosas, espirituais, filosóficas e até criminosas.
Em 1945, em Paris, Raoul Husson (1901-67), fisiólogo e psicólogo, publicou um livro, sob o pseudônimo de Geoffroy de Charnay, nome de um dos grandes templários franceses, condenado à morte pelo fogo, em 1314, junto com o grande mestre Jacques de Molay. Nesse livro, Husson revelou que as sociedades secretas mundiais formavam uma pirâmide de três degraus. No primeiro degrau, de fácil acesso, encontram-se os homens considerados úteis. No segundo degrau, o acesso é mais selecionado e seus adeptos desempenham papéis importantes, influenciando no plano nacional e internacional. No cimo da pirâmide estariam as sociedades secretas superiores, que agem por trás dos bastidores. Todos os assuntos importantes da política internacional estariam nas mãos dessas sociedades.
CEMITÉRIOS REPLETOS DE GENTE INSUBSTITUÍVEL
Gurdjieff, o conhecido "mago" caucasiano, teria sido, no século 20, um destes personagens que chegaram ao ponto mais alto do domínio invisível dos assuntos humanos. De fato, Gurdjieff declarou: "Tive a possibilidade de me aproximar do sancta sanctorum de quase todas as organizações herméticas, ou seja, sociedades religiosas, ocultas, filosóficas, políticas ou místicas, e que são vedadas aos homens comuns".
Muito já foi dito da ação, freqüentemente ignorada, mas poderosa, das sociedades secretas que "dominam o mundo". Como exemplo, há a franco-maçonaria e seu desempenho marcante ao longo da Revolução Francesa. Outro grupo de ação notável foi o dos iluminados da Bavária, no século 18, cujo "poder oculto" teria levado Napoleão Bonaparte ao poder. Havia, entre os iluminados, Goethe, Herder, o alquimista rosacruciano Eckartshau-sem e muitas outras personalidades que não desconfiavam em absoluto dos verdadeiros objetivos políticos da seita.
Bonaparte teria alcançado o mais alto grau na Ordem dos Iluminados, além de Ter sido maçom e alto dignitário de outras ordens fraternais ; entre elas a Fraternidade Hermética, que ele conheceu na época da campanha egípcia.
Gérard Serbanesco, terceiro volume de sua obra Historie de la Franc-Maçonnerie Universelle, reproduz o relato de Napoleão sobre a cerimônia de sua iniciação.
Lamentavelmente, a partir do momento em que Napoleão se deixou dominar pela sua ambição pessoal, não sendo mais o executador de planos secretos, a boa sorte o abandonou e o seu destino mudou.
Outra personalidade que recebeu iniciação numa seita de filiação templária foi Cristóvão Colombo, que, contrariamente à teoria tradicional, não teria iniciado sua viagem às cegas. Em Les Mystéres Templiers, Louis Charpentier conta como Colombo recebeu, dos navegadores a serviço do Templo, o conhecimento de uma rota que levava ao novo mundo e a missão da descoberta. Charpentier reuniu, a esse propósito, provas realmente interessantes.
Questões podem ser igualmente levantadas quanto à fulminante carreira de Joana D'Arc. Numa época em que todas as mulheres eram categoricamente excluídas de qualquer atividade política, todas as portas, até as mais fechadas, abriram-se para ela. Apesar de ser mais fácil explicar a sua atuação através da santidade, pode-se também supor que a sua missão tenha sido apoiada, se não preparada, pela intervenção de uma poderoso sociedade secreta. A que estaria relacionado o grande segredo que ela só quis confiar ao futuro Carlos VII?
Por outro lado, toda vez que algo ou alguém parece obstacular o determinismo cíclico da evolução do mundo, a ação dos governos invisíveis, que agem implacavelmente, faz-se presente. Desse forma, vários atentados políticos, atribuídos a fanáticos isolados, foram reconhecidos como execuções friamente decididas. Nesses casos, o assassino existe, mas ele é somente o agente que executa uma tarefa decidida por um poderoso grupo oculto.
O assassinato do presidente Kennedy permanece ainda hoje envolto em mistério, e a impressão que se tem é de que "alguém" não quer vê-lo esclarecido. Quanto a isso, Hutin menciona quatro pontos inquietantes:
1) "Por acaso", somente o prédio de onde saíram os tiros fatais não estava sendo vigiado pela polícia de Dallas.
2) Vários assassinos estavam em posições estratégicas, e suas atuações eram sincronizadas pelos gestos que um misterioso "diretor de orquestra" estava fazendo com seu guarda-chuva, sobre uma elevação (fotos que revelam isto foram publicadas por várias revistas, entre as quais a Paris Match); na eventualidade de Lee Oswald errar o alvo, um dos outros atiradores teriam entrado em ação
3) Já preso, o sicário foi convenientemente liquidado por um "justiceiro", que, por sua vez, morreu convenientemente de "câncer generalizado".
4) Por uma série de estranhas coincidências, um número impressionante de testemunhas do crime desapareceu e, em todos os casos, foi por acidente.
Não seria interessante levarmos em conta a intervenção de estranhos "invisíveis"que seguram o fio da história?
Bastante elucidativa é a sentença que diz: "Os cemitérios estão repletos de gente in-substituível".
Os jovens políticos que conhecem as manobras complicadas que se passam por trás dos bastidores são muito raros, e, quando certas figuras começam a atrapalhar os planos secretos que estão sendo executados, quer tenham ou não consciência disso, são tomadas as medidas necessárias, que podem ser sumárias ou secretas, para eliminá-las. Via de regra, os atentados políticos da história se caracterizam pela presença de um assassino fanático, instrumento de um grupo poderoso e insuspeito que permanece fora de cena. Em seguida, esses fanáticos são eliminados depois do atentado (por policiais ou pelo próprio povo) ou, quando presos com vida, se há dúvidas quanto à garantia de seu silêncio, são eliminados de forma definitiva. Foi isso o que teria acontecido a Lee Oswald, o assassino de Kennedy.
Em 15 de setembro de 1912, Revue Internationale des Sociétés Secrètes relata uma sentença dita por uma personalidade importante, uma espécie de eminência parda da política européia, que se teria manifestado da seguinte forma, a respeito do arquiduque Francisco Fernando, da Áustria: "É um bom moço. É uma lástima que esteja condenado. Vai morrer nos degraus do trono". Esse tipo de declaração nos faz refletir: o destino do arquiduque Francisco Fernando, cujo assassinato em Serajevo daria ensejo à deflagração da Primeira Guerra Mundial, já estava decidido dois anos antes do fato. Quem teria tomado a decisão? Voltamos novamente aos governantes invisíveis.
Dessa forma, tudo leva a crer que a guerra de 1914 já estava sendo esperada, preparada e "programada", dois ou três anos antes do seu início. Muitos acontecimentos mostram o contínuo esforço, através de slogans e de imagens, para exacerbar o entusiasmo bélico das massas na investida contra o inimigo.
OPUS DEI LIGADA AOS GOVERNANTES SECRETOS
Observando-se os acontecimentos de nossos dias , os antagonismos, as desforras militares, políticas ou de espionagem, poderíamos encontrar a prova irrefutável, de que vários grupos "espirituais", alguns dos quais talvez ligados aos governantes secretos do mundo, têm realmente uma atividade temporal definida. Em 1969 vários dirigentes da Opus Dei entraram ativamente no governo franquista, apresentando, dessa forma, o problema da sua influência política concreta, não somente na Península Ibérica, com um movimento que já contava, há cinco anos, com mais ou menos 50 mil membros no mundo inteiro. Tal organização, fundada na Espanha em 1928, pelo reverendo pe. José Maria Escriva de Balaguere, não pode ser considerada uma sociedade secreta na acepção da palavra. A Opus Dei afirma: "Somos unicamente uma associação de fiéis, cujas finalidades são só religiosas e apostólicas", fazendo com que seus adeptos sigam normas de vida católica na sua totalidade, não apenas no que diz respeito à vida particular, mas também na integração dentro da profissão e da sociedade. Contudo, os altos dirigentes de tal instituição, apesar da vida asceta e altruísta, não deixaram de se utilizar das condições objetivas do mundo moderno, não se esquecendo das finanças e da atividade política. Muitas obras beneficentes e fundações altruístas surgiram: clínicas, escolas, centros culturais e casas para estudantes. Seria o caso de não excluirmos a eventualidade de contatos sigilosos entre essa organização e sociedades ou até remanescentes ocultos da Inquisição espanhola.
A SINARQUIA DO IMPÉRIO
Para se reconhecer, entre os personagens conhecidos ou desconhecidos da grande história, quais deles teriam recebido suas tarefas diretamente dos governantes invisíveis, é preciso distinguir duas categorias de personalidades: uma constituída por homens que tiveram papel de destaque no plano histórico e que estavam a par dos grandes segredos, tais como Richelieu, Benjamin Disraeli, o primeiro-ministro da rainha Vitória, e Lenin.
A segunda categoria compreenderia os personagens que não aparecem em nenhum livro de história: tiveram um papel ativo, apesar de secreto, influenciando a situação histórica e política.
Timothée-Ignatz Trebitsch, um aventureiro judeu, foi uma eminência parda, utilizado para facilitar o advento do nazismo na Alemanha. Outra personalidade que parece ter tido um papel importante no campo da política secreta é o "mago" inglês Aleister Crowley (1875-1947). Num passado mais remoto, vamos encontrar as enigmáticas figuras do conde de Saint-Germain e de Cagliostro.
O nome "sinarquia", pela sua etimologia grega, pressupõe a realização de uma ordem sagrada num equilíbrio perfeito, de uma harmonia complexa, que seria o reflexo das leis cósmicas. Está associado a uma das mais misteriosas sociedades secretas modernas de governantes invisíveis, tendo sido introduzido pelo grande esoterista Alexandre Sain-Yves, que viveu entre 1842 e 1909. Recebeu do papa o título de marquês de Alveydre e tornou-se conhecido como Saint-Yves d' Alveydre. Viu-se escolhido pelos governantes invisíveis do mundo para executar seus planos, tendo deixado um número de obras muito estranhas: Mission des Souverrains, Mission des Juifs, Mission de l'Inde, L'Archéomètre. Saint-Yves apregoava o ideal de uma sinarquia universal, a Sinarquia do Império, e não restam dúvidas de que manteve contato direto com os mais altos governantes secretos.
A Sinarquia do Império tinha uma estrutura hierárquica, essencial para o sistema, e que era resumida no seu símbolo: um triângulo em quatro níveis , mostrando, em seu interior, um olho, e cujo vértice coincidia com a extremidade de uma estrela de cinco pontas. Em todas as sociedades secretas realmente poderosas encontramos sempre esta estrutura hierárquica, cujos diferentes níveis de atividades são estritamente separados, de forma que cada grupo atue no seu nível e para que os chefes supremos possam agir sem nunca serem percebidos.
O GRANDE MONARCA, ANUNCIADO POR NOSTRADAMUS
É muito interessante notar como o antagonismo entre o bem e o mal se faz presente em todos os campos. No fim do ciclo terrestre, a ação das forças demoníacas seria terrível, prega a tradição. A profecia revelada a Salete, na França, em 1846, com relação ao fim do mundo, é apavorante. Ainda segundo uma tradição francesa, espera-se a aparição, para depois dos acontecimentos apocalípticos, de um legítimo soberano, o grande monarca, anunciado por Nostradamus e aguardado com tanta ansiedade. São várias as versões quanto à identificação desse grande monarca.
O que se conclui é que os aspectos negativos no mundo, o lado demoníaco da continuidade histórica, enfim, o que se chama de mal, pode ser encarado como um aspecto decididamente lamentável, mas cosmicamente inevitável no desenvolvimento do ciclo terrestre. O próprio mal é uma necessidade metafísica a ser integrada no plano divino.
De acordo com uma tradição oral, as Sinarquias do Império usariam, também, como senha, o antigo símbolo chinês que indica a complementação indissolúvel e a ligação inexplicável entre os dois pólos cósmicos universais, positivo e negativo, ou masculino e feminino. Esse tradicional e significativo símbolo é formado por um círculo branco e preto. A parte branca e a preta estão separadas por uma linha em espiral; na parte preta encontra-se um ponto branco e na parte branca há um ponto preto. Isto quer dizer que, no apogeu da fase evolutiva do ciclo terrestre (o triunfo do branco), o preto nunca desaparece completa-mente, e sua presença está assinalada por aquele ponto e, inversamente, na fase involutiva do ciclo (triunfo do preto), o ponto branco sempre permanece. Nenhuma manifestação poderia ter acontecido nem acontecer sem essa complementação cósmicas dos dois contra-pontos. É comum encontrar-se em todas as tradições alusão à existência de governantes invisíveis secretos, personalidade misteriosas que controlam o desenvolvimento da história humana e modo minucioso. E o que se sabe dizer é que essas figuras misteriosas aparecem quando sua presença é muito necessária.
Na tradição dos rasacruzes existe uma hierarquia de mestres desconhecidos, um conselho constituído por doze homens, que supervisionam a evolução da humanidade. Acima deles existiria outra hierarquia de entidades que já superaram o nível mortal humano, conhecida como o invisível permanente.
Assim como existe a iniciação autêntica, que transporta a um estado supra-humano, há em contrapartida a "pseudo-iniciação", cuja finalidade é a divulgação da subversão e do caos, trabalhando para o "fim do mundo". Ao que parece, essas forças contrárias estão incluídas no plano divino.
Todo homem possui no seu íntimo a possibilidade de adquirir poderes para elevar-se a um nível superior, mas poucos são os que o conseguem. Ouspensky, discípulo de Gurdji-eff, cita em Fragments d'un Enseignement Inconnu a seguinte observação feita por seu mestre: "Se dois ou três homens despertos se encontram no meio de uma multidão de adormecidos, eles se reconhecem imediatamente, enquanto os adormecidos não poderão vê-los... Se duzentos homens conscientes achassem necessária uma intervenção , poderiam mudar todas as condições de existência na Terra".
O domínio dos dirigentes ocultos dos grupos por eles supervisionados se faz também do uso sistemático da força psíquica dos símbolos. É fácil constatar, especialmente nas ideologias que exploram as massas, o uso e a eficácia dos símbolos, verdadeiras "armas" que ativam e despertam a energia que se encontra profundamente arraigada na psique humana, na parte que constitui o inconsciente coletivo da humanidade. Assim, vamos encontrar a cruz gamada ou suástica, um dos símbolos mais antigos e mais significativos da humanidade, encontrado no mundo inteiro, ao longo da história. Num primeiro tempo a suástica representou, simbolicamente, a rotação das sete estrelas da Ursa Maior em volta da estrela Polar. Em seguida, o seu significado ampliou-se e passou a ser o símbolo do movimento cósmico. Dependendo da direção em que se dobram os braços da cruz, a suástica chama-se direita, representando a fase evolutiva, ou, ao contrário, invertida, representando a fase regressiva de um ciclo terrestre no seu conjunto. Os chefes nazistas teriam escolhido a suástica invertida como símbolo da sua ideologia de maneira proposital, com o intuito de se valer das forças involutivas, caóticas e desintegrantes. No seu delírio, a ideologia nazista usou uma influência invertida do Antigo Testamento, no que diz respeito ao povo eleito, à raça eleita. É bem possível, portanto, que Hitler tentasse "ajudar" o ciclo terrestre, pensando que quanto mais apresentasse as catástrofes, mais rapidamente chegaria a Idade de Ouro, e todo o mal desapareceria!
O texto sânscrito Vishnu Purana descreve que a época de Kali, ou seja, da detruição, poderá ser identificada quando "a sociedade atingir um nível em que a propriedade outorgue categoria, a riqueza for a única fonte de virtude, a paixão constituir o único laço de união ente marido e mulher, a falsidade for a matriz do sucesso na vida, o sexo o único meio de prazer, e quando os ornamentos exteriores se confundirem com a religião interior".
Guénon, um espírito muito lúcido e sensível à percepção dos sinais apocalípticos do nosso tempo, é autor do livro A Era da Quantidade e o Sinal dos Tempos, escrito no período entre as duas guerras, onde preconiza a robotização das massas: "Os homens ficarão uns autômatos, animados artificial e momentaneamente por uma vontade infernal, e isto dará uma idéia nítida do que acontece à própria beira da dissolução final".
Hoje, o que podemos perceber é que as influências mágicas mudaram na sua forma, no seu ritual e na sua aparência, mas as técnicas de condicionamento mágico continuam existindo. Basta observarmos com que facilidade se lança uma moda. O que pode ser feito com a moda pode ser aplicado em muitos outros campos, porque o comprimento de uma saia e um slogan político, além do controle da informação, podem ser divulgados da mesma maneira, observou Robert Mercier.
Goebbels, o único ministro da propaganda nazista, sabia perfeitamente que as massas podem ser manobradas, porque prevalece a lei pela qual o comportamento de uma coletividade desorganizada é sempre caracterizado pelo nível intelectual mais baixo.
Governantes Invisíveis e Sociedades Secretas, de Serge Hutin, publicado no Brasil pela editora Hemus, examina em profundidade uma tese defendida por muitos estudiosos ligados à corrente do realismo fantástico (entre os quais o falecido Jacques Bergier). Essa tese afirma que, desde os primórdios da história, o mundo é governado na realidade por homens ou grupos de homens só muito raramente conhecidos: os membros de sociedades supersecretas. Sua existência nunca é pressentida, até o momento em que um fato imprevisível os leva a manifestarem-se abertamente.
Esses homens, por sua vez, obedeceriam a determinações de poderosas inteligências ainda mais ocultas e de compreensão praticamente impossível para o comum dos homens. Como escreveu o autor americano Philip José Farmer, em seu livro O Universo às Avessas: "Poderes sobre-humanos dirigem, do vértice da pirâmide dos governantes visíveis e invisíveis, toda a evolução de todos os sistemas planetários e das galáxias, incluindo todos os homens e os seres que os habitam. Se isso for verdade, a limitada inteligência humana seria incapaz de configurar o conjunto dos ciclos dos planetas e das galáxias, da mesma forma que uma célula de nosso organismo não tem a capacidade de entender a estrutura do conjunto ao qual pertence".
 
Texto Extraído da Revista Planeta - Sociedades Secretas
Transcrito por Krishna Bonavides

Governantes Invisíveis e Sociedades Secretas - Serge Hutin

 



Excelente documentario sobre o plano Illuminati para estabelecer a nova ordem mundial e dessa forma obter o controle total de todas as pessoas e nações do planeta!..assista ao video, se informe antes de tirar conclusões preciptadas, tudo que eles querem e que você não pense!!..Então PENSE por você mesmo, questione a autoridade!!

http://tilesexperts.com/wordpress/wp-content/2010/10/Lista-de-Ma%C3%A7ons-Brasileiros-e-sua-Rela%C3%A7%C3%B5es-Sociais.gif 

Lavagem cerebral: PROJETO MK-ULTRA

Em 3 de Abril de 1953, foi criado pela CIA o Projeto MK-ULTRA - Candidatos Manchus , ,dividido em 149 subprojetos . O objetivo principal era o de, eletronicamente, "apagar" a memória das "vítimas" - E.D.O.M. utilizando remotamente radiofreqüências de VHF, UHF e HF, e "implantar" falsas memórias e criar humanos com personalidades múltiplas, inclusive como "serial killers", altamente especializados e treinados em diversos tipos de armas.



Segundo o investigador Colin A.Ross Doutorado pela Universidade de Alberta e especializado em Psiquiatria pela Universidade de Manitoba, E.U.A, e presidente do International Society for the Study of Dissociation, as Universidades de Harvard, Yale e John Hopkins eram instituições pertencentes ao MK-ULTRA onde eram feitas experiências com estudantes involuntários. Em 7 de Junho de 1964 é criado o Projeto MK-SEARCH de idêntica natureza, subdividido em 7 subprojetos.

Uma pequena chamada de atenção: o termo "Candidato Manchu" mais conhecido por "Manchurian Candidate", foi dado a conhecer em 1959, por Richard Condon quando, após ter colaborado com a CIA, publicou um livro sobre este tema naquele ano , tendo este sido um "best seller". O curioso nesta questão é que a pessoa anteriormente referida, era irmão do Dr. Edward Condon, Físico e Prof. da Universidade de Colorado, Chefe do Programa de Investigação sobre os OVNI's da Universidade de Colorado, àrea civil, no Projecto Blue Book, e que apresentou em 12 e 13 de Junho de 1967, através do capitão da Força Aérea dos Estados Unidos, Van Diver, o célebre relatório de 937 páginas sobre sobre o fenômeno OVNI designado por Relatório da Comissão Condon para os OVNI's.



Voltando ao tema, as experiências destes dois projetos o MK-ULTRA e o MK-SEARCH resultavam do seguinte: antes das memórias "vividas" serem apagadas, transformavam as vítimas em "vegetais"; para isso, era administrado aos "pacientes" um "cocktail diário para dormir", (por um período de 15 a 30 dias a que designavam por "terapia do sono") composto por 100 mg de nembutal, 100 mg de torazina, 100 mg de seconal, 150 mg de veronal e 10 mg de fenergan e, de 2 a 3 vezes por dia, eletrochoques de 110 volts. Esta "terapia" foi inicialmente testada num hospital de Montereal (Canadá), sob a supervisão do psiquiatra Dr. Ewen Cameron, diretor do Allen Memorial Institute e que foi eleito, em 1953, presidente da American Psychiatric Association (Associação Psiquiátrica Americana) e, mais tarde, presidente da World Psychiatric Association (Associação Psiquiátrica Mundial).

Paralelamente, no National Institute of Health (Instituto Nacional de Saúde , EUA), em Washington, o Dr. John Lilly efetuava testes em cérebros de macacos, cujas conclusões seriam posteriormente aplicadas em humanos, descobrindo 600 pontos no córtex cerebral, onde, à distância, e por meios radioelétricos, podiam ser "transmitidas ordens subliminares"
disponivel em:
http://nananenemquevemonibiru.blogspot.com/2009/07/lavagem-cerebral-projeto-mk-ultra.html


2012 » Profecias » Nostradamus

Nostradamus e 2012




Publicidade


Encontre nesta página material sobre as profecias de 2012 relacionadas com as profecias de Nostradamus para 2012 e os eventos que poderão ocorrer em 21 de dezembro de 2012.

Quem foi Nostradamus?
Michel de Nostredame (14 ou 21/12/1503 - 02/07/1566), mais conhecido pelo nome latinizado de Nostradamus, foi um era um profeta francês famoso por sua suposta capacidade de vidência. A sua obra mais conhecida é o livro Les Propheties ("As Profecias"), lançado em 1555.

O que Nostradamus previu para 2012?
Em 1994 foi descoberto na Livraria Nacional de Itália um manuscrito datado de 1629 pelos jornalistas italianos Enza Massa e Roberto Pinotti. No manuscrito aparecia o nome de Nostradamus em tinta indelével, com ilustrações que supostamente o profeta francês teria produzido. Estas ilustrações trariam dados codificados para os eventos do final dos tempos.

O escritor Michael Rathford em seu livro O Código De Nostradamus: A Terceira Guerra Mundial (2007-2012), The Nostradamus Code: World War III (2007-2012) afirma que Nostradamus codificou suas previsões para escapar da fúria da Igreja. Esta opinião é compartilhada por muitos estudiosos do profeta francês.
2012 » Profecias » Nostradamus

Nostradamus e 2012




Publicidade


Encontre nesta página material sobre as profecias de 2012 relacionadas com as profecias de Nostradamus para 2012 e os eventos que poderão ocorrer em 21 de dezembro de 2012.

Quem foi Nostradamus?
Michel de Nostredame (14 ou 21/12/1503 - 02/07/1566), mais conhecido pelo nome latinizado de Nostradamus, foi um era um profeta francês famoso por sua suposta capacidade de vidência. A sua obra mais conhecida é o livro Les Propheties ("As Profecias"), lançado em 1555.

O que Nostradamus previu para 2012?
Em 1994 foi descoberto na Livraria Nacional de Itália um manuscrito datado de 1629 pelos jornalistas italianos Enza Massa e Roberto Pinotti. No manuscrito aparecia o nome de Nostradamus em tinta indelével, com ilustrações que supostamente o profeta francês teria produzido. Estas ilustrações trariam dados codificados para os eventos do final dos tempos.

O escritor Michael Rathford em seu livro O Código De Nostradamus: A Terceira Guerra Mundial (2007-2012), The Nostradamus Code: World War III (2007-2012) afirma que Nostradamus codificou suas previsões para escapar da fúria da Igreja. Esta opinião é compartilhada por muitos estudiosos do profeta francês.

O que significa as ilustrações do livro secreto de Nostradamus?
O livro contém uma série de sete imagens que seria a cronologia dos eventos que se concluirão em 2012. Provavelmente direcionadas a um alinhamento galáctico.

Os desenhos do manuscrito perdido podem estar relacionados com o alinhamento galático que ocorre a cada 26 mil anos e pode ocorrer em 21 de dezembro de 2012. A primeira imagem mostra um leão sob o sol, quando o sol está em Leão ou no signo oposto, de Aquário, existe o alinhamento galáctico. Em outra imagem é mostrado um escorpião e uma espiral podem representar a galáxia (que é espiralada). Noutra página está desenhado um homem com uma espada em riste formando um "S". Além de um bastão sobre uma árvore. O que poderia ser representado pelo alinhamento do Sol à nossa galáxia e a destruição da árvore da vida. Em outra imagem aparece um arqueiro, que pode ser a galáxia de Sagitário, que aponta para o centro da galáxia.

Na Epístola ao Rei Henrique II, Nostradamus escreveu: "Haverá um eclipse solar mais escuro e sombrio do que todos desde a criação do mundo... tanto que parecerá que a gravidade da terra perdeu seu movimento natural e que o planeta mergulha no abismo da escuridão perpétua."

Este site não tem a intenção de gerar pânico
Nosso objetivo é entender o que pode acontecer em 2012 e como nós poderemos nos preparar se as previsões de uma grande mudança estiverem corretas. Uma das áreas do site trata do Survivalismo - termo para designar estratégias de preparação e sobrevivência a grandes eventos.

Os dados relacionados com o Calendário Maia não prevêem o final dos tempos, mas uma mudança no nosso planeta. Previsões são feitas todos os dias e as que chamam atenção são aquelas que acertam o alvo, ou passam raspando dele. Esta não é primeira e talvez não seja a última previsão do final dos tempos.

Lembre-se: estar preparado é sempre o mais importante. Mesmo que a mudança seja benéfica se estiver preparado você se sairá muito melhor.



Imagem de Nostradamus
Nostradamus

Profecias de Nostradamus
          "Importante frisar que as profecias de Nostradamus podem ser interpretadas de diversas formas e que não cabe aqui este estudo e sim apenas a transparência dos fatos e a tradução de suas profecias, bem como informações de sua vida, com fins exclusivamente para pesquisas pois a polêmica sobre o assunto já é bastante vasta e muitas delas, de gosto duvidoso":Nostradamus (www.portalbrasil.net)
          Michel de Notre-Dame nasceu em 14 de dezembro de 1503 na cidade de Saint Remy de Province, no sul da França. Ficou mais conhecido pela forma latinizada do seu nome. Formado em medicina, aprendeu letras e ciências, inclusive as ocultas, como a astrologia. Politicamente se destacou como conselheiro dos reids da França, Henrique II, Francisco II e Carlos IX, além de ser o homem de confiança da rainha Catarina de Médicis.

         Ele tinha suas visões em seu quarto, numa bacia de água. Foi um dos maiores profetas de todos os tempos, prevendo acontecimentos históricos e fatos importantes da humanidade, alguns com precisão.


         
O tema mais impressionante de todos é sobre o fim dos tempos, em que Nostradamus  relata seis papas futuros onde, a partir daí, seria o início do fim. Ele previu três anticristos encarnados em seres humanos. O primeiro seria Napoleão Bonaparte, o Segundo Adolf Hittler e o terceiro ainda está por vir (muitos estudiosos julgam ser Bill Gates III, que pois a soma numerológica do mesmo dá exatamente 666, que é o número da "besta" conforme previu Nostradamus).
          De acordo com o profeta, o Armagedom iniciará com o poder desse anti-cristo. Outro fator consideravel é a aparição de falsos Cristos, que enganam os homens e habitam nossos tempos. Nas centúrias de Nostradamus encontramos descrições do último e mais poderoso Anticristo:

    
“O menino nascerá com dois dentes na garganta”
     “Corcunda, será eleito pelo conselho o mais hediondo monstro visto na terra”
     “Tarefa de assassino, enormes adultérios, grande inimigo de todo o gênero humano, ao qual fará pior que avós, tios, pais, em ferro, fogo, água, sanguinolento e desumano”

     
            Nostradamus cita o mês 7 (julho) de 1999 como “a era do terror”, onde haverá uma grande invasão asiática do Anticristo. Haverá uma fome universal e pouca chuva.
          Um eclipse do sol sucederá o mais escuro e tenebroso verão que jamais existiu desde a criação e a morte de Cristo. Esse eclipse está previsto para 11 de outubro de 1999 (fato não acontecido).

      Aqui estão algumas cartas de Nostradamus sobre alguns acontecimentos:
      Carta ao filho Cesar Nostradamus:
       “... O mundo, quando se aproximar a conflagração universal, sofrerá tantos dilúvios e tantas inundações que não sobrarão terrenos que a água não tenha coberto. E tão logo será esse período de calamidades que tudo perecerá pela água, fora a história e a topografia dos lugares.

       Além dessas inundações, e em seus intervalos, algumas regiões estarão privadas de chuva até um tal ponto, com exceção de uma chuva de fogo que cairá do céu em grande abundância e de pedras candentes, que não ficará nada que não seja consumido. E isto logo e antes da última conflagração.

       ... Então as imagens do céu voltarão a mover-se, esse movimento superior que nos dá a terra estável e firme. Ela não se inclinará pelos séculos e séculos. ...

           De Salon, 1º de março 1555
               Michel Nostradamus”
     Carta a Henrique, Rei da França II:
      “... Depois, o grande império do Anticristo começará nos montes ATILA e em ZERFES de onde descerá com tropas incalculáveis, como a vinda do Espírito Santo procedente de 48 graus; mudará de lugar, perseguido pela abominação do Anticristo, que fará guerra contra o grande rei que desempenhará o papel de grande Vigário de Cristo e sua Igreja, em tempo útil e no momento favorável; esse acontecimento precederá um eclipse do Sol, o mais escuro e mais tenebroso jamais visto desde a criação do mundo até a morte e paixão de Jesus Cristo, e desde então até agora; depois, no mês de outubro, terá lugar uma grande translação, a tal ponto que todos pensarão que a Terra teria perdido seu movimento natural e estaria mergulhando nas trevas perpétuas. Antes disso, haverá sinais no ponto vernal. [...]

      Em seguida sairá da haste há tanto estéril, e procederá do grau cinco, para renovar toda a Igreja Cristã. E uma grande paz, a união e a concórdia serão estabelecidas entre os povos dispersos e separados por poderes diferentes. E será conhecida uma tal paz que aquele que erguer e colocar em movimento a facção guerreira contra as diversas religiões será lançado nas profundezas de uma prisão, e o país enraivecido será unificado, depois de se juntar aos bons. [...]

      Os países, as vilas, as cidades, as potências e as regiões que haviam abandonado os primeiros caminhos que percorriam a fim de se libertarem serão privados de sua liberdade, soçobrando num profundo cativeiro, e a religião será completamente perseguida. [...] Depois desse grande cão, aparecerá o maior mastim que destruirá tudo, mesmo aquilo que já fora destruído antes dele, depois que as igrejas haviam sido restauradas no seu primeiro estado e o clero reposto em suas funções, depois espalhará o deboche e a luxúria e cometerá milhares de faltas.

       [...] Então serão feitas às Igrejas inúmeras perseguições como jamais se viram. E entrementes começará tamanha pestilência que mais de dois terços da humanidade perecerão. A tal ponto que não se conhecerão mais os proprietários dos campos e das casas e a relva crescerá nas ruas das cidades além da altura dos joelhos. [...]

       E o Santo Sepulcro ficará durante um longo espaço de tempo abandonado, contemplado apenas pelos céus, sol e a lua. E na Cidade Santa não habitará mais que um pequeno povo, pelo número, mas grande pela sua cultura profana. [...]Nostradamus (www.portalbrasil.net)

       Segundo a computação astronômica, e relacionada com as sagradas escrituras, a perseguição dos homens da Igreja terá origem no poderio dos Reis Aquilionários unidos aos orientais. E essa perseguição durará onze anos, um pouco menos, e então será derrotado o principal Rei Aquilionário. .[...] E esse Rei cometerá crueldades incríveis contra a Igreja, ao ponto de que o sangue humano correrá nas ruas e nas igrejas, como a água de forte chuva; e os rios próximos ficarão rubros de sangue e, por outro lado, o mar se tingirá de vermelho com uma grande guerra naval [...]  Depois, nesse mesmo ano, e durante os anos seguintes, ocorrerá a mais horrível pestilência, que se ajuntará à fome precedente e serão conhecidas grandes tribulações jamais vistas desde a fundação da Igreja de Cristo, e isso em todas as regiões Latinas, o que deixará traços nas regiões da Espanha. [...]

       Depois desse tempo, que parecerá longo aos homens, a face da Terra será renovada com a chegada do Reino de Saturno e do século de Ouro. Deus Criador ordenará, ouvindo a aflição de seu povo, que Satanás seja agrilhoado e atirado no abismo do Inferno, na fossa profunda: começará então entre Deus e os homens uma paz universal [...]

       
[...] Eu poderia ter feito cálculos mais minuciosos e adaptados uns aos outros, mas considerando, oh Sereníssimo Rei, que a censura pode criar algumas dificuldades, retirei a pena do papel durante a calma de minhas noites. Na verdade, oh poderoso Rei de todas as coisas, muitos dos acontecimentos futuros são expressos claramente com bom senso e concisão, mas eu não quis e não pude reunir tudo nesta carta que vos dirijo. [...]

       De Salon, 27 de junho 1558
            Michel Nostradamus”
Algumas Centúrias de Nostradamus:
       As Centúrias de Nostradamus, separadas por assunto.
Obs.: Os algarismos romanos indicam o livro da centúria, e os arábicos a quadra; assim ‘I-18’ significa Centúria I, quadra 18.

    
   INVASÃO DA EUROPA PELOS ÁRABES E PELA ÁSIA:

 
II-4
De Mônaco até perto da Sicília,
toda a praia será desolação,
não haverá subúrbio, cidade nem vila,
que não sofra dos Bárbaros o assalto.

  VII-6
Nápoles e Palermo, e toda a Sicília,
por mãos bárbaras serão inabitáveis,
em Córcega, Salerno, ilha Sardenha,
a fome, a peste, a guerra, fim de males intensos.

ÁRABES:
  III-23
Se, França, cruzares o mar da Ligúria,
te encontrarás sitiada entre ilhas e mares.
Maomé contra ti, mas ainda no mar Adriático
de cavalos e asnos roerás os ossos.

  V-55
No território da Arábia feliz
nascerá poderoso nas leis de Maomé,
humilhará a Espanha e conquistará Granada,
e depois, por mar, a gente da Ligúria.


   ORIENTAIS:
  II-29
Um Oriental sairá de sua sede
e pelos montes Apeninos verá a Gália:
atravessando céu, águas e neve,
e a todos golpeará.

  V-54
De além do Mar Negro e da grande Tartária,
um rei visitará a França,
passará pela Alânia e Armênia,
e deixará um rastro de sangue em Bizâncio.

   Presságio 40
Por semearem a morte, sete países da Europa serão mortalmente feridos,
Bombardeios, tempestades, epidemia e a fúria do inimigo:
O chefe do Oriente porá em fuga todos os ocidentais,
e subjugará seus antigos conquistadores.


      PERSEGUIÇÃO À IGREJA CATÓLICA:
  II-97
Romano Pontífice guarde de aproximar-se
da cidade banhada por dois rios,
o sangue espumará, seu e dos seus,
quando a rosa florir.

  V-73
A igreja de Deus será perseguida,
e os templos sagrados pilhados;
mãe expulsará o filho, desnudado em camisa,
os árabes se aliarão aos poloneses.

 
VIII-98
Dos homens da igreja o sangue será espalhado,
em tanta abundância, como se fosse água:
por longo tempo não diminuirá,
oh, para o clero, ruína e dor.

  X-65
Tua ruína, ó grande Roma, se aproxima,
não de tuas muralhas, de teu sangue e substância,
a aversão pelas letras fará tão terrível brecha,
ferro pontudo ferindo a todos até o cabo.

  O ANTICRISTO:
  VIII-77
O 3º Anticristo será breve aniquilado
vinte e sete anos durará sua guerra.
Os hereges estarão mortos, cativos, exilados.

Sangue, corpos humanos, água vermelha cobrindo a terra.

  X-72
Em 1999 e sete meses,
do céu virá um grande rei do terror.
Ressuscitará o grande rei D’ANGOLMOIS.
Antes que Marte reine pela felicidade.

   EFEITOS DA NATUREZA:
  I-46
Perto de Aux, de Lestore e Mirande,
o grande fogo tombará do céu três noites,
será causa estupenda e surpreendente,
a terra tremerá logo depois.

 
IX-83
Sol a vinte de touro, haverá um grande terremoto.
O grande Teatro cheio ruirá,
ar, céus e terra escurecidos e perturbados,
quando o infiel chamar a Deus e aos santos.

Algumas previsões de Nostradamus:
"De Mônaco até perto da Sicília, toda a praia será desolação, não haverá subúrbio, cidade nem vila, que não sofra dos Bárbaros o assalto."
"Nápoles e Palermo, e toda a Sicília, por mãos bárbaras serão inabitáveis, em Córcega, Salerno, ilha Sardenha, a fome, a peste, a guerra, fim de males intensos."
"Se, França, cruzares o mar da Ligúria, te encontrarás sitiada entre ilhas e mares. Maomé contra ti, mas ainda no mar Adriático de cavalos e asnos roerás os ossos."
"No território da Arábia feliz nascerá poderoso nas leis de Maomé, humilhará a Espanha e conquistará Granada, e depois, por mar, a gente da Ligúria."
"Um Oriental sairá de sua sede e pelos montes Apeninos verá a Gália: atravessando céu, águas e neve, e a todos golpeará."
"De além do Mar Negro e da grande Tartária, um rei visitará a França, passará pela Alânia e Armênia, e deixará um rastro de sangue em Bizâncio."
"Por semearem a morte, sete países da Europa serão mortalmente feridos, Bombardeios, tempestades, epidemia e a fúria do inimigo: O chefe do Oriente porá em fuga todos os ocidentais, e subjugará seus antigos conquistadores."
"Romano Pontífice guarde de aproximar-se da cidade banhada por dois rios, o sangue espumará, seu e dos seus, quando a rosa florir."
"A igreja de Deus será perseguida, e os templos sagrados pilhados; mãe expulsará o filho, desnudado em camisa, os árabes se aliarão aos poloneses."
"Dos homens da igreja o sangue será espalhado, em tanta abundância, como se fosse água: por longo tempo não diminuirá, oh, para o clero, ruína e dor."
"Tua ruína, ó grande Roma, se aproxima, não de tuas muralhas, de teu sangue e substância, a aversão pelas letras fará tão terrível brecha, ferro pontudo ferindo a todos até o cabo."
"O 3º Anticristo será breve aniquilado vinte e sete anos durará sua guerra. Os hereges estarão mortos, cativos, exilados. Sangue, corpos humanos, água vermelha cobrindo a terra."
"Em 1999 e sete meses, do céu virá um grande rei do terror. Ressuscitará o grande rei D’ANGOLMOIS. Antes que Marte reine pela felicidade."
"Perto de Aux, de Lestore e Mirande, o grande fogo tombará do céu três noites, será causa estupenda e surpreendente, a terra tremerá logo depois."
"Sol a vinte de touro, haverá um grande terremoto. O grande Teatro cheio ruirá, ar, céus e terra escurecidos e perturbados, quando o infiel chamar a Deus e aos santos." 


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Lista de Maçons Famosos



Nomes de destaque no Brasil que foram Maçons:

D.Pedro I
José Bonifácio
Gonçalves Ledo
Luís Alves de Lima e Silva (Duque de Caxias)
Deodoro da Fonseca
Frei Caneca
Floriano Peixoto
Prudente de Morais
Campos Sales
Rodrigues Alves
Nilo Peçanha
Hermes da Fonseca
Wenceslau Braz
Washington Luiz
Rui Barbosa
e muitos outros.

OUTROS MAÇONS FAMOSOS POR ORDEM ALFABÉTICA

A
Ad-Din al-Afghani, Jamal - Fundador da Reforma Islâmica.
Abbott, Sir Johon J.C. - Primeiro Ministro do Canadá 1891-92
Aga Khan III, Mahomed Shan - Patriarca de dos Muçulmanos Ismaelitas.
Aiguader, J. - Prefeito e de Barcelona.
Albornóz, Álvaro de. - Ministro da Espanha.
Aldrin, Edwin. - Astronauta. (Módulo Lunar Apolo XV).
Alejandro - Príncipe da Iugoslávia.
Allende, Salvador - Presidente de Chile.
Amstrong, Louis - Compositor de jazz.
Anderson - Lider da Igreja Presbiteriana
Andrade e Silva, José Bonifácio de - Conselheiro do Império do Brasil.
Appleton, Ronald. - Físico, Prêmio Nobel.
Arne, Thomas. - Compositor, do Hino Nacional da Inglaterra
Arnold, General Herry "Hap".Comandante da força a
Asgeirsson, Asgeir - Presidente da Islândia.
Ashmoll, Elias - Arqueólogo fundador do Ashmoleum Museum-Oxford.
Ataturk, Mustafa Kemal - Fundador da moderna Turquia.

B
Bach, J.C. - Compositor.
Baden Powel - Musico Bralileiro
Banks, Joseph Sir - Botânico, fundador da Royal Society.
Barber, G.C. - Presidente da Igreja Metodista.
Barbosa de Oliveira, Rui - Senador e escritor
Barrera, Manuel - Ministro da Espanha.
Bartholdi, Frederik A. - Arquiteto (Estatua da Liberdade N.Y.).
Barton, Edmund, Sir - Primeiro Ministro da Austrália.
Bassie, Count - Compositor de jazz.
Beethoven, Ludvig van. - Compositor.
General Belgrano, Manuel - Herói nacional da Argentina.
Belzoni, Giovani - Arqueólogo, fundador da Egiptologia moderna.
Benes, Edvard - Presidente de Checoslováquia.
Berlioz, Hector - Compositor.
Bertil, Príncipe da Suécia - Grão Mestra da Grande Loja da Suécia.
Berzelius, Jons Jakob - Químico sueco criador da moderna simbología química.
Bignanni, Enrico - Fundador da Primeira Internacional Sindicalista.
Björnsson, Sweinn - Presidente da Islândia.
Bolívar, Simón - Libertador da Colômbia, Venezuela, Equador, Peru e Bolívia.
Bonaparte, José - Rei da Espanha
Bonaparte, Napoleão - Militar, Imperador da França.
Bongo, Omar - Presidente do Gabão
Borgnine, Ernest. - Ator de Cinema.
Bourgeois, León-Víctor - Nobel da Paz e Presidente da ONU.
Brent, George - Ator de Cinema.
Brodie, Israel. - Gran Rabino.
Brundage, Avery. - Presidente do COI.
Buckhanan, James. - Presidente dos Estados Unidos
Burbanks, Luther - Botânico, Prêmio Nobel.
Burke, Edmund - Historiador e estadista Britânico.
Bustamante, Anastasio - Presidente do México.
Byrd, Richard - Militar (1º a sobrevoar os Pólos).

C
Camélinat, Zéphirin - Co-Fundador da Internacional Socialista.
Canning, George - Primeiro Ministro Inglês.
Carducci, Giosue - Nobel de Literatura.
Carlos XV - Rei da Suécia.
Carneiro, Nelson - Senador (Autor da Lei do Divórcio)
Carter Jimmy - Presidente dos Estados Unidos
Cartwright, Alexander - Criador do jogo de Baseball.
Casanova, Giovanni. - Célebre italiano, escritor e artista.
Caxias Duque de Luiz Alves de Lima e Silva - Patrono do Exército Brasileiro
Cerqueira Leite, Francisco Glicério de - Senador da República
Citroën, André. - Industrial, fundador da Citroën.
Chagall, Marc - Pintor.
Chalgrin, Jean Francois - Arquiteto (Arco do Triunfo, Paris).
Champollion, J.F. - Decifrador da escritura hieroglífica
Chrysler, Walter. - Industrial fundador de Chrysler.
Churchil, Winston Spencer. - Primeiro Ministro Inglês.
Clark, Mark W. - Militar, general em Chefe das Força Aliadas.
Cody, Buffalo Bill - Explorador do Oeste Americano.
Cole, Nat King - Cantor
Colt, Sammuel. - Criador do revolver Colt.
Conde de Urquijo, Luis Mariano de U. - Político.
Condorcet. - Enciclopedista.
Constantino I - Rei da Grécia.
Corbett, Harvey W. - Arquiteto (Rockefeller Center de N.Y.).
Crespo, Joaquín - Presidente da Venezuela.
Cristiano VII - Rei da Dinamarca.
Crockett, David. - Herói do oeste americano.

D
De la Cierva, Juan - Cientista inventor o helicóptero
De Lysle, Rougent. - Compositor de la Marselhesa.
Derqui, Santiago - Presidente de Argentina.
De Saboya, Amadeo. - Rei da Espanha.
Diefenbaker, John G. - Primeiro Ministro do Canadá.
Disney, Walt - Cineasta.
Dobrowsky, Joseph - Pai da literatura Tcheca.
Doumer, Paul - Presidente da França.
Ducommun, Elie - Nobel da Paz Dunant, Henri - Fundador da Cruz Vermelha.
Dumas, Alejandro - Escritor e dramaturgo.
Duque de Edimburgo, Phillip. - Esposo de Elisabeth II.
Duque de Kent - Grão Mestre da Grande Loja Unida da Inglaterra.

E
Eduardo VII - Rei da Inglaterra.
Eduardo VIII - Rei da Inglaterra.
Ellington, Duke. - Compositor de jazz.

F
Faber, Eberhard - Fundador da Cia de lápis Johan Faber.
Fairbanks, Douglas. - Ator de Cinema.
Feijó, Padre Diogo Antonio - Herói do Império
Fisher, Geoffrey - Arcebispo da Canterbury de 1945 - 1961
Fitch, John - Inventor do barco a vapor.
Fleming, Sir Alexander - Inventor da penicilina.
Fonseca, Deodoro - Marechal - Primeiro Presidente da República no Brasil.
Ford, Gerald R. - Presidente dos EUA.
Ford, Henry - Pioneiro na indústria de automóvel.
Franklin, Beijamin - Inventor da eletricidade, 1 dos 13 Maçons que assinaram a Constituição dos EUA.
Frederico II, El Grande - Rei da Prusia.
Frederico VIII - Rei da Dinamarca.
Frederico Guillermo III, - Rei da Prusia.
Ferrán i Clua, Jaume - Bacteriólogo (Vacinas contra cólera, tifo e hidrofobia)
Fermi, Enrico - Nobel de Física.
Fleming, Alexander - Cientista,
Fleming, Alexander - Cientista, Nobel de Medicina (penicilina).
Ford, Gerald R. - Presidente de USA.
Ford, Henry. - Industrial, fundador da Ford.
Francisco I - Imperador do Sacro Império Romano.
Franco, Ramón - Militar e Político Espanhol.
Franklin, Benjamin. - Físico, Político, Presidente dos EEUU
Freud, Sigmund - Psiquiatra introdutor da psicanálise.
Garfield, James A. - Presidente dos USA.

G
Gable, Clark. - Ator de Cinema.
Garibaldi, Giuseppe - Unificador da Itália.
Garfield, James A. - Presidente dos EEUU.
Gillette, King. - Criador da lâmina de barbear.
Glenn, John - Astronauta (1º órbita terrestre).
Gomes, Antonio Carlos - Poeta
Grevy, Jules - Presidente da França
Grissom, Virgil - Astronauta (Primeira manobra espacial, Apolo X).
Gompers, Samuel - Fundador da Federação Americana de Trabalhadores.
Guerrero, Vicente - Presidente do México eGeneral.
Guillerme II - Rei da Holanda.
Guillerme IV - Rei da Inglaterra.
Guillotin, Joseph - Médico inventor da Guillotina.
Gustavo II, Adolfo - Rei da Suécia.
Gustavo III - Rei da Suécia.
Gustavo V - Rei da Suécia.
George VI - Rei da Inglaterra.
Gilletti, Johon H. Fundou a "Gilletti aparelho para barbear".

H
Hancock, Johon - 1 dos 9 Maçons que assinaram a declaração da Independência dos USA.
Harding, Warren G. - Presidente dos USA.
Hoban, James - Arquiteto da Capital dos USA.
Habibullah Khan, Amir - Rei do Afeganistão.
Hahnemann, Samuel - Criador da Homeopatia.
Harding, Warren G. - Presidente dos EEUU..
Hardy, Oliver - Ator de cinema.
Harley, Henry - Chefe Supremo das Forças Aéreas Norte Americanas II.G.M.
Harris, Paul P. - Fundador do Rotary Club.
Hatoyama, Ichiro - Primeiro Ministro Japones.
Hermes da Fonseca, Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca
Hilton, Charles C. - Fundador da Cadeia de Hotéis Hilton.
Hoban, James. - Arquiteto (Casa Branca USA).
Hopkins, Frederic, C. - Bioquímico, Prêmio Nobel.
Houdini, Harry. - O mais notável mágico do mundo.
Hubin, George - Ministro de estado da Bélgica.
Humberto I de Saboya - Rei da Itália.

J
Jackson, Andrew - Presidente dos USA.
Johnson, Andrew - Presidente dos USA.

K
Key, Fracis Scott - Escreveu o Hino Nacional dos USA.
King, Charles C. - Bioquímico ( Descobridor da vitamina C).
Kipling, Rudyard - Escritor e Poeta, Prêmio Nobel.
Kossuth, Lajos - Patriota da Independência Húngara.

L
Lafontaine, Henri - Nobel da Paz.
Laird Borden, Robert, Sir - Primeiro Ministro do Canadá.
Ledo, Joaquim Gonçalves -
Leopoldo I - Rei da Bélgica.
Listz, Franz. - Compositor.
Loehr, Gustavos E. - Co-Fundador do Rotary Club.
Long, Crawford W. - Médico (Primeiro em usar éter como anestesia).
Lorenzini, Carlo. - Criador do personagem Pinóquio.
Loria, Próspero Moisés - Fundador da Sociedade Humanitária.
Loubet, Emile - Presidente da França.

M
Macarthur, Douglas - General Norte Americano.
Mackey, A. Lorney - Presidente do Sínodo da Igreja Presbiteriana.
Madison, James - Presidente dos EEUU
Marshall Thurgood - Presidente da Corte Suprema dos EE.UU.
Martínez Barrios, Diego - Presidente do Governo Espanhol.
Masaryk, Jan - Patriota Checoslovaco.
Mayer, Louis B. - Co-Fundador da Metro Goldwing Mayer.
Mayo, Charles H. - Médico fundador da Clínica Mayo.
McKinley, William - Presidente dos EEUU
Mendelsshon, Moses - Filósofo alemão.
Michelson, Albert A. - Nobel de Física (Descobridor da velocidade da Luz).
Miranda, Francisco de - Patriota venezuelano e Libertador do Peru.
Monroe, James. - Presidente dos EEUU
Montgolfier, J. Michel y Jaques E. - Inventores do globo aerostático.
Moreno, Mário "Cantinflas" - Ator de Cinema e comediante.
Morrish, Ronald - Químico, Prêmio Nobel.
Mozart, Wolfgang A. - Compositor.
Murphy, Audi - Soldado, 28 medalhas, herói da II G. Mundial.

N
Nariño y Alvarez, Antonio - Precursor da Independência da Colômbia.

O
Oersted, Christian Hans. - Físico, Prêmio Nobel.
O'Higgins, Bernardo - Libertador do Chile.
Olds, Ranson. - Industrial, fundador da Oldsmobil.
Orlando, Louis - Construtor do primeiro barco a vapor.
Oscar I - Rei da Suécia e Noruega.
Ossietzky, Carl von - Nobel da Paz.
Oswald, Wilhem - Químico, Prêmio Nobel.

P
Paez, José Antonio - Presidente da Venezuela.
Paganini, Niccola - Violinista e Compositor.
Peary, Robert - Explorador (1º no Polo Norte).
Peçanha, Nilo -
Pedro I D.- Imperador do Brasil
Pedro II D.- Imperador do Brasil
Pedro IV D. (Duque de Bragança) - Rei de Portugal
Peixoto Floriano - Marechal - Segundo Presidente da república no Brasil
Pellegrini, Carlos - Presidente da Argentina.
Peral, Isaac - Inventor do Submarino.
Pijper, Willem - Compositor.
Polk, James K. - Presidente dos EEUU.
Proudhon, Joseph-Pierre - Sociólogo (Teoria do Socialismo).
Puccini, Nicolas - Compositor.

Q
Quosimodo, Salvatore - Nobel de literatura.

R
Rabindanath Tagore - Escritor e poeta, Nobel de Literatura.
Raffles, Thomas S. - Fundador de Singapura.
Ramón y Cajal, Santiago - Nobel de Medicina.
Rasid Ridu, Muhammad - Fundador da Escola Islâmica Salafiya.
Reza Pahlevi - Último xá do Irã
Rico, Pedro - Prefeito de Madrid.
Richet, Charles R. - Nobel de Medicina.
Rio Branco - José Maria da Silva Paranhos Júnior - Barão do -
Rio Branco - José Maria da Silva Paranhos - Visconde do -
Rizal, José - Libertador das Filipinas.
Roosevelt, Franklin Delano. - Presidente dos EEUU
Roosevelt, Theodor. - Presidente dos EEUU.
Rothschild, Nathan. - Fundador do Banco Rothschild.

S
Sadi Carnot, M-F. - Presidente da França.
Sagasta, Práxedes Mateo - Presidente do Governo espanhol.
Salazar Alonso , Rafael. - Ministro espanhol.
San Martín, José de - Libertador da Argentina, herói do Chile e Peru.
Santander, Francisco de P. - Herói nacional da Colômbia.
Saldanha Marinho, Joaquim - Senador da República
Sales, Manoel Ferraz de Campos - Presidente da república
Salten, Felix. - Escritor infantil (Bambi).
Sarmiento, Domingo Faustino - Presidente da Argentina.
Schiele, Silvester - Co-Fundador do Rotary Club.
Schubert, Franz - Compositor.
Schweitzer, Albert. - Nobel da Paz.
Sellers, Peter - Ator de Cinema.
Shorey, Hiram E. - Co-Fundador do Rotary Club.
Silva, Luiz Alves de Lima e - (Tiradentes) Herói Nacional
Smirke, Robert. - Arquiteto (Museu Britânico).
Stanislao II - Rei da Polônia.
Stepphan, Heinrich von - Estadista (Fundador da União Postal Universal).
Sucre, Antonio José de - Libertador e presidente do Peru.

T
Taft, William H. - Presidente dos EEUU.
Talleyrand, Charles M. - Estadista francês.
Thornton, William. - Arquiteto (Capitólio USA).
Tolstoy, León - Escritor.
Truman, Harry S. - Presidente dos EEUU.
Twain, Marc - Escritor.

V
Veiga, Evaristo Ferreira da -
Voltaire - Escritor e Filósofo.
Vivekananda, Swami - Lider Hinduista (Yoga, Reforma Indú)

W
Wallace, Henry A. - Vice-presidente dos EEUU.
Wallace, Lewis - Militar e Escritor (Ben-Hur).
Warren, Earl - Presidente da Corte Suprema dos EE.UU.
Washington, George - Primeiro Presidente dos EEUU.
Webb, Mathew. - Nadador (1º a atravessar o Canal da Mancha).
Wellington, Duque de - General inglês (Batalha de Waterloo).
Widgerey, Lord - Presidente do Tribunal Sup. de Justiça Britânico.
Wilde, Oscar. - Poeta y dramaturgo irlandês.
Wilkes, John - Fundador do Sindicalismo Inglês.
Wilson, Charles Edward - Presidente da General Electric Co.

Z
Zamenhof, Lejzer Ludvig - Criador do Esperanto.
* De todos os Presidentes dos USA , apenas dois não eram Maçons

Publicado no site MORTE SÚBITA Inc. no endereço http://goo.gl/SzVc Acesso em 01/11/2010
blog em:
http://eticaglobal.blogspot.com/2010/11/lista-de-macons-famosos.html?zx=c9a0b60593ed3e7e

quarta-feira, 15 de abril de 2009

O que é a Maçonaria?

A origem da Maçonaria se perde através das infinitas muralhas do tempo. Remonta ao berço da sociedade humana. Volve ao tempo dos primeiros ciclos da civilização.
Orientada para a utilidade sensorial e as conveniências morais do gênero humano, desde eras imemoriais, pois veio existindo a Sublime Instituição Maçônica. Nunca foi e nem será de nenhum país: não é francesa, nem escocesa, nem americana ou inglesa, tampouco hebraica ou egípcia. Por isso, não pode também ser sueca em Estocolmo, prussiana em Berlim, turca em Constantinopla, lusa em Lisboa ou brasileira em Brasília. É uma Instituição Una, Universal. Tem muitos centros de ação, mas um só de unidade, resultante da sua unidade doutrinária, imutável no perpassar dos séculos. Se ela tivesse perdido esse caráter de unidade e universalidade, já haveria deixado de existir.
Isso não impede, todavia, que ela se revista de certos aspectos peculiares em cada país, derivantes dos fatores históricos, sociais e econômicos do ambiente em que atue.
Reunindo a totalidade dos seus filiados num perfeito e disciplinado corpo de aparelhamento social, a Maçonaria logrou se manter em atividade profícua pelas civilizações em fora, mostrando-se sempre no seu caráter de organização indefectível e fazendo com que o seu benéfico raio de ação abrangesse todas as conquistas da espécie humana.
Nos dias do pretérito, por exemplo, na época dos magos egípcios, já a Maçonaria estava implantada na superfície da Terra. Gozava do elevado conceito de uma Academia de Evolução gradativa, atuante nos diversos setores de sua atividade. O alcance dessa mira de aperfeiçoamento para a harmonia do conjunto, ela o desenvolvia mediante as sugestões decorrentes das suas ensinanças do momento.
Na sua trajetória gloriosa, tomou as denominações de "ORDEM DOS GUARDAS DA LEI DAS DOZE TÁBUAS", "ORDEM DOS ESSÊNIOS", "ORDEM DOS TEMPLÁRIOS", "ORDEM DO CARDO", "ASSOCIAÇÃO DOS PEDREIROS-LIVRES", e outras mais.
O reflexo da atual Maçonaria deve ter feito sentir-se nos tempos de Moisés, na Palestina dos Romanos e no Continente do Velho Mundo.
O vocábulo - Maçonaria - derivou do termo françês - maçon - que traduzido para o português, quer dizer - "pedreiro". Eis como se justifica o motivo dos maçons serem conhecidos como "pedreiros-livres".
Os antigos pedreiros de profissão da Europa exerciam seus misteres isoladamente. Com o perpassar dos tempos, dado o personalismo envolvente de suas atividades profissionais, reconheceram as irrefutáveis vantagens de se associarem para melhor proveito na defesa de seus direitos. Resolveram, então, formarem-se em Sociedade, à qual emprestaram o nome simbólico de Maçonaria.
Essa Maçonaria da qual foram os mesmos pioneiros teve a princípio um caráter apenas operativo. Uma vez agrupados e constituídos em sociedade, começaram logo a ser procurados por outros de funções diferentes, tais como arquitetos, carpinteiros, pintores etc. Então, estes propuseram-lhes uma união na qual se estruturaria o fortalecimento da Associação.
Mas, para que a Sociedade recém-criada pudesse perdurar e progredir, impondo-se como força viva no seio de todas as esferas de relações, tornou-se necessário que lhe emprestassem um cunho místico, dirigido para todas as posteridades.
Não foi difícil a resolução adequada para tem problema: à lembrança dos seus adeptos acudiu a existência da "Ordem dos Templários", cujo prestígio era insofismável. Na adaptação ao método da dita "Ordem" entrou o regime dos símbolos, ligando-se, assim, à tradição dos Templos. Desse modo, surgiu a Maçonaria moderna sem se divorciar de nenhuma formalidade das praticadas nos Templos dos mistérios egípcios, essênios e templários. Escavar e origem dos citados mistérios é cousa muito trabalhosa. Orientando-se, entretanto, pelas lendas mais em voga, as raízes de tais mistérios foram reveladas no campo da Maçonaria e tradicionadas na construção do famoso TEMPLO DE SALOMÃO. Estendendo-se mais um pouco a investigação, descobrir-se-á que elas foram identificadas em leves traços indiciários também nos antigos ritos dos povos orientais.
Colocadas à margem, essas lendas, para se aprofundar nos registros da história, serão, outrossim, encontradas nas práticas das classes sacerdotais dos antigos persas, assírios e gregos-latinos, estudantes dedicados da filosofia de vida, das mutações da natureza e das influências dos astros. Fácil será descobrir, ao mesmo tempo, que os mencionados sacerdotes houveram por bem convencionar vários símbolos e sinais que ficaram eternizados nas esculturas de seus Templos, hoje oferecidos à apreciação dos adeptos da Maçonaria.
Dócil aos intuitos de progresso, as fileiras das primitivas associações dos pedreiros-livres foram-se avolumando; ante a evidência de tal fato, em outras nações foram sendo fundadas associações congêneres, funcionando sob os auspícios do Grande Arquiteto dos Mundos. Templos foram erigidos em muitas localidades, aos quais deram denominações de Lojas.
Os mestres construtores e dirigentes de tais associações passaram a aceitar, como membros honorários delas, patrões e pessoas de reconhecida cultura intelectual ou de posses financeiras abonadas.
Muito embora se tratasse de estranhos às profissões dos fundadores, eram adotados e recebidos com bons augúrios, desde que se confessassem atraídos pela beleza dos programas operativos e doutrinários por eles abraçados.
Em conseqüência, naqueles Templos ombreavam-se criaturas de todas as raças e crenças, como que ancoradas num mesmo porto de segurança e em busca da pérola mística da fraternidade.
Dentro de suas paredes, reuniam-se, galhardamente, hindus, com sua incredulidade neste mundo e sua crença inquebrantável na vida futura; budistas, com sua percepção de vida eterna, sua compaixão sem limites de sua mansidão irremovível; maometanos, com sua sobriedade patriarcal, seus dogmas e preceitos do AL-CORAN; judeus, com sua fidelidade férrea do Deus Único, tanto nos bons como nos maus dias; cristãos, com sua temeridade ao Altíssimo, transubstanciados no Amor Crístico, e espiritualista, com seu interesse peculiar pelos mortos e os vivos etc.
Desse modo, para o seio dos "maçons antigos" marcharam os "maçons aceitos". Dentre estes, obteve destaque especial um grande Marechal-General escocês, chamado Roberto Moray, que conseguiu, pela sua influência pessoal, conquistar a cooperação de um outro escocês, de renome, Elias Ashmole, arqueólogo de notável saber. Esses dois vultos, decorrido algum tempo, imprimiram grandes reformas nos estatutos da associação e estabeleceram-lhes um novo método de funcionamento, criando a liturgia ritualista.
Dessa forma, a Sociedade mudou sua designação anterior: passou a ser conhecida por Maçonaria Escocesa Antiga e Aceita.
Maçonaria, por ter sido começada por pedreiros.
Escocesa, porque seus primeiros orientadores intelectuais foram dessa nacionalidade.
Antiga, porque nela continuaram os antigos fundadores.
Aceita, visto serem nela admitidos elementos estranhos às profissões dos primitivos associados.
Em virtude do seu novo método de orientação, permanecem estacionários os ideais da Maçonaria Alta, por algum tempo. Com a evolução dos conhecimentos de grande maioria dos associados, um outro programa se impôs: passou ela a tratar do estudo das ciências, das artes, da moral e do progresso da humanidade. Então, foram organizados corpos de doutrina, e suas atenções depositadas nos intuitos de preparação dos seus filiados no apostolado do Bem, das Virtudes, da Luz e da Verdade, advindos dos elevados tirocínios das antigas iniciações. Aí, começou então o declínio da sua feição inicial, para ser constituída a Grande Sociedade, que hoje é bastante conhecida.
Tornou-se, verazmente, numa verdadeira academia de sentido moral, a expandir a mais pura de todas as filosofias. Passou a ser um pequeno mundo ideológico implantado no grande mundo geológico: a Instituição Orgânica da moralidade.
Fiel às suas finalidades, veio construindo seus Templos, até os dias vertentes, sem nenhuma tropelia, imbuída dos mais elevados princípios e tendo por roteiro várias doutrinas transfundidas num único ideal. Nesses Templos, são esquecidas as preocupações mundanas, os receios atribuladores; perdoam-se os agravos, avivam-se as esperanças e suavizam-se as asperezas da vida. São Templos Augustos do Amor divinizado e da fina educação cívica, verdadeiros retiros silenciosos dos homens de boa vontade.
A sua universalidade, o seu cosmopolitismo, a sua moral sã e seus princípios salutares, tão belos como a criação, são apresentados em suas Lojas, para o bem de todas as almas humanas.
A Maçonaria proclama, desde a sua origem, a existência de um Princípio Criador, ao qual, em respeito a todas as religiões, denomina Grande Arquiteto do Universo;
A Maçonaria não impõe limites à investigação da verdade e, para garantir essa liberdade, exige de todos a maior tolerância;
A Maçonaria é acessível aos homens de todas as raças, classes e crenças, quer religiosas quer políticas, excetuando as que privam o homem da liberdade de consciência, da manifestação do pensamento, restrinjam os direitos e a dignidade da pessoa humana e exijam submissão incondicional;
A Maçonaria além de combater a ignorância em todas as suas modalidades, constitui-se numa escola, impondo-se o seguinte programa:
a) obedecer às leis democráticas do Pais;
b) viver segundo os ditames da honra;
c) praticar a justiça;
d) amar o próximo;
e) trabalhar pelo progresso do homem.

A Maçonaria proíbe discussão político-partidária e religioso-sectária em seus Templos.
A par dessa definição a Maçonaria, também, proclama os seguintes princípios:
  • Amar a Deus, a Pátria, a Família e a Humanidade;
  • Defender os direitos e as garantias individuais;
  • Praticar a beneficência, de modo discreto, sem humilhar;
  • Considerar o trabalho lícito e dígno como dever do homem;
  • Exigir de seus membros boa reputação moral, cívica, social e familiar, pugnando pelo aperfeiçoamento dos costumes;
  • Exigir tolerância para com toda forma de manifestação de consciência, de religião ou de filosofia, cujos objetivos sejam os de conquistar a verdade, a moral, a paz e o bem social;
  • Lutar pelo princípio da eqüidade, dando a cada um o que for justo, de acordo com sua capacidade, obra e méritos;
  • Combater e fanatismo, as paixões, o obscurantismo e os vícios.
Os ensinamentos maçônicos orientam seus membros a se dedicar à felicidade de seus semelhantes, não só porque a razão e a moral lhes impõem tal obrigação, mas também porque esse sentimento de solidariedade os faz irmãos.

FONTES: Livro "AO PÉ DAS COLUNAS' de Luiz Prado
Editora "A Trolha"
Capturado no site:
 
Caro cristão, a Bíblia diz, do início ao fim, que Lúcifer (Satanás) conspirou desde o início para tentar tomar o controle do mundo das mãos de Deus, e passar a ser adorado como Deus. A profecia bíblica diz claramente, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, que Satanás usará homens e nações, conspirando em segredo, para reorganizar o mundo em dez supernações, trabalhando por meio da feitiçaria para atingir esses objetivos. Então, após conseguir reorganizar o mundo, eles simplesmente entregarão a autoridade para o Anticristo.

Em resumo, essa é a profecia bíblica referente à reorganização do mundo nos últimos tempos. E, surpresa das surpresas, esse é exatamente o Plano da Nova Ordem Mundial, conforme definido pelas obras volumosas do Movimento de Nova Era.

Agora, você pode estar perguntando, como e onde Hitler se encaixa nesse Plano? O plano dele, que também era chamado de Nova Ordem Mundial, era claramente o mesmo que o Plano atual da Nova Ordem Mundial (também chamado Síntese no Plano de Hegel). E, Hitler considerava-se o Anticristo.

No entanto, todo o poder do Mundo Ocidental, conforme exemplificado nas Forças Aliadas, voltaram-se agressivamente contra Hitler, destruindo-o e sua nação bebê Nova Ordem Mundial. E, os Aliados fizeram essa devastação completa apesar do fato de grandes empresas do mundo e os líderes políticos terem apoiado ativamente Hitler com tremendas somas de dinheiro, canalizadas por meio da "neutra" Suíça.

Por que? Pelejei com essa dúvida durante muitos anos, sem chegar a uma resposta sensata. Mas então, conheci um cristão nascido de novo, Doc Marquis, que tinha se convertido a Cristo do satanismo. Marquis estava completando seu novo livro The Secrets of the Illuminati (leia a resenha). Três anos antes de deixar o satanismo, Marquis foi convidado a fazer parte dos Illuminati, que é uma divisão completamente separada do satanismo tradicional. Assim, por três anos, Marquis aprendeu os Planos da Nova Ordem Mundial dos Illuminati. Ele foi salvo porque um dia, sentiu a necessidade de ler o Livro do Apocalipse na Bíblia. Quando chegou ao capítulo 18, Marquis subitamente percebeu que estava lendo os detalhes dos Planos supersecretos dos Illuminati para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial!! Pela primeira vez, Doc percebeu que não estava servindo ao maior poder no universo.

Perguntei a Doc: Se Hitler esteve buscando o Plano da Nova Ordem Mundial, era um tipo do Anticristo, e foi apoiado generosamente por capitais ocidentais, por que foi destruído? Qual foi o propósito de sua existência? Nunca esquecerei da resposta de Doc, pois abriu minha mente para tal compreensão!!

Doc simplesmente disse, "David, os Illuminati nunca estabelecem nada em larga escala, sem que tenham testado em uma escala menor".

É lógico!! Os Illuminati planejam estabelecer sua Nova Ordem Mundial globalmente. Faz sentido que quisessem primeiro testar em uma escala menor, para identificar todos os problemas, resolver todas as dificuldades. Depois, quando o verdadeiro Anticristo aparecer, poderá confiantemente estabelecer seu sistema global, sabendo que funcionará. A economia fascista de Hitler funcionou, mas Hitler fez várias modificações ao longo do tempo; sua ditadura foi eficiente em governar a Alemanha e em perseguir os adversários; e sua liderança espiritual como Sumo Sacerdote em uma adoração aberta a Satanás funcionou, pois ele hipnotizou milhões de alemães, convertendo-os em nazistas fanáticos!

Agora que os Illuminati sabem que seu sistema pode funcionar, podem confiantemente planejar o estabelecimento dele em escala global. Hitler nunca soube seu verdadeiro papel, nunca soube que estava sendo usado, e que seria descartado quando seu uso terminasse. Não se engane; agora você sabe a verdade.
 


 


0 comentários: